quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Vôos cancelados e atrasados e extravio de bagagens em Vitória

Na foto: Sagão de espera do teminal de vitória lotado de passageiros por causa dos vôos cancelados e atrasados

A segunda-feira (24) foi tumultuada no aeroporto de Vitória. Todos os vôos da tarde e da noite sofreram atrasos de no mínimo 1h30, de acordo com a Infraero. Os passageiros também tiveram que enfrentar outro problema quando desembarcavam na capital capixaba, o extravio das bagagens. Só na parte da manhã 12 vôos foram cancelados.

Depois de quase cinco horas de atraso, passageiros do vôo TAM 3362, que saiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos às 8h45, chegaram em Vitória às 15 horas. Por conta do mal tempo na capital capixaba o avião deles teve que ser desviado para o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e lá, todos tiveram que trocar de aeronave. Ao chegarem no aeroporto Eurico Sales, em Goiabeiras, eles foram comunicados por funcionários da TAM, que as bagagens haviam ficado na capital fluminense.

Revoltados com a situação, todos se aglomeraram num guichê da sala de desembarque e cercaram funcionários da companhia aérea. Revoltada por estar viajando desde a manhã de domingo (23), a dentista Patrícia De Bortoli, que estava na França, registrou a insatisfação dela nos balcões da Infraero, Anac, além da TAM.

"A gente paga tão caro por uma passagem para acontecer uma palhaçada como essa. Mas tinha que acontecer mesmo é nessa 'rodoviária de interior', como é parecido o aeroporto de Vitória. Não tive problema em nenhum aeroporto do do exterior por onde passei. Foi só chegar no Brasil para o desrespeito começar", disse revoltada a dentista.

Os funcionários da TAM prestaram atendimento aos passageiros dentro da sala de desembarque. Além do atraso do viagem, cada um teve que aguardar cerca de meia hora para ter a situação resolvida. A companhia aérea confeccionou um boletim de ocorrência para cada passageiro, comprometendo-se a entregar as bagagens nas residências ou nos hotéis onde ficariam hospedados no Estado.

Fonte: Gazeta Online - Foto: Letícia Cardoso

Um comentário:

timinuto disse...

A consultora ambiental Priscila Cardoso chegou ao aeroporto de Vitória nesta quinta-feira, às 20h, após 1h de atraso no vôo. Na esteira, notou que sua bagagem não viera.
Feita uma "notificação"junto à empresa Gol, fora informada que a referia bagagem seria localizada e entregue à passageira na manhã do dia seguinte.
Mais de 24h e 3 idas ao aeroporto, a consultora permanece com a mesma roupa que viajara, sem pertences pessoais, material de trabalho, etc.
Como se não bastasse o desgaste da situação, a passageira tem tido gastos, comprando produtos de higiene pessoal e roupas íntimas.
Priscila havia marcado na agenda, 2 entrevistas de emprego, nas quais precisou comparecer vestida inadequadamente, visto que todas as suas roupas e sapatos estavam na mala extraviada. Além de precisar faltar um evento junto ao governador, a ser realizado domingo pela manhã.
Procurando orientação e informações, Priscila apenas consegue conversar com funcionários do guichê da empresa. Os supervisores se negam a conversar com a mesma e lhe passam números de telefone impossíveis de serem contactados.

Até agora a única notícia que tem sobre sua situação é que "A Gol está tentando encontrar sua bagagem, senhora."