quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Aconteceu em 23 de setembro de 1983: 112 mortos em explosão por bomba em voo da Gulf Air

Na sexta-feira, 23 de setembro de 1983, o Boeing 737 -2P6, prefixo A4O-BK, da Gulf Air (foto acima), partiu do Aeroporto Internacional de Karachi, no Paquistão, para realizar o voo 771 com destino a Abu Dhabi , Emirados Árabes Unidos, levando a bordo cinco tripulantes e 107 passageiros. 

Entre os passageiros, havia 96 cidadãos paquistaneses, muitos retornando aos empregos em Abu Dhabi e Bahrein depois de passar o feriado de Eid al Adha com suas famílias no Paquistão. Havia também sete passageiros do Reino Unido, um dos Estados Unidos e um do Irã.

Quando a aeronave estava se aproximando do Aeroporto Internacional de Abu Dhabi , uma bomba explodiu no compartimento de bagagem. 

O avião caiu no deserto perto de Jebel Ali entre Abu Dhabi e Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Todos os cinco membros da tripulação e 107 passageiros morreram.

Corpos jazem em mortalhas brancas esperando para serem transportados de avião em um local do voo da Gulf Air de Karachi para Abu Dhabi que caiu perto de Jebel Ali - Foto: Gulf News

A investigação foi realizada pelo American National Transportation Safety Board (NTSB), e eles divulgaram um relatório de 400 páginas sobre suas descobertas, que não foi publicado imediatamente na região do Golfo Pérsico. 

O relatório foi revelado em setembro de 1987 pelo político britânico Sir Dudley Smith, sob pressão dos pais da aeromoça britânica Lyn Farthing, que morreu no acidente. 

O relatório incluiu uma descrição dos últimos momentos na cabine, incluindo uma descrição do capitão de Omã Saoud Al Kindy orando enquanto o avião mergulhava no deserto. 

A reportagem mencionou que tudo a bordo do voo estava perfeitamente normal e transcrições de voz mostravam a tripulação conversando entre si. Um perguntou ao outro se estava de serviço no dia seguinte, ao que ele respondeu "Não, amanhã tenho um dia de folga". Isso foi seguido por uma interrupção repentina e a gravação mostrou os pilotos fazendo uma tentativa frenética de controlar o avião.

Foi relatado que um passageiro que despachou a bagagem em Karachi, mas nunca embarcou no avião.

A bomba foi aparentemente plantada pela Organização Abu Nidal (em homenagem ao próprio Abu Nidal), para convencer a Arábia Saudita a pagar dinheiro de proteção a Nidal, a fim de evitar ataques em seu solo.

Certificados de óbito emitidos para os passageiros a bordo mostraram a causa da morte como asfixia . 

Fontes: Wikipedia / ASN - Imagens: Reprodução

Hoje na história: 23 de setembro de 1913 — Roland Garros efetua a primeira travessia do Mediterrâneo em um avião

Roland Garros, 'l’homme qui flirtait avec les nuages' ("O homem que flertou com as nuvens").

No dia 23 de setembro de 1913, o pioneiro da aviação francesa, Roland Garros, entrou para a história ao realizar a primeira travessia aérea, sem escalas do Mediterrâneo, em 7h53m, apesar de problemas com o motor quando sobrevoava a Córsega. 

A aventura dele começou na cidade de Fréjus, na costa sul da França. Restavam-lhe cinco litros de combustível quando pousou em Bizerte, na Tunísia. 

Tenista e ciclista amador, naquele mesmo ano (1913) conseguiu estabelecer um novo recorde de altitude, atingindo 18.410 pés, e um ano depois, com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, alistou-se voluntariamente nas forças aéreas do exército francês. 

Sua perícia nas nuvens não impediu que realizasse em 1915 um pouso de emergência na Alemanha, onde foi capturado. Permaneceu durante três anos em um campo de prisioneiros, mas conseguiu fugir usando um uniforme do inimigo. 

Depois de passar pela Holanda e pelo Reino Unido, voltou a Paris e retomou o combate. Pilotava um SPAD S.VII, mas um Fokker D VII das forças inimigas o abateu e ele morreu em 1918, quando não tinha completado 30 anos.

Pioneiro também no desenvolvimento de um sistema de metralhadoras que permitia disparar através das hélices o avião, após a morte foi ganhando reconhecimento. Mort pour la France – distinção nacional em honra aos caídos em combate e oficial da Legião de Honra, em 1928 foi homenageado para sempre. 

Um ano antes, seus compatriotas René Lacoste, Henri Cochet, Jacques Brugnon e Jean Borotra – conhecidos como Os Quatro Mosqueteiros do tênis francês – derrotaram os Estados Unidos na Copa Davis, em uma série decidida na Filadélfia. 

Para sediar a final, a Federação Francesa de Tênis (FFT) decidiu construir um estádio em menos de um ano, muito perto da Porte d’Auteuil, que recebeu o nome de Roland Garros.

Fontes: history.uol.com.br / El Pais - Foto: Wikimedia Commons

Avião é consumido pelo fogo após pouso forçado em fazenda de Novo Progresso (PA)


Segundo informações, era volta de 15h30 de quarta-feira (23), quando o avião monomotor Neiva EMB 710C "Carioca", prefixo PT-NDL, teve realizar um pouso forçado e pegou fogo. 

O acidente ocorreu em uma propriedade rural aproximadamente 1km da pista da pedreira no município de Novo Progresso, no estado do Pará.

Conforme apuração da reportagem do Jornal Folha do Progresso que esteve no local , a aeronave da empresa “Metralha” tinha acabado de  decolar da pista da pedreira, carregado de óleo diesel, houve falha mecânica, o piloto teve que pousar na pastagem, saiu ileso, não teve vítimas. Um animal (bovino) foi decolado pela hélice do avião.


De acordo com informações da ANAC, a aeronave se encontra com seu Certificado de Aeronavegabilidade cancelado.


Fonte: Jornal Folha do Progresso via 
oimpacto.com.br - Fotos: 
Jornal Folha do Progresso (atualizado em 24.09.20 às 18h00 com os dados da aeronave e a informação da Anac)

Notícias do Dia


ANAC abre inscrições para curso de introdução a Auditor de Segurança (USOAP)

MTur celebra reconhecimento internacional de Galeão e Guarulhos

Embraer assina acordo e vai pagar benefícios aos demitidos até junho de 2021

Latam cogita corte de mais 1,2 mil empregos e avalia bases do Rio e Porto Alegre

Primeiro Airbus A330 Rosa da Azul Linhas Aéreas não está mais estocado

ANAC começa a elaborar a Agenda Regulatória para 2021-2022

Defensores dos animais exigem só comida vegana nos voos para lugar nenhum

'Anjos que cruzaram meu caminho', diz mãe que recebeu doação de passageiros em voo com o filho doente

Fim da Linha: Último gigante avião Airbus A380 já foi montado

Gripen E FAB 4100 realiza primeiro acionamento de motor e taxi em Navegantes

Caça sueco Gripen fará primeiro voo no Brasil esta semana

Governo decide acelerar estudos para privatizar os aeroportos Santos Dumont e Congonhas antes das atualizações de 2022

Urubus continuam causando perigo à aeronaves no aeroporto de Manaus (AM)

FAA e EASA emitem alerta sobre líquido utilizado para conservar motor do Airbus A320neo

Companhias aéreas trocam passageiros por carga para sobreviverem à pandemia

Latam prorroga transporte gratuito de profissionais de saúde até 31 de outubro

Azul terá 110 voos diários em Campinas a partir de outubro

Alitalia volta com voos para o Brasil em 15 de dezembro

Dia 5 de outubro é o “Dia D” para a Avianca Holdings, da Colômbia

Senado aprova indicado para integrar organismo internacional de aviação civil

Da pandemia às contas. Estes são os cinco desafios do novo CEO da TAP

Companhia aérea alega erro em site, cancela passagens e brasileiros pedem ajuda para voltar ao país

TAP é condenada por não informar critérios de entrada em país estrangeiro durante a pandemia

Empresa aérea deve indenizar cliente por cancelamento de voo

A indenização de R $ 10 milhões após acidente de helicóptero no shopping Piratas, em Angra

Porta-aviões HMS Queen Elizabeth embarca 14 caças F-35B da RAF e do USMC

O futuro da aviação embarcada da China

Mais um jato AF-1 da Marinha modernizado pela Embraer

China diz que aeronaves espiãs dos EUA se disfarçaram de aviões civis mais de 100 vezes em 2020

Fotos: 3 aviões de decolagem vertical projetados na União Soviética

Aeronaves anti-submarinas Y-8 da China entram na ADIZ de Taiwan

Força Aérea da China tira do ar propaganda acusada de usar imagens de filmes americanos

Airbus freta Antonov 124 para levar satélite que será lançado dos Estados Unidos

Pentágono está próximo de implementar IA em larga escala

Avião que levava vice-presidente dos EUA colide com ave e retorna a aeroporto

Aeronave levava Mike Pence de volta a Washington após comício para as eleições de novembro. O vice e sua equipe passam bem.

Avião que levava o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, no aeroporto Manchester-Boston em New Hampshire, após se chocar com um pássaro nesta terça (22) — Foto: Charles Krupa/AP Photo

O Boeing C-32 (757-200) da Força Aérea dos EUA que levava o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, voltou a um aeroporto em New Hampshire nesta terça-feira (22) após se chocar com uma ave ao decolar, disse a Casa Branca.

Em comunicado, o governo dos EUA disse que o piloto decidiu pelo retorno por precaução, e que a aeronave pousou de volta sem problemas. Um funcionário do governo disse à agência Associated Press que nem Pence nem qualquer outro passageiro do avião correram riscos.

Pence estava em um comício de campanha na cidade de Gilford. Ele disputa a reeleição como vice-presidente na chapa de Donald Trump. Com o problema no voo, o republicano e sua equipe retornarão a Washington em outro avião.

Fontes: G1 / CNN / nypost.com / ASN - Fotos: AP