terça-feira, 6 de maio de 2008

Objetos de empresários ingleses são encontrados em destroços de avião

Aeronave com quatro ingleses e dois brasileiros desapareceu na tarde desta sexta-feira (2).

Buscas serão retomadas nesta quarta-feira, quando a maré estiver baixa no litoral baiano.


As equipes de buscas encontraram, nesta terça-feira (6), alguns objetos pessoais dos empresários ingleses e dos dois tripulantes brasileiros nos destroços do avião bimotor que desapareceu na tarde desta sexta-feira (2) na Bahia. O material foi localizado na praia de Barra Grande, no litoral baiano.

Pertences dos ocupantes de avião desaparecido são encontrados nos destroços (Foto: Reinaldo Ferreira do Sacramento/Divulgação)

Em nota, a Força Aéra Brasileira (FAB) informou que o trabalho de buscas foi encerrado às 18h30 por causa da escuridão no local. Ainda de acordo com o documento, as equipes devem retornar à região na manhã desta quarta-feira (7).

Os policiais militares que ajudaram nas buscas esperam encontrar mais peças do avião, os passageiros ingleses e os dois tripulantes brasileiros quando a maré estiver mais baixa.

O Consulado Britânico no Brasil informou que não foram encontrados sobreviventes. As famílias dos empresários, que estão no Brasil e no Reino Unido, já foram avisadas sobre a localização dos destroços.

Segundo o soldado Eugênio Silva Santos, da 4ª Companhia da Polícia Militar de Itacaré, parte do tanque de combustível e outras peças do bimotor foram levadas de avião para o Aeroporto de Ilhéus. "A localização aconteceu por volta das 9h. Não achamos sobreviventes e nem corpos, apenas uma espécie de pochete, que já foi identificada como um pertence de um dos empresários ingleses."

A operação de buscas foi recomeçada às 7h desta terça-feira. A FAB reforçou o trabalho com mais uma aeronave. Agora são dois aviões e um helicóptero da corporação em Ilhéus. A Marinha também enviou uma embarcação para fazer uma triagem no mar.

Além da FAB e da Marinha, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar apóiam o trabalho, que já dura cerca de 88 horas. O bimotor desapareceu por volta das 17h50 de sexta-feira.

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) já começou as investigações no local.

Editoria de Arte/G1

Passageiros

O avião bimotor transportava quatro empresários ingleses e tinha dois brasileiros como tripulantes. O grupo pretendia sobrevoar ilhas na Baía de Todos os Santos. Antes de embarcar no avião, os ingleses tentaram alugar um helicópetro. O piloto da empresa Henrimar Helicópteros abortou a decolagem por falta de condições de vôo. Em seguida, o grupo optou por voar de Salvador para Ilhéus com o avião bimotor, da empresa Aero Star.

Fonte: G1

Um comentário:

THIAGO RODRIGUES disse...

É BOA SORTE PARA ELES ,SE OS CARAS AINDA ESTIVER VIVO,É MUITA SORTE E AINDA NA AGUA SALGADA,O RISCO É MUITO GRANDE DE DESESPERO E CANÇASSO FISICO DE TANTO NADAR,PÉ DIFICIL MAS BOA SORTE P/ELES.