terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Helicóptero da Polícia Militar do Pará cai no rio Tocantins

Em virtude do comentário da leitora Dany, pesquisei mais sobre o acidente envolvendo o helicóptero citado como sendo um aparelho utilizado no PAN e doado pelo Governo Federal ao Estado do Pará. Baseado nas informações dos principais veículos de comunicação do Pará e no comentário da leitora, retifico a notícia.

O helicóptero 01 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Pará (Graer) caiu, na tarde de quinta-feira (11), no rio Tocantins, próximo à praia do Meio, na região do município de Itupiranga, no sudeste paraense. De acordo com informações da PM, cinco militares estavam a bordo da aeronave. Eles foram socorridos e não correm risco de morte.

A equipe ajudava nas buscas por bandidos que assaltaram uma agência do Banco do Brasil, em Itupiranga, na manhã de ontem (10). "Eles sobrevoavam a região para tentar localizar os assaltantes e quando retornavam para Marabá, aconteceu o acidente", disse o coronel Carlos Augusto de Oliveira, comandante regional da PM.

Segundo informações do coronel, uma pane no helicóptero teria obrigado o piloto, o major Róbson Wilson dos Santos, a realizar um pouso forçado na água.Junto com o piloto estavam o capitão Ricardo Bruno de Freitas Almeida (co-piloto); os cabos Antônio Carlos Magalhães e Denílson Pereira Costa, do Comando de Missões Especiais (COE); e o major José da Costa e Silva Filho, do 4º Batalhão da PM de Marabá. Os militares conseguiram nadar até serem socorridos por ribeirinhos.

Em seguida, os militares foram resgatados por uma equipe do Corpo de Bombeiros que participa da operação Tucuxi, no rio Tocantins. Lanchas do Exército também ajudaram no resgate. Os militares foram encaminhados ao Hospital Regional de Marabá, onde receberam atendimento médico e estão em observação.

Perícia

A Governadora Ana Júlia Carepa esteve no hospital e acompanhou o atendimento médico aos militares. O Corpo de Bombeiros segue para o local do acidente para demarcar a área. Na sexta-feira (12), uma balsa iria ajudar a retirar a aeronave que está no fundo do rio.

A Polícia Militar registrou a ocorrência do acidente na Infraero de Marabá. Uma perícia deve ser realizada no helicóptero para atestar as causas do acidente.

Fontes: Agência Pará de Notícias / Diário do Pará (editado em 17/12/2008 às 23:44 hs.)

A notícia anterior era:

Helicóptero do Pan cai no Pará

Um helicóptero Esquilo caiu no rio Tocantins durante uma perseguição da PM do Pará a um assaltante de banco, na quinta-feira passada. Seis policiais militares estavam à bordo, mas conseguiram se salvar.

A aeronave doada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) ao governo do Pará custou R$ 6 milhões e esteve parada por oito meses no aeroporto de Jacarepaguá até seguir para o norte do país. Quase enferrujou por falta de uso. Não tinha sequer combustível.

Informações da imprensa local, dão conta que os militares conseguiram nadar e foram socorridos por ribeirinhos. Os PMs receberam cuidados médicos e, segundo as últimas notícias, passam bem.

Fonte: Extra Online

Um comentário:

dany disse...

SOBRE ESSA NOTÍCIA,SO QUERIA DIZER QUE,A AERONAVE QUE CAIU NO RIO TOCANTINS NÃO ERA Á DO "PAN" MAS SIM DO GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ E DO GOVERNO FEDERAL ESTA EM REVISÃO DE 500 HORAS NA HELIBRÁS!