sábado, 28 de novembro de 2009

Ultraleve cai em Brasília e rompe rede de alta tensão

Os dois ocupantes da aeronave tiveram ferimentos leves nesta sexta.

O piloto ainda está internado, sedado, devido a problemas cardíacos.





Um ultraleve caiu nesta sexta-feira (27) à tarde em uma área ao lado do camping de Brasília, no bairro da asa norte. No impacto, quase partiu ao meio. Os bombeiro isolaram a área. O piloto, de 60 anos, e o passageiro, de 57 anos, foram socorridos com ferimentos na cabeça e levados para o hospital de base.

Antes de cair, o ultraleve RV-9 A, prefixo PU-PAL, rompeu uma rede de alta tensão, atingiu a rua que passa na frente do camping e só parou em uma árvore, cerca de 100 metros da cabeceira da pista de pouso. Partes do trem de pouso ficaram na rua.

Segundo o presidente da associação de pilotos de ultraleve de Brasília, a aeronave estava com a manutenção em dia e fazia um voo local, que costuma ser sobre o parque nacional da cidade. Ele espera que a perícia da aeronáutica aponte as causas do acidente. "Seguramente houve um problema no momento do pouso," disse.

O piloto está internado no centro cirúrgico do hospital de base. Ele não teve ferimentos graves, mas, como tem problemas cardíacos, está sedado e respira com a ajuda de aparelhos. O passageiro foi transferido para um hospital particular e está fora de perigo. Como houve feridos, a polícia civil também vai investigar o caso.

Fonte: G1 - Foto: Maíra Morais/JBr

3 comentários:

Equipe Reabilitação Total disse...

Eu passei no local logo apos o acidente, muita sorte deles.

Anônimo disse...

Meu padrasto, fiquei sabendo pela net do q aconceteu. É mole?

Anônimo disse...

O passageiro que nesta reportagem esta como "fora de risco" faleceu no Hospital Santa Luzia mais ou menos 10 dias apos o acidente e o irresponsavel do piloto ta vivo !!!