terça-feira, 6 de agosto de 2013

Dois mortos em acidente com avião de pequeno porte no no sul da Geórgia (EUA)

Um homem e uma mulher morreram no último domingo (4) em um acidente de avião de pequeno porte.

A FAA (Federal Aviation Administration) informou que o avião Beech A36 Bonanza, prefixo N1831W, registrado para a empresa APS Aviation LLC, caiu no domingo à tarde (hora local) perto de Alma, cerca de 70 km a noroeste de Brunswick, no estado da Geórgia.


Sid Shah, de 58 anos (na foto acima, ao lado do avião), e Shama Gamkhar foram as vítimas fatais do acidente. As autoridades não tinham certeza da idade da mulher, e o porta-voz da FAA informou que os investigadores acreditam que Shah e Gamkhar eram marido e mulher.

O avião estava voando a partir de Fernandina Beach, na Flórida, para Lawrenceville, na Geórgia, quando o acidente aconteceu. O avião pousou em uma área rural e colidiu contra um grupo de árvores.

As autoridades estão investigando a causa do acidente.



Fontes: ASN / wtoc.com - Fotos: Reprodução

Publicado decreto que regulamenta uso de helicópteros oficiais no RJ

Viagens só podem ser feitas em missões oficiais ou questões de segurança.

Em julho, MP abriu investigação sobre suposto uso indevido por Cabral.


Foi publicado nesta segunda-feira (5) no Diário Oficial um decreto que regulamenta o uso dos helicópteros oficiais do governo do estado do Rio, como mostrou o RJTV. De acordo com a publicação, as aeronaves podem ser utilizadas pelo governador, vice-governador, chefes de poderes, secretários e presidentes de autarquias. No início de julho, o Ministério Público do Rio de Janeiro abriu investigação para apurar denúncia de que o governador Sérgio Cabral estaria usando o helicóptero oficial para fins particulares. A denúncia foi publicada pela Revista “Veja”.

No dia 29 do mesmo mês, Cabral pediu desculpas por ter declarado que isso sempre foi uma "prática comum", disse que sua família não utilizava mais o transporte e que iria criar "um protocolo de uso desse recurso".

De acordo com o decreto, as viagens só podem ser feitas para missões oficiais ou questões de segurança. A Subsecretaria Militar da Casa Civil vai definir as recomendações de segurança.

A autoridade que pedir o helicóptero deverá informar a data e o horário do voo, o tempo de permanência no destino, o motivo do deslocamento e a relação das pessoas que viajarão no helicóptero. Todas as aeronaves públicas deverão estar identificadas com logotipo do governo do estado. E o descumprimento dessas regras vai gerar abertura de sindicância.

Segundo a reportagem de "Veja", o governador e a família usavam a aeronave para ir, em fins de semana, a Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio, onde o governador tem uma casa de praia. Um piloto declarou à revista já ter levado para Mangaratiba cabeleireira, médico, prancha de surfe, amigos dos filhos. 

Ainda de acordo com a revista, o helicóptero é utilizado por Sérgio Cabral, diariamente, para ir do Leblon, onde mora, até o Palácio Guanabara, sede do governo, em Laranjeiras, ambos na Zona Sul da cidade. As viagens custariam, por ano, R$ 3,8 milhões aos cofres público, segundo a "Veja".

Clique AQUI para assistir a reportagem.

Fonte: G1 Rio - Imagem: Reprodução da TV

Google Maps percorre o interior do avião A380

Usando o Google Street View, o internauta pode visualizar todos os ambientes do A380, incluindo suítes, salões, SPA e até mesmo a cabine do piloto.


O Google Maps tem chegado a lugares inusitados. Dessa vez, mapeou o interior de um modelo de avião enorme e luxuoso: o A380 da Airbus, enquanto estava estacionado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Usando o Google Street View, o internauta pode visualizar todos os ambientes do A380, incluindo suítes, salões, SPA e até mesmo a cabine do piloto. Para ver o nível inferior, clique no botão "E". Para ver o topo, aperte o botão "B".

Pelas imagens é possível ter uma ideia do tamanho do Airbus de 404 milhões de dólares. São 72,7 metros de comprimento e 252 toneladas de peso. O modelo suporta um peso total de 592 toneladas.

Esse modelo já vendeu 106 unidades, das 262 encomendadas pela Airbus. Um dos maiores clientes é a Emirados, de Dubai. A companhia área é uma das mais elogiadas por quem tem muito dinheiro pra voar. 

Fonte: Vanessa Daraya, de Info via Exame.com - Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

Chinês falha em tentar voo com avião caseiro que ele construiu

Ding Shilu gastou R$ 753 para construir a aeronave.

Na construção, ele usou componentes de motocicletas e bicicletas.



O chinês Ding Shilu, de 65 anos, falhou na tentativa de levantar voo com um avião caseiro que ele construiu em Shenyang, na província de Liaoning, na China.

Ding gastou cerca de 2 mil yuans (R$ 753) para construir a aeronave de 5 metros de comprimento, 4,5 metros de altura.

Ele contou que usou componentes de motocicletas e bicicletas. Ding havia começado o projeto há quatro anos.

Fonte: G1 - Fotos: Sheng Li/Reuters

Justiça começa a ouvir testemunhas de acidente com avião da TAM

A Justiça Federal em São Paulo começa a ouvir nesta quarta-feira, a partir das 14h, oito testemunhas de acusação do acidente com o avião da TAM, no Aeroporto de Congonhas, em julho de 2007, na zona sul da capital paulista. A explosão do Airbus causou a morte de 199 pessoas.

As testemunhas foram arroladas pelo Ministério Público Federal (MPF) e vão ser ouvidas pelos juiz federal Márcio Assad Guardia, da 8ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A imprensa não poderá acompanhar os depoimentos.

Fonte: Terra

Piloto passa mal e avião faz pouso de emergência em Salvador (BA)

Um avião teve que fazer um pouso de emergência em Salvador na madrugada desta terça-feira (6) após o piloto passar mal.

Segundo informações da Rádio CBN, o avião da TAM partiu do Rio de Janeiro, com destino a Paris, e fez uma parada no aeroporto baiano.

Foto: Lucio Tavora – Agência A Tarde/AE

O homem foi encaminhado a um hospital e, segundo informações da própria companhia, ele precisou de reanimação e foi colocado em observação.

A aeronave era o Airbus A330-200, prefixo PT-MVC, que realizava o voo JJ-8054 entre o Rio de Janeiro e Paris, com 136 passageiros a bordo.

A viagem foi cancelada e os passageiros foram acomodados em um hotel nas proximidades do Centro de Convenções de Salvador à espera do voo seguinte, o JJ 9378, que partiu da capital baiana rumo a Paris às 12h40.

Em comunicado, a TAM lamentou "o transtorno experimentado pelos passageiros" e afirmou que "está prestando toda a assistência necessária tanto aos seus clientes quanto ao seu funcionário".

Clique AQUI para assistir a reportagem da Globo News.

Fontes: Terra / Globo News / G1 / Estadão / A Tarde - Atualizado em 007.08.13 às 12:23 hs. 

domingo, 4 de agosto de 2013

TAM tem 164 funcionários por avião enquanto Ryanair, só 29

É a quarta empresa com maior número ficando atrás somente da Singapore Airlines (225), Lufthansa (189) e Air France (176).

Um relatório realizado pela Brasil Plural indica que a TAM é umas companhias com maior número de funcionários por aeronave. Segundo os dados, a empresa tem 164 empregados por avião. É a quarta empresa com maior número ficando atrás somente da Singapore Airlines (225), Lufthansa (189) e Air France (176).

A GOL é a sétima com maior número de profissionais por avião, 120. Entre as empresa com menos funcionários por avião estão a Ryanair, com 29, a Vueling Airlines (33) e a Easyjet (40). Veja tabela abaixo:
Gráfico

Demissões

Na última terça-feira (30), a TAM informou que fará uma reestruturação no quadro de tripulantes e que demitiria cerca de mil funcionários da tripulação (pilotos, copilotos e comissários).

Em nota, a empresa explicou que objetivo do ajuste é garantir a sustentabilidade do negócio, “que convive com alta significativa dos custos (dólar e combustível), o que a levou a reduzir a oferta, no acumulado de 2011 até agora, em 12% no mercado doméstico.”

Após reunião com o Sindicato Nacional dos Aeronautas, a TAM reduziu o número de postos de trabalho que será cortado, passando de mil para 811. E complementou dizendo que além de de cumprir integralmente a Convenção Coletiva, irá oferecer um Programa de Licença Não-Remunerada (LNR) e um Programa de Demissão Voluntária (PDV).

A LNR estará aberta para tripulantes de todos os equipamentos e terá validade de 18 meses, prorrogáveis por 12 meses. Nos 6 primeiros meses, o funcionário licenciado e seus familiares diretos contarão com plano de saúde e, durante o período da licença, com benefícios de bilhetes aéreos iguais aos dos funcionários ativos da empresa.

Já o PDV será oferecido para tripulantes de aeronaves da família Airbus 320 (A319/A320/A321). Incluirá uma indenização adicional para os que aderirem ao programa, além de seis meses de plano de saúde e três passagens aéreas para o funcionário e seus familiares diretos.

Fonte: Karla Santana Mamona (Infomoney)

Avião que caiu e causou morte de família havia passado por vistoria recentemente

O avião de pequeno porte que caiu neste sábado (3) passou por vistoria recentemente e, segundo familiares, o empresário que o pilotava era experiente. O acidente deixou o piloto morto, além de sua mulher e dois filhos.

A perícia teve dificuldade para encontrar os quatro corpos. O acidente aconteceu próximo ao km 61, da rodovia Anhanguera, região de Jundiaí. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas não conseguiu salvar passageiros.

Fonte: R7

Veja outras imagens da tragédia:

Foto: Rafael Brito/Sigma Press/Estadão Conteúdo

Fotomontagem via jornalmontesclaros.com

Foto: Vanessa Carvalho/Estadão Conteúdo

Imagem mostra empresário em avião antes de bimotor cair em Jundiaí (SP)

Homem pilotava aeronave; ele, sua mulher e os dois filhos morreram na queda.

Imagem mostra homem no bimotor antes da queda

Uma imagem exclusiva mostra o empresário Arnaldo Soares dos Santos Neto, 50 anos, no avião de pequeno porte antes do acidente neste sábado (3). O empresário morreu após a aeronave cair. Além dele, sua mulher e dois filhos também foram vítimas do acidente.

A família seguia para uma fazenda, em Bataiporã, no Mato Grosso do Sul. De acordo com testemunhas, o avião ficou em chamas pouco depois de decolar do aeroclube de Jundiaí. O fogo começou na hélice direita. Com 20 minutos de voo, o piloto tentou voltar para o aeroclube, mas não conseguiu evitar a explosão. 

Segundo famíliares, o empresário era um piloto experiente e o avião havia passado por vistoria recentemente. A perícia deve apontar as causas do acidente.

O acidente aconteceu próximo ao km 61, da rodovia Anhanguera, região de Jundiaí. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas não conseguiu salvar passageiros.

Fonte: R7 - Imagem: Reprodução/Rede Record

Polícia identifica casal e 2 filhos mortos em acidente de avião em SP


Foram identificadas no final da tarde deste sábado as quatro vítimas da queda de um bimotor Beech Barom que pegou fogo nas proximidades da rodovia Anhanguera, no acesso ao município de Jundiaí (SP). Segundo a polícia, ocupavam a aeronave o empresário Arnaldo Soares dos Santos Neto, 50 anos, sua mulher, Kênia Maria Tubertini dos Santos, 49 anos, e os filhos do casal, Ana Luisa Tubertini dos Santos, 19 anos, e Arnaldo Soares dos Santos Júnior, 13 anos.

O acidente ocorreu na tarde deste sábado, pouco depois que a aeronave, modelo Beech Barom, decolou do Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, em Jundiaí. A aeronave caiu nas proximidades do quilômetro 61 da rodovia Anhanguera.

Fonte: Rose Mary de Souza (Terra) - Foto: Vanessa Carvalho/Brazil Photo Press/Folhapress

Imagens de morador mostram avião em chamas logo após a queda

Era possível ver a fumaça a mais de quatro quilômetros de distância.

Bombeiros de Jundiaí (SP) trabalharam por mais de 2 horas no local.


Clique AQUI e assista ao vídeo

O motoboy Rodrigo de Souza Madalena registrou imagens minutos após um avião cair e deixar quatro pessoas mortas ao lado da rodovia Anhanguera, em Jundiaí (SP). As imagens foram feitas com um celular (veja ao lado). Era possível ver a fumaça a mais de quatro quilômetros de distância. Por quase duas horas homens do Corpo de Bombeiros jogaram água no que restou da aeronave para evitar explosões.

Segundo a polícia, quatro pessoas da mesma família morreram na queda do avião bimotor modelo Beech Baron que decolou no fim da manhã deste sábado (3) do Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, que fica no bairro Casa Branca, em Jundiaí (SP). O empresário Arnaldo Soares dos Santos Neto (50) morava em São Paulo (SP) e seguia para Batayporã (MS).

Ele estava acompanhado pela mulher Kênia Maria Tubertini dos Santos (49) e pelos filhos Ana Luisa Tubertini dos Santos (19) e Arnaldo Soares dos Santos Junior (13). O empresário era dono de um frigorífico.

Curiosos deixaram o tráfego lento na Rodovia Anhanguera
Foto: Rafael Fachim/TV Tem

De acordo com a Aeronáutica esse é um dos aviões mais vendidos no mundo e tem como característica pousar e decolar até mesmo em terrenos acidentados. De acordo com testemunhas, ele já apresentava problemas em um dos motores assim que decolou.

Alguns moradores de bairros próximos ao aeroporto contaram que viram fumaça em um dos motores da aeronave durante a decolagem. Segundo eles, o avião tentou retornar e caiu no barranco ao lado de uma alça de acesso da Rodovia Anhanguera.

Por causa da curiosidade dos motoristas, o tráfego ficou lento no sentido interior. Homens da concessionária que administra a rodovia, a Polícia Rodoviária e o helicóptero Águia da Polícia Militar deram apoio aos bombeiros.

Técnicos do Serviço Regional de Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) e da Força Aérea Brasileira fizeram uma perícia nos destroços. Por enquanto, não se sabe o que provocou o acidente.

A família do empresário, que mora em São Paulo, informou que ainda não sabe o local do sepultamento.

Fonte: G1 Sorocaba e Jundiaí

Avião de pequeno porte cai ao lado da rodovia Anhanguera em Jundiaí (SP)

Bombeiros confirmaram que quatro pessoas a bordo da aeronave morreram.

Testemunhas disseram que viram fumaça saindo de um dos motores.

Bombeiros apagam as chamas do avião que caiu em Jundiaí

O avião de pequeno porte Beechcraft 58 Baron, prefixo PT-LKG, com quatro pessoas a bordo caiu no início da tarde deste sábado (3) ao lado da rodovia Anhanguera, em Jundiaí (SP), na altura do km 61.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois homens - incluindo o piloto - e duas mulheres morreram carbonizados. Os nomes das vítimas foram divulgados pela polícia no fim da tarde de sábado: o empresário dono de um frigorífico Arnaldo Soares dos Santos Neto (50) que viajava acompanhado pela mulher Kênia Maria Tubertini dos Santos (49) e pelos filhos Ana Luisa Tubertini dos Santos (19) e Arnaldo Soares dos Santos Junior (13). A família morava em São Paulo.


Viaturas dos Bombeiros e da concessionária que administra a rodovia estiveram no local do acidente. A aeronave, que ficou totalmente destruída, não atingiu nenhum imóvel. O bimotor modelo Beech Baron decolou no fim da manhã do Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, que fica no bairro Casa Branca, em Jundiaí.

Testemunhas disseram que viram fumaça saindo de um dos motores do avião. A aeronave teria decolado, feito um contorno e, em seguida, perdeu altitude e caiu bem próximo ao trevo da Anhanguera com a Dom Gabriel Paulino Bueno Couto. Técnicos da Aeronáutica também estiveram no local para perícia; a aeronave prefixo LKG estava indo para Batayporã (MS).

Fumaça é vista ao lado da rodovia Anhanguera em Jundiaí

Clique AQUI para assistir a reportagem.

Fontes: G1 Sorocaba e Jundiaí / ASN - Fotos: Reprodução/ TV Tem

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

TAM chega a acordo com sindicato para demitir 811 tripulantes

A empresa TAM Linha Aéreas chegou a um acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas para demitir 811 tripulantes dentro de um plano corte de despesas.

A TAM e o sindicato decidiram que perderão seus empregos 146 pilotos, 194 copilotos e 471 comissários de bordo, segundo um comunicado do sindicato.

O plano, que não tem data para começar a ser aplicado, contempla programas de licença não-remunerada (LNR) e de demissão voluntária (PDV).

A empresa, que forma o consórcio Latam junto com a chilena Lan, informou em comunicado que as demissões pretendem 'garantir a sustentabilidade do negócio'.

A companhia teve que reduzir sua oferta no mercado interno em 12% em comparação aos voos de 2011 devido aos aumentos constantes dos custos, segundo o comunicado.

A TAM é a companhia líder do Brasil, com uma parcela de 39,75% do mercado interno, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) referentes ao último mês de junho.

Fonte: EFE via G1

Helicóptero da PM faz pouso forçado na represa de Guarapiranga, em SP

Acidente não deixou feridos, segundo Polícia Militar.

Não havia informações sobre causas do acidente.


Um helicóptero de treinamento da Polícia Militar fez um pouso forçado durante um voo de instrução devido a uma pane no motor por volta das 17h50 desta quarta-feira (31) na represa de Guarapiranga, na Região Metropolitana de São Paulo, de acordo com a PM. Segundo a polícia, os dois pilotos que estavam na aeronave modelo Schweizer não sofreram ferimentos e passam bem.

Clique AQUI e assista e o vídeo.

Helicóptero que caiu durante treino é retirado da Guarapiranga

Sistema de boias foi usado para retirar a aeronave da água.

Dois pilotos que estavam na aeronave não se feriram.

O helicóptero de treinamento da Polícia Militar que fez um pouso forçado durante um voo de instrução na Represa Guarapiranga, na Grande São Paulo, foi retirado do local, na manhã desta quinta-feira (1º). Um sistema de boias foi usado para retirar a aeronave modelo Schweizer das águas. Uma pane no motor provocou a queda por volta das 17h50 desta quarta-feira (31). Segundo a polícia, os dois pilotos que estavam na aeronave não se feriram.

Clique AQUI e assista a reportagem.

Fonte: G1 - Foto: Reprodução da TV

Chinês realiza voo com helicóptero caseiro que ele construiu

Shu Bin exibiu sua aeronave durante em festival aéreo.

Ele construiu o helicóptero usando um motor de planador.

Chinês Shu Bin voou com um helicóptero caseiro que ele construiu em Hexigten

O chinês Shu Bin voou com um helicóptero caseiro que ele construiu em Hexigten, na província de Zhejiang (China). Bin exibiu sua aeronave durante em festival aéreo realizado no sábado (28). Ele disse que ter construído o helicóptero usando um motor de planador.

Fonte: G1 - Foto: Mark Ralston/AFP

Helicóptero faz pouso de emergência no litoral de Campos, no RJ

Helicóptero apresentou problemas no trem de pouso.

As 12 pessoas presentes saíram ilesas do incidente.

Heliporto do Farol de São Tomé, em Campos 

Um helicóptero com 12 pessoas, com destino à plataforma P-27, no Campo de Marlim, na bacia de Campos, fez um pouso de emergência nesta quarta-feira (31) em Farol de São Tomé, litoral de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. A Petrobras confirmou, na manhã desta quinta-feira (1) que o helicóptero o helicóptero S-76C++, prefixo PR-OMD, partiu às 9h20 da base de São Tomé com destino à plataforma teve uma falha.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro) e a Petrobras, o helicóptero apresentou problemas no trem de pouso no momento em que aterrizava na plataforma. Devido à dificuldade, foi preciso retornar ao heliporto de Farol, onde um operador de solo auxiliou no pouso manual. 

Segundo o Sindipetro, apesar de muito arriscada, a operação foi bem sucedida e ninguém se feriu. Em nota sobre o acidente, a Petrobras informou que a equipe de manutenção está investigando as causas desse evento, com acompanhamento da equipe de segurança de voo da Petrobras.

Fonte: Letícia Bucker (G1 Norte Fluminense) - Foto: Priscilla Alves/G1 

Passageiro filmou acidente do seu próprio avião

Um vídeo filmado dentro do Boeing que se despenhou ao aterrar de emergência no dia 22 de julho, no aeroporto de La Guardia, em Nova Iorque, foi colocado na Internet horas depois do acidente e está a tornar-se viral. As imagens mostram o terror dos passageiros no momento do impacto, causado pelo colapso do trem da frente.

 

O voo 345 vinha de Nashville, no sul dos Estados Unidos, e transportava 150 passageiros e seis tripulantes. "Houve um estrondo e um salto e, em seguida, uma travagem, e depois uma derrapagem", contou à CNN uma passageira, Kathy Boles. Outra passageira, Mary Anne Sperry, contou que "as portas não foram abertas e a cabina começou a ficar cheia de fumo". Seis pessoas foram transportadas para o hospital por ferimentos ligeiros e pelo menos dez foram atendidas no local do acidente, segundo o jornal online britânico Mirror.

Fonte: Carolina Oliveira, editado por Ricardo Simões Ferreira (dn.pt)

Avião aterrissa de emergência no Porto, em Portugal, só com um motor

No Boeing 767, que conseguiu voar uma hora sem o motor direito, seguiam 250 pessoas. Bombeiros foram enviados para a pista, mas a aterragem correu bem.

Um avião aterrissou nesta quarta-feira (31), ao início da tarde, de emergência no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. O aparelho, o Boeing 767-300, prefixo N372AA, da American Airlines, que fazia a ligação entre Madrid, Espanha, e Miami, na Flórida, Estados Unidos da América (voo AA-69), foi forçado a realizar uma escala de urgência no Porto “devido a uma falha no motor direito". "O motor da asa direita deixou de funcionar e o avião aterrou apenas com um motor a trabalhar”, disse ao PÚBLICO um responsável daquele aeroporto. No avião seguiam 250 passageiros.

Ao que o PÚBLICO apurou, o avião aterrou no Aeroporto do Porto cerca das 14h30 já com diversos meios de socorro dos bombeiros presentes na pista. O alerta amarelo, o penúltimo na escala da gravidade, esteve accionado entre as 14h e as 15h, mas a aterragem decorreu sem qualquer problema.

“Foi uma aterragem suave. O avião só não pôde usar os reactores para travar senão desequilibrava-se. Teve de usar a fundo os travões das rodas apenas, o que fez imenso fumo”, continuou a mesma fonte. O PÚBLICO tentou sem sucesso obter esclarecimentos da ANA, aeroportos de Portugal.

De acordo com o responsável, o avião voou durante uma hora, após levantar do aeroporto Internacional Madrid-Barajas, com apenas um motor.

O aparelho continua estacionado no Sá Carneiro onde está a ser alvo de reparações que permitam a sua descolagem e regresso à viagem inicialmente programada.

Fontes: Pedro Sales Dias (publico.pt) / Aviation Herald

EADS muda nome para Airbus e eleva meta de encomendas de aviões

A europeia EADS confirmou na quarta-feira seus planos de reorganização em três divisões e a mudança de seu nome para Airbus, adotando uma aparência semelhante a de sua rival Boeing em uma aposta para se tornar mais competitiva.

A EADS irá se chamar Grupo Airbus, assumindo o nome de sua subsidiária fabricante de aviões, e irá combinar as atividades de defesa e espaço em uma divisão juntamente com a de transporte Airbus Militar, atualmente combinada com a unidade de aviões de passageiros.

A Eurocopter, maior fabricante de helicópteros comerciais do mundo, irá se chamar Airbus Helicópteros.

O anúncio ocorre quando a EADS completa sua revisão de estratégia e eleva a meta de encomendas para 2013 para a sua unidade principal Airbus, em 25 por cento, para mais 1.000 aviões.

Outras metas não foram modificadas.

Impulsionada pelos lucros da unidade Airbus comercial, que ofuscou os ganhos menores em helicópteros e espaço, o lucro operacional da EADS no segundo trimestre subiu 23 por cento, para 887 milhões de euros (1,18 bilhão de dólares) com receita de 13,945 bilhões de euros, um aumento de 3 por cento.

Analistas esperavam em média um lucro operacional de 839 milhões de euros e receita de 13,693 bilhões de euros.

A EADS disse que a reorganização teria início em 1o de janeiro.

Fonte: Tim Hepher e Cyril Altmeyer (Reuters) via G1

Gol irá inspecionar 97 aviões após recomendação da Boeing

Aérea disse que inspeção não causará impacto nas operações.

Fabricante pediu inspeção em balizas de emergência da Honeywell.

Foto ilustrativa - Divulgação

A Gol, segunda maior empresa aérea brasileira em participação de mercado, informou nesta terça-feira (30) que irá inspecionar 97 aeronaves da Boeing, após receber a notificação da fabricante norte-americana sobre inspeção preventiva.

Clique AQUI e leia a matéria completa.

Chinês tenta embarcar em avião com tartaruga escondida em hambúrguer

Um chinês tentou embarcar em um avião com seu animal de estimação, uma pequena tartaruga, apesar das restrições vigentes, e o escondeu em um hambúrguer de frango, informou nesta sexta-feira o jornal South China Morning Post.

Imagem ilustrativa

A ação do passageiro, de sobrenome Li, foi descoberta na segunda-feira no Aeroporto Internacional de Cantão (sul da China), na seção de segurança onde os viajantes devem passar sua bagagem pelo raio X.

Li colocou sua tartaruga dentro do hambúrguer que tinha comprado em um restaurante fast food, mas não conseguiu enganar os funcionários de segurança, que estranharam ao ver no monitor as patas da tartaruga. 

Ao ser interrogado pela polícia, o passageiro insistiu que não transportava nada de especial, mas finalmente os funcionários verificaram a sacola e encontraram o animal. Li foi comunicado que não poderia embarcar com o réptil no avião.

O incidente não gerou maiores problemas, pois um amigo de Li ficou com a tartaruga, diante da tristeza de seu dono, que teve que deixar seu animal de estimação a milhares de quilômetros de distância.

O fato foi amplamente comentado nas redes sociais chinesas, onde alguns internautas afirmaram que Li mostrou um grande amor por sua tartaruga, mas que foi cruel ao obrigá-la a passar por um aparelho de raio X, que poderia ter prejudicado a saúde do animal.

Fonte: EFE via Terra - Foto: Flickr

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Chinês gasta mais de US$ 1,6 mil para construir helicóptero caseiro

Wen Jiaquan demorou mais de três meses para fazer veículo.

Mecânico usou peças de motocicletas e o motor de carro para construção.

Helicóptero caseiro contou com peças de motocicleta e o motor de um carro usado

O chinês Wen Jiaqua, de 54 anos, construiu um helicóptero caseiro em Qingping, na província de Chongqing. O veículo ficou pronto no domingo (28), após mais de três meses dedicados à sua construção. 

O mecânico gastou mais de 10.000 iuanes (US$ 1.630) na fabricação do helicóptero, que contou principalmente com componentes de motocicletas e com o motor de um carro usado. O novo veículo ficou com 4,2 metros de comprimento e 2,8 metros de altura.

Chinês demorou mais de 3 meses para fabricá-lo e gastou mais de US$ 1,6 mil

Fonte: G1 - Fotos: Stringer/ Reuters

Helicóptero russo faz pouso de emergência na Etiópia

Um helicóptero russo fez um pouso de emergência na Etiópia, ferindo quatro tripulantes, informou hoje a embaixada da Rússia em Adis Abeba.

"O helicóptero Mi-8, que estava trabalhando sob contrato com a ONU, pousou de emergência a 20 quilômetros de Adis Abeba e tombou para o lado. Felizmente, todos os membros da tripulação sobreviveram e foram internados no hospital de Adis Abeba", informou a missão diplomática russa no país. 

Fonte: portuguese.ruvr.ru

Passageira passa mal e avião da Air France faz pouso de emergência em Fortaleza

Jovem, de 17 anos, está internada; estado de saúde é 'estável'.

Um avião da companhia Air France fez um pouso de emergência médica em Fortaleza na noite da última terça-feira (30). Na aeronave, que ia de Buenos Aires a Paris, a passageira Gobillon Valerie, 17, passou mal e teve de ser atendida no Hospital Regional da Unimed. Valerie, que é francesa, bateu com a cabeça dentro da aeronave e desembarcou com suspeita de traumatismo craniano. Aeronave seguiu viagem normalmente após desembarque.

O pouso de emergência aconteceu às 22h16, segundo informações do Aeroporto Internacional Pinto Martins. A adolescente foi então encaminhada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) ao hospital, onde chegou às 23h30 e realizou exames. Os resultados deram normais, segundo o hospital. O estado de saúde da francesa é "estável e bom", segundo o hospital.

De acordo com boletim médico divulgado às 10h da manhã desta quarta-feira (31), Gobillon segue sob observação pelas próximas 6h, quando será reavaliada para poder receber alta médica.

A Air France confirmou em nota que o Boeing 777-200 seguiu viagem normalmente após o desembarque de Valerie e uma acompanhante. O voo AF417 tem previsão de chegada em Paris às 13h38.

Confira a nota do hospital:

"A paciente Gobillon Valerie, de nacionalidade francesa, 17 anos, chegou ao Hospital Regional Unimed Fortaleza, na noite desta terça-feira (30/04), às 23h30, encaminhada pela Infraero. O estado de saúde da paciente é estável e bom, já que todos os exames realizados tiveram resultados normais. A paciente foi avaliada pela clínica médica, emergência e neurocirurgia do Hospital. A recomendação, agora, é de que fique em observação por seis horas e, mantendo-se o quadro clínico estável, possa ter alta médica."

Avião da FAB

No mês passado, outro pouso de emergência foi registrado na capital cearense. No domingo, 2 de junho, uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) C-130 Hércules - bloqueou a pista do Aeroporto Pinto Martins de 0h43 às 5h03. Durante o período, os voos que chegariam a Fortaleza foram encaminhados para capitais vizinhas como os aeroportos de Natal, Recife e Teresina. Segundo a FAB na época, um problema elétrico teria danificado o trem de pouso.

Fontes: diariodonordeste.globo.com / G1

Queda de helicóptero em lago deixa cinco mortos na Romênia

Acidente aconteceu na região de Taureni nesta segunda (29).

Entre os mortos estão três cidadãos alemães.

Cinco pessoas morreram – entre elas três cidadãos alemães – após o helicóptero Eurocopter EC 130 (AS 350 B4), prefixo YR-BTM, operado pela empresa MIR AERO, cair em um lago da Romênia logo após a decolagem. O acidente aconteceu nesta segunda-feira (29) na região de Taureni.

Equipes de investigação mergulham na região onde ocorreu
a queda de um helicóptero na Romênia

Além dos três alemães, também morreram no acidente um empresário romeno e o piloto. Eles estavam visitando uma fábrica de madeira na região.

Uma mulher que foi identificada como assistente do empresário romeno sobreviveu à queda e permanece internada em um hospital local. As causas do acidente ainda são investigadas.

Equipe retira parte dos destroços de helicóptero que caiu na Romênia; 
cinco pessoas morreram

Clique AQUI para assistir a reportagem da TV Romena.

Fontes: AP via G1 / ASN - Fotos: Olimpiu Gheorghiu/AP

'Homem jato' voa ao lado de avião com traje especial

Aventureiro suíço exibe nos EUA roupa de carbono e blindagem do tipo kevlar equipada com quatro motores.

Aventureiro suíço exibe nos EUA roupa de carbono e 
blindagem do tipo kevlar equipada com quatro motores

Um aventureiro suíço, conhecido como 'homem jato', voou perto de um avião em uma exibição nos Estados Unidos. Assista (se necessário, desabilite o bloqueador de pop-ups).

Yves Rossy voou junto com o B-17 usando um traje feito de carbono e uma blindagem do tipo kevlar. O equipamento do suíço também inclui quatro motores.

Este foi o primeiro voo de Yves para o público americano, em um evento de aviação.

O aventureiro conta que consegue dirigir o percurso quando move o corpo. As asas do traje seguem os movimentos do suíço.

O homem-jato compara seu voo a andar de esquis: se você move o corpo em uma curva, você controla para onde vai.

Com a 'jaqueta a jato', o suíço consegue chegar a uma velocidade de mais de 300 quilômetros por hora e mais de 3,5 mil metros de altura.

O traje é controlado por meio de um acelerador que fica na mão de Yves.

Fonte: BBC via G1 - Foto: BBC

Cinco pessoas morrem em queda de helicóptero na Pensilvânia


Acidente está sendo investigado e as causas ainda não foram divulgadas. Cinco pessoas, incluindo uma criança, morreram no sábado (27) após o helicóptero Robinson R66, prefixo N646AG, da empresa Robinson Helicopter Co., cair em uma área arborizada no nordeste da Pensilvânia, confirmaram no domingo (28) autoridades americanas.

De acordo com a Administração Federal de Aviação, os destroços do helicóptero Robinson 66 foram encontradas em uma área em Noxen, cerca de 21 km a oeste de Scranton, na Pensilvânia, na tarde do domingo.

Entre os mortos estão três homens, uma mulher e um menino. Acredita-se que se tratam se um pai e seu filho, um pai e sua filha e o piloto da aeronave. As identidades das vítimas ainda não foram divulgadas.

Um alerta foi emitido após o helicóptero perder contato com o radar de comunicação na noite de sábado. 

Um porta-voz da polícia do estado confirmou diversas mortes mas não pôde fornecer mais informações.

O acidente ainda está sendo investigado.

Fontes: R7, com Reuters / ASN - Foto: cbc.ca

TAM deve demitir até mil pessoas; funcionários protestam em Congonhas

A TAM Linhas Aéreas informou, nesta terça-feira (30), que deve cortar até mil funcionários, entre pilotos, copilotos e comissários. O corte, segundo a empresa, deve compensar a alta dos custos do negócio, com dólar valorizado e o combustível caro.

A empresa aérea afirmou, ainda, que nenhum dos voos programados será afetado. A empresa concluiu, em 2012, o processo de fusão com a chilena LAN, criando a Latam Airlines.

Em resposta ao anúncio, tripulantes da TAM participaram de uma manifestação pacífica no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na tarde desta terça. Segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), cerca de 300 funcionários participaram. A Polícia Militar estima a presença de 60 a 70 pessoas.

O protesto começou na área de embarque de passageiros, seguiu para o saguão do aeroporto de Congonhas, depois passou para a área de desembarque, e retornou ao saguão, onde os manifestantes começaram a se dispersar, segundo a PM.

Número oficial de cortes sai em 1º de agosto

A companhia aérea começou nesta terça-feira (30) a negociação com o sindicato, e disse que o corte "será de menos de 1 mil postos de trabalho", entre pilotos, copilotos e comissários. Não deve haver cortes nas demais áreas da companhia.

O número oficial de demissões e as posições a serem cortadas devem ser definidos em reunião no dia 1º de agosto, segundo o presidente do sindicato, Marcelo Ceriotti, que estima entre 900 e 950 cortes.

O sindicato negocia com a empresa a criação de um programa de demissão voluntária (PDV), com incentivos para funcionários que decidam se desligar da empresa. A proposta está sendo desenhada pela TAM, que se reunirá, a cada dois dias, com representantes dos trabalhadores.

No dia 8 de agosto deve haver uma assembleia da categoria para votação da proposta.

Desde janeiro de 2012, foram 1.500 cortes, calcula sindicato

Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Marcelo Ceriotti, os cortes na TAM fazem parte de um movimento que começou no ano passado, devido à desaceleração econômica do país e à alta do dólar, que fez as empresas reduzirem a oferta de voos domésticos. "Não foi surpresa", disse.

Desde janeiro de 2012, conforme o presidente da SNA, as demissões em todas as aéreas somam 1.500.

O sindicalista acredita que este deve ser o último corte entre as grandes empresas aéreas do país. "A Gol já fez no ano passado, e a Azul nos informa que não será preciso demissão".

Fonte: Maria Carolina Abe (UOL com Reuters)

Após 2 meses, instrutor de avião que caiu no Sul do RJ continua internado

Artur Rodrigues Maio está em um hospital particular de Resende.

Ele estava em um monomotor que teria sofrido pane mecânica.

Cenipa trabalha no avião que caiu em Resende no fim de maio de 2013
Foto: Reprodução/TV Rio Sul

Dois meses após a queda do avião monomotor em Resende (RJ), em 30 de maio de 2013, o instrutor de voo Artur Rodrigues Maio continua internado na cidade. Ele está um hospital particular, que em um boletim médico divulgado nesta terça-feira (30), informou que o instrutor passa bem. "Artur Rodrigues Maio encontra-se fora da UTI há aproximadamente 30 dias, já totalmente recuperado, caminhando pelo hospital, acompanhado de seus familiares, aguardando cirurgia corretiva de fratura facial para alta hospitalar".

Clique AQUI para continuar lendo esta matéria do G1.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Fotógrafo registra destroços de aviões abandonados pelo mundo

Dietmar Eckell viajou 4 continentes em busca de aviões acidentados.

Imagens de 15 aeronaves deram origem ao livro 'Happy End'.

Destroço de aeronave encontrada no Canadá

O fotógrafo alemão Dietmar Eckell viajou nos últimos 2 anos para lugares remotos ao redor do mundo buscando destroços de aviões abandonados. Ao todo, 15 aeronaves foram registradas entre Estados Unidos, Canadá, África e Islândia, para o projeto 'Happy End', e são justamente os "finais felizes" que unem estes destroços encontrados por Dietmar.

Todos os aviões fotografados, apesar de estarem em lugares de difícil acesso, tiveram um pouso forçado sem nenhuma morte a bordo. Os pilotos, comissários e passageiros foram resgatados com vida dos locais onde os destroços se encontram atualmente.

Questionado sobre as dificuldades encontradas durante a execução do projeto, Dietmar minimiza a perda de US$ 10 mil em equipamento e uma perna quebrada, "apenas coisas normais que podem acontecer", disse em entrevista por e-mail ao G1.

"O trabalho 'Happy End' começou por acaso. Para documentar o mundo de cima, aprendi a pilotar um monomotor... Depois de um acidente no deserto de Mojave em que consegui pousar e ser resgatado apenas com uma fratura na perna, tive tempo durante a recuperação para pesquisar na internet outros acidentes sem fatalidades em lugares remotos", conta em trecho do livro.

A publicação do livro 'Happy End' foi financiada por doações via internet. O desenvolvimento do projeto e as histórias das aeronaves podem ser vistos na página do fotógrafo no Facebook.

Destroços de aeronave encontrada no Saara Ocidental

Aeronave encontrada nos Estados Unidos

Resto de avião encontrado no litoral do México, próximo a Puerto Escondido

Destroço de aeronave acidentada na Islândia

Fonte: Guilherme Tosetto (G1) - Fotos: Dietmar Eckell

Em voo de estreia, avião cedido para segurança pública do AP não decola

Aeronave apresentou problemas e não saiu da pista do hangar do governo.

Monomotor foi cedido pela União ao governo do Amapá.

Avião não decolou do hangar do Governo do Amapá

O avião monomotor cedido pela União ao governo do Amapá teve problemas na tentativa de decolagem para um voo de estreia, nesta segunda-feira (29), na pista do hangar do Estado. A aeronave, que foi cedida para a segurança pública do Amapá, iria fazer um sobrevoo com autoridades, mas não chegou a sair do chão.

De acordo com o coordenador do Grupo Tático Aéreo (GTA), delegado Celso Pacheco, a aeronave chegou na sexta-feira (26) em Macapá, após passar por revisão em Brasília. “Houve esse problema que pediu uma regulagem no avião, mas isso acontece”, justificou o delegado, sem dar mais esclarecimentos sobre a pane.

O avião recebeu reparos e tinha previsão de decolagem ainda para esta segunda-feira. O avião já usado pela União, em operações da Polícia Federal, é de modelo Centurion II T210N, PT-WAY (?), e foi cedido ao Estado através de um de Termo de Cooperação Técnica. Em troca, o governo do Amapá ficou responsável em fazer a manutenção da aeronave, e cedê-la à Polícia Federal (PF), quando solicitado.

Além da PF, o avião vai ficar à disposição do Corpo de Bombeiros, GTA e Polícia Militar.

O avião é de asa fixa, e não rotativa, como no caso do helicóptero. O coordenador do GTA afirmou que ainda assim ele poderá ser usado em operações dentro da cidade, “em observação de criminosos, rebelião em presídios e monitoramento de áreas de risco”.

Com a aquisição do monomotor, o GTA volta a ter uma aeronave. Segundo o secretário de Justiça e Segurança Pública, Marcos Roberto, o aluguel do helicóptero utilizado pelo Grupo Tático Aéreo acabou em 2010 e não foi renovado. Sobre a compra de uma aeronave própria, ele garantiu que “até o fim deste ano” vai ser lançada a licitação para adquiri-lo.

Fonte e foto: Abinoan Santiago (G1 AP)

Boeing recomenda inspecionar balizas Honeywell em todos os aviões


O construtor aeronáutico Boeing recomendou a seus clientes que examinem as balizas de emergência da Honeywell, ampliando assim a inspeção deste equipamento a todos os tipos de aviões e não apenas aos 787 Dreamliner.

'A Boeing pede a alguns operadores de 717, 737 NG, 747-400, 767 e 777 que inspeccionem seus aparelhos equipamentos de balizas de localização de emergência de fabricação Honeywell', segundo um comunicado do construtor transmitido nesta segunda-feira à AFP.

A Boeing explica que tomou esta medida depois da recomendação feita pelo Birô de Investigação Britânica sobre os Acidentes de Avião (AAIB) que recomenda que os aviões equipados pela baliza de localização do tipo Honeywell sejam inspecionados'.

Em 18 de julho, a AAIB publicou um relatório preliminar sobre as causas do incêndio ocorrido em um avião em 787 da Ethiopian Airlines em 12 de julho, no aeroporto londrino de Heathrow.

Então o órgão regulador recomendou desativar esta baliza que emite localizações de emergência e que serve para localizar o avião em caso de acidente.

Segundo a AAIB, é a primeira vez que esta baliza, instalada em 6.000 aviões de todo tipo, se envolve e um incêndio.

Contactado pela AFP nesta segunda-feira, um porta-voz da Boeing não precisou o número total de aparelhos afetados. Segundo a imprensa, até 1.200 Boeing estão equipados com estas balizas.

Até o momento, duas companhias, a japonesa ANA e a americana United Airlines, indicaram ter encontrado cabos defeituosos em suas balizas de emergência instaladas na Dreamliner.

Fonte: AFP via G1 - Foto: Reprodução

Nasa testa queda de cápsula espacial com paraquedas a menos; veja vídeo

Nave Orion faz parte de uma nova geração de veículos tripulados.

Primeiro voo-teste para valer está marcado para setembro de 2014.

Foto: Nasa

A agência espacial americana (Nasa) realizou na quarta-feira (24) o décimo teste de paraquedas da cápsula Orion, a 10,6 quilômetros de altitude, no deserto do Arizona, nos EUA. O veículo fará parte de uma nova geração de naves tripuladas, que vão substituir os aposentados ônibus espaciais nos próximos anos. 

Segundo a Nasa, esse foi o teste de maior altitude e melhor pouso já feito por um paraquedas de espaçonave humana desde o Programa Apollo.

O teste demonstrou que a Orion poderia pousar com segurança mesmo se um de seus paraquedas falhasse. O sistema de paraquedas partiu de uma aeronave C-17, e um dos três disponíveis foi cortado de propósito, fazendo a cápsula pousar com apenas dois.

Os cientistas viram como esse defeito poderia afetar os dois paraquedas restantes. A ideia é saber de antemão tudo o que pode dar errado, para que seja corrigido antes de realmente acontecer.

A simulação anterior havia envolvido uma versão de teste da cápsula, que foi lançada a 7,6 quilômetros de altitude, e os paraquedas se abriram a 6,7 quilômetros.

Versão de teste da cápsula Orion cai no deserto do Arizona, nos EUA, 
embora no voo real ela deverá pousar no Oceano Pacífico, em 2014 - Foto: Nasa  

"Quanto mais perto chegamos às condições reais de voo, mais confiança ganhamos no sistema", disse Chris Johnson, gerente de projeto do sistema de montagem de paraquedas da cápsula Orion no Centro Espacial Johnson da Nasa, em Houston, Texas.

"O que vimos hoje – além das falhas que provocamos de propósito – é muito semelhante ao que a Orion vai enfrentar quando voltar do Teste de Exploração de Voo-1, na entrada à Terra, em setembro de 2014", afirmou Johson.

Durante o voo, a Orion vai viajar quase 6 mil km em órbita, até retornar à Terra a uma velocidade de 32 mil km/h. No caminho de volta ao planeta, o sistema de paraquedas vai começar a se abrir a 7,6 quilômetros acima do solo, até a nave cair no Oceano Pacífico.

Clique AQUI e assista o vídeo.

Fonte: G1

Alemão invade base militar, entra em avião e tenta decolagem

A promotoria de Colônia investiga como um jovem conseguiu invadir a área militar do aeroporto local e entrar em um dos aviões utilizados pelo governo da Alemanha para seus deslocamentos.


Vários veículos de imprensa do país divulgaram neste sábado o episódio, que aconteceu na última quinta-feira, sem dar muitas explicações sobre a grave falha de segurança que permitiu que um rapaz de 24 anos conseguisse entrar na aeronave militar.

Segundo o jornal Kölnischen Rundschau, que cita informações da promotoria, o jovem, que supostamente estava sob efeito de drogas, chegou à pista, subiu a escada de um dos aviões estacionados, um Airbus 319, e entrou na cabine do piloto.

O jovem, que está sob custódia policial, chegou a tentar decolar a aeronave. Porém, ativou o transmissor de localização de emergência, que envia um sinal via satélite à torre de controle e a outros aviões para indicar onde o avião está se ocorrer algum problema. O rapaz então se trancou na cabine por duas horas, até que a polícia conseguiu tirá-lo.

A promotoria de Colônia pode acusar o jovem de pôr em risco a segurança do tráfego aéreo e por danos materiais. A Força Aérea alemã dispõe de dois Airbus 319 condicionados especialmente para o uso dos membros do governo da chanceler Angela Merkel, incluindo a própria chefe de Governo.

Embora em 2001 tenha se completado a mudança do governo alemão de Bonn, a antiga capital da Alemanha Ocidental, para Berlim, processo que começou com a reunificação do país, os aviões estatais ainda têm base no aeroporto de Colônia-Bonn, à espera de que seja construído um terminal militar no aeroporto berlinense de Schoenefeld.

Fonte: EFE via Terra - Foto: Foto: Flickr/©Bundeswehr/Schulze

60 dias após queda de avião em Sorocaba (SP), vítima continua procurando responsável


Completaram-se dois meses ontem que um avião de pequeno porte e sem homologação (experimental) caiu no Jardim São Guilherme (confira a reportagem), em Sorocaba, matando piloto, copiloto e condenando parcialmente uma das residências da rua Belmiro Moreira Soares. A casa foi atingida pelas chamas da aeronave e teve a frente interditada pela Defesa Civil. A Polícia Civil está pedindo a segunda prorrogação do inquérito que investiga o caso por mais 30 dias, no momento sem previsão de quando esclarecerá o ocorrido. Já o morador que teve parte de sua moradia condenada, Miguel Aparecido Galdino, 37 anos, continua tentando encontrar o responsável pela aeronave para pedir ressarcimento dos danos. A advogada dele inclusive acionou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na Justiça para que o órgão cumpra o dever de informar a propriedade da aeronave.

O delegado do 8º Distrito Policial que preside o inquérito, Maurício José Orfali, disse ontem que a aeronave seria de pessoa relacionada com a empresa Paupedra Pedreiras, com sede em Guarulhos. Na empresa os funcionários alegaram à reportagem desconhecer alguma relação com a aeronave e disseram que não havia ninguém da diretoria para atender jornalistas ontem.

Orfali declarou que pediu a prorrogação porque está solicitando complementos à perícia para confrontar com os depoimentos tomados. O perito criminal e diretor do Núcleo de Perícias do Instituto de Criminalística (IC) de Sorocaba, José Augusto Marinho Mauad, disse ontem que o novo pedido deve estar em trâmite pela Delegacia Seccional, antes de chegar ao IC, o que o impossibilitava de citar quanto tempo seria necessário para prestar as informações complementares.

A advogada Neusa Norma Mello Valente, contratada por Miguel Galdino para tentar reaver os danos na residência, disse ontem que acionou a Anac na Justiça Federal com uma notificação para atender a solicitação administrativa para a emissão da Certidão de Propriedade e ônus reais da aeronave, que teria feito formalmente no dia 19 de junho. "A entrega da Certidão foi finalizada hoje (29/7), com o envio por meio digital", segundo versão da Assessoria de Comunicação Social da Anac, emitida na noite de ontem para o Cruzeiro do Sul, sobre a prestação de informação para a advogada.

Segundo a Anac, tal certidão é habitualmente entregue em cinco dias úteis. A explicação para o atraso foram divergências nos trâmites adotados pela advogada para solicitar a certidão, inclusive em relação às datas. Alegou também a redução no expediente nos meses de junho e julho pelo órgão que emite a certidão, o Registro Aeronáutico Brasileiro, que está localizado na cidade do Rio de Janeiro, por conta de manifestações civis, jogos da Copa das Confederações e feriados da Jornada da Juventude.

A advogada não foi encontrada na noite de ontem pela reportagem para confirmar se recebeu a certidão com a identidade do proprietário da aeronave. Durante a tarde ela havia explicado que o documento com o nome do responsável pela aeronave é o ponto de partida para tomar ciência se o avião tinha seguro e acionar o responsável para os ressarcimentos.

Miguel Galdino, que começou a demolir a parte danificada da residência com a retirada do telhado, portas e janelas, disse na noite de ontem ter imaginado que algum responsável pelo avião o procuraria assim que ocorreu o acidente. Galdino disse que jamais imaginou que iria enfrentar tanta dificuldade para ser reparado pelo dano.

Fonte: Leandro Nogueira (cruzeirodosul.inf.br)

Acidente de avião com o governador da PB teve falha humana, diz Cenipa

Relatório do Centro de Investigação apontou falha do piloto durante pouso.

Segunda tentativa de pouso foi realizada com trem de pouso recolhido.


O acidente envolvendo o avião que transportava o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, no dia 25 de janeiro deste ano, foi causado por uma falha humana, segundo o relatório divulgado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

O relatório explica que ao pousar no Aeroclube de Campina Grande, o piloto precisou arremeter por ter visualizado um estreitamento da pista após os 500 metros iniciais, de um total de 800 disponíveis. Já no segundo pouso, o avião não estava com o trem de pouso abaixado, causando danos graves na aeronave, mas sem causar ferimentos nos passageiros, de acordo com o Cenipa.

Ainda segundo o relatório, durante o segundo pouso, não foi realizado o chamado 'check list', um procedimento para a certificação da correção dos procedimentos antes de qualquer pouso, o que poderia ter indicado que o trem de pouso não estava abaixado. Também não foram encontrados defeitos na aeronave, descartando a hipótese de falha mecânica.

Outros fatos foram lembrados pelo Centro de Investigação, como o longo tempo que o piloto não realizava pousos no Aeroclube de Campina Grande. Apesar dos 10 anos sem pilotar no local, o Cenipa julgou o tripulante como qualificado e com experiência suficiente para realizar o voo.

Na parte burocrática da investigação ficou comprovado que todas as documentações exigidas estavam dentro da validade. O piloto possuía os documentos e experiência necessários e a aeronave estava com documentação vigente e dentro dos limites de peso e balanceamento.



O acidente

O avião que conduzia o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), sofreu um acidente no final da manhã do dia 25 de janeiro, no distrito de São José da Mata, em Campina Grande. De acordo com a Secretaria de Comunicação, quatro pessoas estavam na aeronave. Além de Ricardo Coutinho estavam o secretário-executivo do Programa de Aceleração do Crescimento, Ricardo Barbosa, o ajudante de ordens, capitão Anderson Pessoa e o piloto da aeronave. Ninguém ficou ferido no acidente.

Clique AQUI para assistir a reportagem.

Fonte: G1 PB - Imagens: Reprodução da TV / G1

Competição maluca tem avião em forma de Gerard Depardieu

Máquina voadora que homenageia ator nacionalizado russo enfrenta aviões em forma de pepino e cenoura.

Máquina voadora em forma de cabeça do ator Gerard Depardieu, francês que se 
nacionalizou russo em protesto contra os impostos altos - Foto: Yuri Kochetkov/EFE

Um avião em formato da cabeça do ator francês Gerard Depardieu, que conseguiu nacionalidade russa para fugir dos impostos altos na França, foi a principal atração na disputa para escolher o melhor avião sem motor em um campeonato realizado em Moscou, no fim de semana.

A competição teve também aviões em formato de pepino, cenoura, porco, cegonha, lata de sardinha e muitas outras formas exóticas. Uma competição semelhante foi promovida pela empresa na cidade canadense de Gatineau, no Quebec.

Clique AQUI e veja mais fotos.

Fonte: Estadão