sexta-feira, 15 de maio de 2009

Copa Airlines mantém operações dos voos a partir de e para o México

Companhia aérea opera frequências a partir de e para Cancún, Guadalajara e Cidade do México

A Copa Airlines, subsidiária da Copa Holdings SA, reconhece a importância do mercado do México e expressa sua solidariedade com as autoridades e a população do país. Por isto, a companhia aérea informa que manterá suas operações a partir de e para Cidade do México, Cancún e Guadalajara, para prestar o melhor atendimento a todos os seus clientes e passageiros em São Paulo.

Para a Copa Airlines, é fundamental manter o intercâmbio comercial e turístico que promove o desenvolvimento sustentável dos países da região. É por isso que continuará oferecendo aos clientes e passageiros suas opções de voo de São Paulo para estas três importantes cidades mexicanas, por meio de nosso centro de conexões no Panamá, o Hub das Américas.

"Nossa prioridade é o bem-estar e a segurança de nossos colaboradores e passageiros. A Copa Airlines está preparada e trabalha em conjunto com as autoridades para assegurar que medidas preventivas sejam tomadas para minimizar o risco de contágio de influenza humana A (H1N1)", destaca Alexandre Camargo, diretor da Copa Airlines no Brasil. "Em momentos como este, é essencial apoiar e contribuir para o bem-estar social e econômico do México, além de garantir, a passageiros e clientes no Brasil, facilidades para viajar rumo aos destinos que operamos no México", acrescenta.

A Copa Airlines tem colocado em prática todas as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades para enfrentar o vírus da gripe suína A (H1N1). Além disso, as modernas aeronaves operadas pela companhia aérea exibem avançados sistemas de circulação que proporcionam altos níveis de qualidade do ar.

A Copa Airlines reafirma seu compromisso com os cidadãos do México e agradece a nossos clientes e passageiros do Brasil pela preferência.

Para mais informações sobre os protocolos de segurança adotados e políticas de isenção de multa por cancelamento de viagem, site: www.copaair.com

Perfil da Copa Holdings

A Copa Holdings, por meio de suas subsidiárias Copa Airlines e Aero República, é uma das companhias líderes na aviação comercial e de carga América Latina. A Copa Airlines oferece atualmente 144 voos diários para 45 destinos em 24 países nas Américas do Norte, Central, do Sul e do Caribe. Além disso, a Copa Airlines garante aos passageiros acesso a voos para mais de 120 destinos internacionais, por meio de acordos de code-share com a Continental Airlines e outras empresas aéreas. Dos Estados Unidos, a Copa opera frequências sem escalas para o Panamá: 20 vezes por semana a partir de Miami; diariamente de Nova York e Los Angeles; cinco vezes por semana de Washington D.C.; e 13 vezes por semana de Orlando. A Aero República, segunda maior companhia aérea da Colômbia, atua em 12 cidades locais e conecta o Hub das Américas da Copa Airlines e seus voos de Bogotá, Bucaramanga, Cali, Cartagena, Medellín e Pereira.

Fonte: Portal Fator Brasil

TAP hipotecou vendas de bilhetes até 2016 e recebeu 228 milhões

A TAP celebrou com a Tagus, Sociedade de Titularização, um contrato de cessão de créditos futuros referente às vendas de passagens aéreas "nas suas diversas linhas e rotas" até 2016, o que permitiu à companhia aérea encaixar 228,6 milhões de euros.

A operação foi fechada a 29 de Dezembro de 2006, último dia útil desse ano, e permitiu à transportadora encaixar 228,8 milhões de euros. A factura começou a ser paga em Março deste ano e estende-se até 2016, noticiou hoje o “i”.

"É uma forma de financiamento. Se for bem feito não é grave, o problema é quando se recorre a estas operações em desespero e a TAP está falida", comenta João Cantiga Esteves, professor do ISEG Instituto Superior de Economia, questionado sobre a operação. "Se já estão a securitizar bilhetes que vão vender até 2016, então as coisas podem estar bem complicadas, é altamente preocupante", comenta o economista ao “i”.

A companhia aérea desdramatiza, sublinhando que a cessão de créditos "não tem efeito nos resultados". Fonte oficial da TAP apontou que a hipoteca de receitas futuras "se tratou de um dos empréstimos que foram efectuados aproveitando um momento favorável no mercado financeiro, tendo a forma utilizada sido vantajosa em relação a outras alternativas". Objectivo? "Reforço de tesouraria e fazer frente a investimentos programados", como a compra de cinco aviões Airbus A330. 2006 foi também o ano em que a TAP fechou a compra da Portugália por 140 milhões de euros.

Fonte: Jornal de Negócios Online (Portugal)

Planck, o telescópio espacial que quer descobrir o futuro do Universo

Clique sobre a imagem para ampliá-la

Qual será o futuro do Universo?

Enquanto o Herschel vai olhar para os primeiros instantes do Universo, o telescópio espacial Planck tem a preocupação oposta. Sua principal missão será estudar como o Universo se desenvolverá, como ele irá mudar e com o que se parecerá no futuro.

Sem uma bola de cristal, contudo, ele começará aprendendo com o passado, olhando para trás no tempo, menos de 400.000 anos depois do surgimento do Universo, cerca de 14 bilhões de anos atrás.

O nome do telescópio é uma homenagem ao físico alemão Max Planck, ganhador do Prêmio Nobel em 1918 por seus estudos sobre a radiação. Além de cientista brilhante, Planck foi o maior responsável por retirar Einstein do anonimato da sua função de funcionário público e tornar seus trabalhos famosos mundialmente.

Radiação Cósmica de Fundo

Enquanto o Herschel tenta capturar esse passado usando as fontes de radiação infravermelha, o Planck quer enxergar o Universo de um outro "ponto de vista", captando as emissões de micro-ondas. A radiação de micro-ondas tem comprimentos de onda maiores do que a radiação infravermelha, e não vem de objetos frios - ela foi gerada pela sopa primordial de partículas geradas após o Big Bang e que vieram dar ao nosso Universo a sua conformação atual. Esta é a chamada radiação cósmica de fundo.

A radiação cósmica de fundo é uma espécie de brilho do Big Bang. Essa luz decaiu para micro-ondas à medida que o Universo se expandia ao longo dos 13,7 bilhões de anos que se seguiram desde o seu surgimento.

Os instrumentos do telescópio Planck irão medir as variações de temperatura na radiação cósmica de fundo com uma sensibilidade, resolução angular e amplitude de frequências nunca antes atingida, permitindo a composição de uma imagem do Universo quando este tinha apenas 380 mil anos.

Expansão do Universo

Medindo minúsculas variações nessa radiação, o telescópio Planck traçará um novo retrato do Universo - sua idade, composição, tamanho, massa e geometria. E dirá muito sobre a sua expansão inicial - acredita-se que o Universo aumentou de tamanho 100 trilhões de trilhões de vezes em apenas um trilhão, de trilhão, de trilionésimo de segundo.

E, mesmo não estando diretamente interessado em objetos extremamente frios, o Planck será ainda mais frio do que o Herschel - seus instrumentos funcionarão a 0,1 K. Ele utiliza um sistema inovador de resfriamento usando escudos irradiadores voltados para o espaço profundo, o que permite alcançar temperaturas de cerca de 60 K. A seguir, um sistema de três refrigeradores criogênicos, um colocado dentro do outro em sequência, baixam a temperatura dos sensores de imagem do Planck para apenas um décimo acima do zero absoluto.

Espelho de fibra de carbono

O espelho do telescópio espacial Planck tem 1,5 metro de diâmetro, mas é opticamente mais complexo do que o o espelho do Herschel, que tem 3,5 metros, com um projeto que evita a entrada de luz indesejável no interior do sensores.

O espelho foi construído com um plástico reforçado com fibras de carbono, um compósito leve utilizado na fabricação de antenas para satélites artificiais e artigos esportivos. Como esse material não pode ser polido como o vidro, foi construído um molde com uma precisão superficial de 5 micrômetros, sobre o qual o material de carbono foi aplicado fibra por fibra. O formato final do espelho garante que toda a radiação que o alcança é corretamente focalizada para os sensores criogenicamente resfriados.

O telescópio Planck inteiro mede 4,2 metros de altura por iguais 4,2 metros de diâmetro.

Retrato do futuro

Capturando as emissões da radiação cósmica de fundo com uma precisão inédita, o Planck permitirá que os cientistas calculem parâmetros como a curvatura do espaço-tempo e a participação da energia escura, da matéria escura e da matéria comum na distribuição da massa e da energia no Universo.

As incertezas sobre os valores de cada um desses parâmetros deverá ser diminuída para menos de 1%, o que permitirá projeções que deem noções sobre a evolução do Universo e sobre como ele deverá se parecer no futuro.

Segundo os pesquisadores, o Planck coletará dados 15 vezes melhores do que o melhor telescópio de micro-ondas atual, o WMAP (veja: O que existia antes do Big Bang?).

Instrumentos científicos do Planck

O espelho do telescópio Planck dirige a radiação de micro-ondas capturada para dois instrumentos:

LFI

O LFI (Low Frequency Instrument) é um conjunto de 22 receptores de rádio localizado no pano focal do telescópio. O equipamento irá mapear o céu em três frequências, de 30 a 70 GHz.

HFI

O HFI (High Frequency Instrument) é um conjunto de detectores bolométricos também localizado no plano focal do telescópio. Ele irá imagear o céu em seis frequências, entre 100 GHz e 857 GHz.

LINKS:

Planck NASA
Planck ESA

Fonte: Site Inovação Tecnológica - Imagem: ESA (by AOES Medialab)

Conheça o Herschel, o maior telescópio espacial já lançado

O maior telescópio espacial do mundo - clique na imagem para ampliá-la
O seu nome oficial é Observatório Espacial Herschel, mas ele atenderá bem por telescópio espacial ou ainda por telescópio de infravermelho Herschel. O nome é uma homenagem ao astrônomo britânico William Herschel, que descobriu a radiação infravermelha em 1800. Ele também foi o descobridor do planeta Urano e de suas luas.

Com seu espelho de 3,5 metros de diâmetro, o Herschel é o maior telescópio espacial já lançado, sendo quase quatro vezes maior do que o atual telescópio de infravermelho da NASA, o Spitzer. O telescópio como um todo mede 7,5 metros de altura e 4,5 metros de diâmetro. Ele conseguirá "olhar" para os momentos iniciais logo após o Big Bang com uma precisão que os cientistas hoje podem apenas sonhar.

Radiação infravermelha

A radiação infravermelha - essencialmente calor - consegue atravessar as poeiras e os gases interestelares que escondem objetos e corpos celestes dos telescópios ópticos, permitindo que os astrônomos observem regiões onde se formam estrelas, os centros das galáxias e até mesmo galáxias envoltas em enormes nuvens de poeiras e gases, que praticamente não emitem luz visível.

A atmosfera terrestre bloqueia a maior parte dos comprimentos de onda da radiação infravermelha, além de gerar ela própria radiação desse tipo. Ou seja, tentar observar o universo com um telescópio de infravermelho localizado no solo seria mais ou menos como olhar estrelas ao meio-dia.

Enxergando o calor, e o frio, do universo

O principal objetivo do telescópio espacial Herschel será estudar a formação de planetas, estrelas e galáxias e investigar como esses fenômenos se inter-relacionam.

"Como nossa visão esteve tão limitada até agora, nós podemos esperar uma enormidade de descobertas, de novas moléculas no espaço interestelar até novos tipos de corpos celestes," diz Paul Goldsmith, um dos cientistas da missão.

Ao contrário do que possa parecer, a capacidade para enxergar a radiação infravermelha não fará do Herschel um ás da observação de objetos quentes - esses, na verdade, emitem energia radiante, ou luz, o que os faz brilhantes e facilmente visíveis. Ao contrário, o Herschel será capaz de detectar emissões de calor extremamente tênues que, no senso comum, muito bem poderiam ser chamadas de "emissões de frio."

Os objetos mais frios do universo, como as estrelas e as galáxias em processo de formação, além da própria poeira interestelar, aparecem como manchas escuras quando são fotografadas por telescópios ópticos - que captam a luz visível. Desta forma, os astrônomos não sabem o que está acontecendo em seu interior.

Mas nos comprimentos de onda maiores - como as ondas infravermelhas e aquelas na faixa submilimétrica, ou terahertz - os objetos frios brilham e ganham destaque. O Herschel será capaz de detectar a radiação emitida por objetos com uma temperatura de -263º C (10 K).

Para observar tais corpos frios, os sensores do próprio telescópio devem ser extremamente frios. O Herschel leva 2.300 litros de hélio superfluido, capaz de manter seus instrumentos apenas 1,65° C acima do zero absoluto (1,65 K). Mas dois dos seus instrumentos serão ainda mais frios: graças a uma combinação de equipamentos de resfriamento, em que um dispositivo de criogenia é inserido dentro do outro, sua temperatura chegará a 0,3 K.

No lado escuro da Terra

O telescópio Herschel levará cerca de dois meses até atingir sua órbita estável, no chamado Ponto de Lagrange L2, um ponto de estabilidade gravitacional localizado atrás da Terra em relação ao Sol, o que significa que ele estará sempre no lado noturno da Terra. Isso permitirá que ele tenha uma visão do céu sempre escuro, sem dos distúrbios da radiação e da gravidade do Sol, da Terra e da Lua.

Espelho segmentado

Para conseguir lançar um telescópio espacial tão grande quanto o Herschel, os cientistas tiveram que desenvolver uma nova técnica para a construção do seu espelho. O vidro seria pesado demais para se fazer um espelho de 3,5 metros de diâmetro para ser lançado ao espaço.

A solução foi construir doze grandes segmentos de um material cerâmico chamado carbeto de silício (SiC). Em vez dos moldes tradicionalmente utilizados na fabricação de espelhos e lentes grandes, os módulos do espelho do Herschel foram literalmente assados em um forno, para depois serem unidos.

O resultado é um conjunto que pesa apenas 300 quilogramas, um terço do espelho principal do Hubble, mesmo sendo quase duas vezes maior em termos de área.

Instrumentos científicos do Herschel

O telescópio de infravermelho Herschel, que será lançado no mesmo foguete que levará o telescópio espacial Planck, é formado por três instrumentos científicos:

PACS

O PACS (Photodetector Array Camera and Spectrometer) é uma câmera e espectrômetro de média e baixa resolução capaz de detectar comprimentos de onda até 205 micrômetros. Ele utiliza detectores bolométricos - sensores de calor - em sua câmera e dois conjuntos de sensores fotocondutores em seu espectrômetro.

SPIRE

O SPIRE (Spectral and Photometric Imaging Receiver) é uma câmera e espectrômetro para captar comprimentos de onda acima dos 200 micrômetros. Ele utiliza cinco sensores para capturar imagens infravermelhas: três para capturar imagens em três diferentes "cores" do espectro infravermelho e dois para analisar integralmente os grandes comprimentos de ondas infravermelhas sendo emitidas pelos objetos observados.

HIFI

O HIFI (Heterodyne Instrument for the Far Infrared) é um espectrômetro de altíssima resolução que pode obter informações sobre a composição química, a cinemática e o ambiente física das fontes de emissão da radiação infravermelha.

LINKS:

Herschel NASA

Herschel ESA

Fonte: Site Inovação Tecnológica - Imagem: ESA (by AOES Medialab)/ background: Hubble Space Telescope, NASA/ ESA/ STScI

Satélites Herschel e Planck a caminho das origens do universo

Clique sobre a foto para ampliá-la

O lançamento de um foguete Ariane 5 na manhã desta quinta-feira (14), da base de Kourou, na Guiana Francesa, pôs em órbita o maior telescópio espacial de todos os tempos, o Herschel, da Agência Espacial Européia, ESA.

O equipamento tem um espelho principal uma vez e meia maior do que o do Hubble, o supertelescópio da Nasa.

Esse foi o trigésimo lançamento bem-sucedido da ESA.

O foguete também transportou outro telescópio espacial, o Planck durante o seu voo de apenas meia hora.

Os dois telescópios vão recolher informações sobre a formação das galáxias e das estrelas e sobre o Big Bang, a grande explosão que teria dado origem ao universo.

Assista o lançamento do foguete Ariane 5:



Fontes: BBC / AFP

Astronauta da Atlantis manda mensagens pelo Twitter

O astronauta Michael Massimino, que está a bordo da nave espacial Atlantis, entrou na onda do Twitter e começou a disparar mensagens diretamente do espaço. (Acesse o twitter do astronauta aqui).

"Estou me acostumando a viver no espaço", afirmou Massimino em um post publicado nesta quarta-feira (13). Até a tarde de hoje, o astronauta já tinha aproximadamente 250 mil seguidores.

Considerada de alto risco pela Nasa, a missão envolvendo a Atlantis tem o objetivo de reparar e modernizar o telescópio Hubble. A nave foi lançada na segunda-feira do Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

Fonte: Diário do Grande ABC

O que é Twitter?

Rede social baseada em mensagens instantâneas curtas, de até 140 caracteres (o tamanho médio de uma mensagem de celular), foi o primeiro site a popularizar o conceito de 'microblogging'.

A idéia inicial do Twitter era permitir que os usuários informassem, de maneira rápida, o que estavam fazendo no momento em que navegavam pela internet.

Atualmente, a ferramenta é usada também para coberturas jornalísticas em tempo real.

Como fazer um twitter?

É muito fácil e rápido fazer seu twitter:

1º Entre no site

Crie sua conta

3º Comece a seguir amigos, blogueiros e famosos

4º Quer responder uma twittada legal: coloque @usuariodapessoa no começo da sua mensagem e envie seu recado.

Curiosidade sobre o twitter:

• O conceito do Twitter foi desenvolvido em meados dos anos 90 pelo programador americano Jack Dorsey. Inicialmente, o projeto foi criado para rastrear o "status", a localização de mensageiros e taxistas.

• O nome "Twitter" é uma referência à onomatopéia em inglês "tweet" - aquele som feito por passarinhos pequenos.

• O Twitter deslanchou em 2006, quando Jack Dorsey firmou parceria com Biz Stone e Evan Williams (fundador do Blogger).

• O Twitter foi lançado oficialmente no dia 21 de março de 2006, às 13h02 (horário da Califórnia, EUA).

• O Twitter popularizou o termo "baleiou", usado pelos internautas brasileiros quando uma página da Internet sai do ar devido ao grande fluxo de acessos. No início, quando o Twitter saía do ar, aparecia uma página de erro ilustrada por uma baleia carregada por passarinhos. Apelidada de "Fail Whale" ("Baleia Falhou"), a imagem foi criada pela designer chinesa Yiying Lu.

• No Twitter, quando uma mensagem é publicada, ela é enviada a todos os usuários que acompanham o perfil em questão. Essas pessoas são chamadas de "followers" ("seguidores"). O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é a pessoa com mais seguidores do Twitter: 409 mil.*

• O brasileiro com o maior número de seguidores no Twitter é o jornalista e apresentador do CQC Marcelo Tas - cerca de 22.500 mil usuários* seguem seu perfil. Em março de 2009, o jornalista envolveu-se em polêmica depois que o "The Wall Street Journal" publicou uma matéria relatando um acordo entre Tas e a Telefônica, segundo o qual ele seria pago para escrever 20 tweets por mês falando sobre a empresas. Twitteiros acusaram Tas de fazer "tweet pago" e iniciaram uma campanha de boicote ao seu perfil. RESPOSTA DO TAS

• Em uma entrevista ao twitter a cantora Madonna declara que está solteira , a cantora teria abandonado Jesus por ter visto fotos dele com uma modelo, via Twitter claro.

Fonte: Mundo Afora

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Projeto Falcoaria é apresentado em Porto Alegre

Aeroporto Salgado Filho vai utilizar falcões para reduzir os riscos de acidentes provocados por colisões das aeronaves com pássaros

Conforme noticiado pela Avião Revue no início do ano, o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), a exemplo do terminal aéreo de Belo Horizonte (MG), vai utilizar falcões para diminuir as chances de colisões entre pássaros e aeronaves.

O Projeto Falcoaria, apresentado na semana passada pela Superintendência da Infraero, tem por objetivo reduzir o perigo aviário entre 20% e 24%. “No ano passado, tivemos 25 relatos de colisões com aves, sem gravidade e sem o registro de que tipos de aves participaram dos eventos”, informou a superintendente regional da empresa, Lia Segaglio.

O número é considerado pequeno em relação aos 72.445 pousos e decolagens realizados. Mesmo assim, situações como essas podem causar atrasos de voos, além de danos nas aeronaves, lesões ou óbitos em caso de acidentes.

O projeto, que faz parte do Plano de Gestão de Segurança Operacional do aeroporto, começou com a realização de estudos ornitológicos, que detectaram os quero-queros e garças como as aves mais presentes no sítio aeroportuário.

O biólogo e falcoeiro Luis Gustavo Trainini, responsável pelo Projeto Falcoaria, informa que serão usados três tipos de predadores no trabalho. “Estamos treinando 11 aves, das espécies falcão-peregrino, falcão-de-coleira e gavião-asa-de-telha, que melhor se adaptaram para a realização desse serviço”, explica. Ele salienta que o objetivo é espantar as outras aves, e não realizar uma caçada.

Fonte: Correio do Povo via Fernando Fischer (Avião Revue)

Aves impõem perigo ao Aeroporto Marechal Rondon (MT)

Foto ilustrativa

Dados do Centro de Prevenção de Acidentes, que realiza levantamento de informações aeroportuárias de todo o Brasil, já registrou este ano ao menos três acidentes entre aviões e aves de pequeno porte no aeroporto internacional Marechal Rondon. Os casos impõe o alerta permanente na área. Durante todo o ano de 2008 ocorreram oito acidentes envolvendo aves.

Para o encarregado de Preservação e Emergência do Marechal Rondon, Odenir Sales Rodrigues, os números não são considerados alarmantes. Mas quem trafega pela Avenida da FEB, que fica no entorno do aeroporto, observa que há um número considerável de aves na região, especialmente na cabeceira da pista, num alerta de perigo nos ares.

De acordo com o encarregado, um acidente de grandes proporções decorre de uma associação de fatores como a velocidade da aeronave, as condições do trecho da colisão e o tamanho da ave. “Como são aves de pequeno porte, o risco de acidente grave é praticamente nulo aqui”, ameniza Odenir. No entanto, pondera, a preocupação para evitar colisões é uma constante. Por isso, explica o encarregado, há um trabalho de monitoramento preventivo de colisões aéreas, que é feito por meio do Plano de Gerenciamento de Perigo da Fauna (PGPF).

O encarregado afirma que para amenizar as colisões, o PGPF conta com diretrizes como o corte de grama acima de 15 centímetros no entorno do aeroporto, limpeza e drenagem de valas existentes nas proximidades do Marechal Rondon e o monitoramento num raio de 20 quilômetros. Além disso, destaca Odenir, uma equipe técnica composta por biólogo e fiscais de pátio e de segurança realiza vistorias no mesmo raio em que é feito o monitoramento pelo menos duas vezes ao ano.

O objetivo, salienta, é detectar alguma plantação indevida ou depósito de lixo clandestino. A última vistoria foi realizada no final de 2008. Segundo Odenir, nenhum atrativo para as aves foi identificado. “O nosso trabalho também conta com o apoio da população, que pode realizar denúncias pelo telefone (65) 3614-2509. Já recebemos algumas, mas nada foi confirmado”.

Atuante na área da aviação há 22 anos, o comandante Marcius Francisco Julio afirma que as colisões entre aves e aeronaves são freqüentes. Ele mesmo já sofreu um acidente no momento da decolagem. “Naquele dia foi um urubu que bateu no pára-brisa e trincou o vidro. Mas as aves mais comuns são a coruja e o quero-quero”, afirma o comandante.

Segundo o comandante, a orientação repassada aos pilotos, co-pilotos e comandantes de voos é estar sempre atento para avistar esses animais e, quando perceber a presença de um, procurar elevar ou curvar o avião e repassar as coordenadas do incidente à torre. “Ao notar a possibilidade de uma colisão, a ave tende a fechar as asas e mergulhar, como se estivesse em queda livre. Quando o piloto curva ou eleva o avião, ele reduz as chances de colisão”, explica.

Fonte: Dana Campos (Diário de Cuiabá)

Jobim: terá concessão, e não privatização, de aeroportos

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, descartou hoje a privatização da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), ao ser questionado sobre a proposta de cisão e privatização da estatal de infraestrutura aeroportuária proposta por um estudo encomendado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

"O que está decidido exclusivamente é a Anac fazer uma formatação do processo de concessão de aeroportos que não é a privatização. O presidente da República (Luiz Inácio Lula da Silva) já decidiu que faríamos a concessão de Viracopos (em Campinas, SP), do Galeão (no Rio de Janeiro) e depois a concessão para a construção de um novo aeroporto em São Paulo", disse o ministro.

Estudo

A Anac entregará em julho ao Ministério da Defesa proposta de um modelo de concessões de aeroportos à iniciativa privada. Para elaborar essa proposta, a agência vem analisando estudos e sugestões de especialistas no setor aeroportuário. A assessoria de imprensa da Anac destaca que não há ainda nenhuma decisão sobre o que será apresentado ao ministro Jobim.

Entre os estudos, está a proposta de cisão da Infraero, que administra 67 aeroportos brasileiros, em subsidiárias que teriam seu capital aberto e, em uma etapa posterior, seriam privatizadas. O estudo sugere ainda que o governo faça antes disso uma reestruturação do marco regulatório do setor, consolidando regras que permitam uma competição efetiva, inclusive com a possibilidade de a iniciativa privada construir aeroportos.

De autoria dos pesquisadores Eduardo Fiúza, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e Heleno Pioner, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o trabalho traça uma extensa radiografia do setor aeroportuário brasileiro.

A agência reguladora recebeu essa missão em outubro de 2008, após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinar estudos para concessão à iniciativa dos aeroportos de Viracopos e do Galeão. O estudo alerta que é temerário que o setor público repasse à iniciativa privada os dois aeroportos, sem antes ter uma avaliação precisa sobre como os aeroportos deficitários sobreviverão sem os subsídios cruzados de recursos originados dos aeroportos superavitários.

Para ilustrar o tamanho do problema, os pesquisadores comparam o desempenho econômico dos aeroportos administrados pela Infraero entre 2002 e 2007. Os aeroportos de Guarulhos (SP) e Viracopos (SP) foram os únicos que demonstraram ser superavitários e plenamente sustentáveis. Dependendo dos cálculos e da metodologia, também entram nessa lista os aeroportos de Congonhas (SP), Manaus, Navegantes (SC), Fortaleza e Ilhéus (BA).

Embora o futuro modelo de concessão de aeroportos possa influenciar a atuação da Infraero, a assessoria da Anac esclareceu que o processo de concessão não vai interferir diretamente na empresa. A assessoria lembrou que a reestruturação e o destino da estatal aeroportuária serão definidos após a conclusão do trabalho de uma consultoria independente que será contratada por licitação conduzida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A licitação para contratação da consultoria foi aberta no início de março de 2009 e ainda não foi concluída. A consultoria, após ser escolhida, terá até 2010 para apresentar suas conclusões.

Fonte: Pedro Dantas (Agência Estado)

Armas e ajuda humanitária seguem nos mesmos aviões na África

Transportadores aéreos que entregaram armas nas zonas de conflito em África levaram também ajuda humanitária para estas regiões, segundo o Instituto Internacional de Investigação para a Paz.

Num estudo divulgado na terça-feira (12), o Instituto afirma que 90 por cento das companhias aéreas identificadas no tráfico de armas foram utilizadas para ajuda humanitária por agências das Nações Unidas, países membros da União Europeia e da NATO e de importantes ONG.

"Assim, por exemplo, as missões de manutenção de paz da ONU no Sudão continuaram a utilizar aparelhos explorados pela companhia Badr Airlines (sudanesa) mesmo depois da recomendação do Conselho de Segurança da ONU de proibir esta companhia por ter violado o embargo às armas", segundo o relatório.

O Instituto cita outras companhias africanas envolvidas no tráfico de armas: Astral Aviation, African International Airlines e Trans Attico, uma companhia registada no Sudão.

Várias sociedades de segurança privadas norte-americanas utilizaram transportadores aéreos e fretaram aparelhos "implicados no tráfico de armas a favor de milícias qualificadas pelo governo norte-americano de ´terroristas´, segundo o Instituto.

Assim, a sociedade Dyncorp, que assiste o governo norte-americano em matéria de segurança, é citada neste relatório como tendo utilizado a companhia Aerolift, acusada em 2006 pelo Conselho de Segurança de envolvimento no comércio de armas destinado a uma milícia islamita do Sul da Somália, o grupo Al-Shahab. Este grupo foi acrescentado por Washington em Março de 2008 à lista de organizações terroristas por alegadas relações com a rede terrorista Al-Qaida.

O relatório do Instituto acrescenta que os transportadores aéreos envolvidos em operações de manutenção de paz e da ajuda humanitária contribuíram também para transportar matérias "sensíveis em zonas de conflito" como a cocaína, diamantes, metais preciosos.

Um dos autores do relatório, Mark Bromley, escreve que uma aplicação mais rigorosa das regras de segurança aéreas pode ter um papel crucial para conter o fluxo de armas para zonas de conflito em África.

"O nosso estudo, disse, mostra que as companhias citadas nos relatórios como estando envolvidas no tráfico de armas têm fracas referências ao nível de segurança". "A regulação em matéria de segurança aérea é o seu calcanhar de Aquiles, acrescenta, e pode ter o mesmo efeito que as acusações de evasão fiscal a Al Capone".

Fonte: Agência Lusa via Expresso (Portugal)

Procura pelas empresas do grupo Lufthansa caiu 5,6% no 1º quadrimestre

As companhias aéreas que integram o grupo alemão Lufthansa, que além da alemã Lufthansa inclui a suíça Swiss, tiveram uma queda do tráfego de passageiros em 5,6% no primeiro quadrimestre, que provocou uma descida da taxa de ocupação em 3,0 pontos, para 74,5%, uma vez que a redução de capacidade ficou em 1,8%.

A informação divulgada na terça-feira (12) indica que a queda do tráfego ocorreu pelas descidas em 6,6% na Lufthansa Passenger Airlines, que inclui a Lufthansa e a Lufthansa Regional, e em 1,0% na Swiss.

A companhia suíça foi, porém, a que teve a maior queda da taxa de ocupação, em 3,5 pontos, para 74,4%, uma vez que a redução da procura ocorreu face a um aumento de capacidade em 3,7%.

Para a Lufthansa Passenger Airlines o grupo indica uma queda da taxa de ocupação em 2,9 pontos, 74,5%, porque embora a procura tenha baixado mais acentuadamente que na Swiss, também a capacidade foi 3% menor.

Em número de passageiros, o grupo indica uma queda em 5,6%, para 20,93 milhões, com quedas de 6,7% na Lufthansa Passenger Airlines, para 16,82 milhões, e 0,6% na Swiss, para 4,1 milhões.

A informação para o mês de Abril mostra uma queda do número de passageiros menos acentuada que para o conjunto do quadrimestre, indicando que foi de 4,6%, para 5,888 milhões, pela queda em 6,1% na Lufthansa Passenger Airlines, para 4,729 milhões, parcialmente compensada por um aumento em 2,1% nos voos da Swiss, para 1,159 milhões.

Em Abril, o grupo Lufthansa teve uma queda do tráfego (em RPK, do inglês para passageiros x quilómetros percorridos) em 4,5% face a uma redução da capacidade (em ASK, do inglês para lugares x quilómetros percorridos) em 1,0%, provocando uma descida da taxa de ocupação em 2,8 pontos, para 75,6%.

A taxa de ocupação dos voos da Lufthansa Passenger Airlines baixou 2,7 pontos, para 75,1%, pela queda da procura em 5,6% face a uma redução de capacidade em 2,2%.

Nos voos da Swiss, a ocupação baixou 3,4 pontos em Abril, para 77,7%, apesar do tráfego ter crescido 2,1%, porque a capacidade teve um aumento superior, em 4,8%.

A grupo indicou que em Abril a Lufthansa Passenger Airlines operou 54.890 voos, menos 8,2% que no mês homólogo de 2008, e a Swiss fez 11.521, mais 3,8% que um ano antes.

No quadrimestre, a Lufthansa Passenger Airlines soma 206.934 voos, menos 5,5% que há um ano, e a Swiss tem um aumento em 1,9%, para 43.872.

Fonte: PressTur (Portugal)

American Airlines anuncia planos de operar Boeing 757 em rotas internacionais


As rotas que devem ser operadas com o 757 incluem Miami a Salvador e Recife.

Os passageiros a bordo do vôo 172 da American Airlines, que liga Nova Iorque (JFK) e Bruxelas (BRU), foram os primeiros a experimentar a recém repaginada aeronave internacional Boeing 757 em um vôo transatlântico na última quinta-feira.

A American está reconfigurando 18 das 124 aeronaves Boeing 757 que utiliza em voos internacionais. Com novas poltronas, novos itens do interior da cabine e atualização dos sistemas de entretenimento a bordo, a reconfiguração das aeronaves, cujo término está programado para o final desse ano, proporcionará aos clientes uma experiência de viagem internacional mais confortável.

“Com a remodelação, a frota de Boeings 757 da American Airlines estará mais adequada para servir algumas rotas internacionais”, afirmou Lauri Curtis, Vice-Presidente de Serviços a Bordo da American. Agora, a cabine da classe executiva, com configuração de poltronas 2-2, possui 16 poltronas e descanso de braços completamente reclináveis, um dos maiores espaços de trabalho do segmento devido a capacidade de descolamento lateral das bandejas integradas, um novo sistema de áudio e vídeo on-demand que oferecem mais de 28 filmes, mais de 33 horas de programação de TV, 16 estações de radio, 50 CDs, 15 jogos interativos, além de novos toaletes.

Já a cabine da classe econômica, com 166 lugares em uma configuração 3-3, ganhou novas poltronas, toaletes, monitores LCD em substituição aos monitores CRT, e servidores de mídia digital, que oferecerão mais qualidade ao entretenimento visual e sonoro oferecido durante os voos.

A frota internacional de aeronaves 757 operará em algumas rotas transatlânticas e latino-americanas. As rotas estão sujeitas a alterações, mas devem incluir Nova Iorque a Barcelona, Paris e Bruxelas; Boston a Paris e Miami a Salvador e Recife.

Atualizações de projetos já anunciados

A American Airlines, membro fundadora da oneworld Alliance®, continua investindo em produtos e serviços que fazem com que viajar pela American seja confortável e conveniente. Seguem abaixo as atualizações de projetos de renovação anteriormente anunciados: Boeing 737 - Desde 14 de abril, a American recebeu quatro novas aeronaves Boeing 737-800, as primeiras das 76 que devem ser entregues durante o primeiro trimestre de 2011. As cabines de primeira classe e classe econômica da aeronave possuem novos assentos que visam aumentar o espaço e o conforto do passageiro, compartimentos superiores de bagagem ampliados e um sistema de entretenimento a bordo que inclui 20 monitores de LCD suspensos ao longo da cabine.

Todas as poltronas da primeira classe possuem uma tomada de energia de 110V, e, na classe econômica, há duas tomadas para cada três poltronas para que todos os passageiros tenham acesso à energia elétrica. No futuro, esse modelo de aeronave contará com o serviço de Internet a bordo Gogoâ, da AirCellâ, que oferece aos clientes acesso a Internet, e-mails e mensagens instantâneas durante o voo. Os novos itens serão instalados na frota de 77 aeronaves 737-800 da American, que eventualmente substituirão as cerca de 270 aeronaves MD-80 da companhia.

Boeing 777

A American finalizou recentemente a remodelação de suas 47 aeronaves Boeing 777, que operam, principalmente, voos entre os Estados Unidos e o Reino Unido, Japão, China, Índia e América Latina.

As alterações incluem a padronização da cabine de primeira classe com as acomodações do Flagship Suites, as preferidas dos passageiros. A cabine da classe executiva agora traz a nova geração de poltronas totalmente reclináveis com descansos para braços também reclináveis e sistema de entretenimento de áudio e vídeo on-demand em cada assento, que oferece 37 filmes, mais de 78 horas de programação de TV, 14 estações de rádio, 50 CDs e 15 jogos interativos.

Boeing 767-300

Há menos de dois anos, a American Airlines finalizou a remodelação de sua frota de 58 aeronaves Boeing 767-300. Agora os clientes de classe executiva usufruem uma moderna e renovada cabine com poltronas totalmente reclináveis, descansos para braços reclináveis e sistema de entretenimento individual de áudio e vídeo on-demand no assento, com 28 filmes, mais de 33 horas de programação de TV, 16 estações de rádio, 50 CDs e 13 jogos interativos.

Com cinco motores independentes, as novas poltronas proporcionam aos clientes uma flexibilidade inimaginável. Além disso, as funções de deslocamento lateral e união das bandejas oferecem aos passageiros mais mobilidade para trabalhar e fazer refeições durante o voo. A American utiliza as aeronaves Boeing 767-300 em muitos voos transatlânticos e em alguns voos nos Estados Unidos e na América Latina.

Boeing 767-200

A American planeja finalizar as atualizações de sua frota de 15 aeronaves 767-200, que operam, principalmente, voos de longa distância como Nova Iorque - São Francisco e Los Angeles - Miami até meados de 2009. A remodelação inclui a instalação de uma poltrona adicional na primeira classe, elevando para 10 a capacidade de passageiros. A capa das poltronas, dos descansos de braços e de pés da primeira classe serão substituídos, assim como a capa das poltronas da classe executiva. Além disso, as aeronaves contarão com um visual mais claro e luminoso com a troca dos carpetes e paredes laterais.

Novos monitores LCD substituirão os monitores CRT e um servidor contendo arquivos de mídia digital oferecerão mais qualidade ao entretenimento em áudio e vídeo oferecido durante o voo. Em rotas longas, sistemas de entretenimento a bordo individuais nos assentos de primeira classe e classe executiva 28 filmes, mais de 33 horas de programação de TV, 16 canais de áudio, 50 CDs e 10 jogos interativos. As aeronaves em questão foram as primeiras a receber o serviço de acesso à Internet a bordo Gogoâ da Aircell, que possibilita que os passageiros da American permaneçam conectados durante a viagem.

Boeing 757

Voos domésticos: As atualizações nas 106 aeronaves Boeing 757 que operam voos domésticos serão iniciadas esse ano e incluem a instalação de duas novas poltronas na primeira classe, totalizando 24 poltronas de primeira classe por aeronave. Além disso, 89 dos 106 aviões também receberão novas paredes laterais para se adequarem aos outros 17, cujas paredes já foram substituídas.

As novas poltronas e as novas paredes laterais proporcionam um visual mais claro e luminoso. Como nas 18 aeronaves 757 que operam voos internacionais, estas terão os monitores LCD em substituição aos monitores CRT, além de um servidor contendo arquivos de mídia digital, que oferecerá maior qualidade ao entretenimento em áudio e vídeo oferecido durante o voo.

Perfil da American Airlines

A American Airlines, American Eagle e a American Connection servem mais de 250 cidades em 40 países, com uma média de 3.400 mil vôos diários. A frota das três linhas aéreas soma mais de 900 aeronaves. O premiado site da American, AA.com, oferece aos usuários fácil acesso para pesquisar tarifas e reservar passagens aéreas, além de notícias personalizadas, informações e ofertas de viagem. A American Airlines é membro fundadora da oneworld® Alliance, que agrega alguns dos mais reconhecidos e importantes nomes da indústria da aviação, permitindo oferecer aos passageiros mais serviços e benefícios que qualquer outra companhia aérea poderia oferecer por conta própria. Juntos, os membros da aliança servem mais de 700 destinos em mais de 140 países e territórios. A American Airlines, Inc. e a American Eagle, Inc. são subsidiárias da AMR Corporation. A American Airlines, American Eagle, American Connection, AA.com, We know why you fly e AAdvantage são marcas registradas da American Airlines, Inc. (NYSE: AMR).

Fonte: Portal Fator Brasil

SP mantém multa de R$ 10 mi à Infraero por Congonhas

A gestão do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), manteve multa de R$ 10 milhões à Infraero por funcionamento, sem licença ambiental, do Aeroporto de Congonhas. Os argumentos contrários apresentados pela estatal em defesa e recurso não foram aceitos. A empresa argumenta que todos os esforços estão sendo feitos para obter a autorização. A Infraero tem cinco dias para recolher o valor da multa (atualizado) sob pena de ser incluída na dívida ativa do Município e ser cobrada judicialmente.

Segundo o despacho de ontem no Diário Oficial da Cidade, não há mais possibilidade de recurso administrativo. A exigência de licenciamento pode levar a adaptações no aeroporto que minimizem o impacto ao ambiente, segundo Pedro Py, membro da Câmara Técnica de Legislação Urbanística da Prefeitura. ?Pensa-se no barulho, na radiação emitida, na aglomeração de pessoas. A licença é mais que necessária.? A multa havia sido aplicada em 2008.

De acordo com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, a Infraero apresentou Estudo/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) dentro do prazo e evitou novas cobranças. O processo de licenciamento ambiental está em andamento. A Infraero diz ter sido multada por não apresentar o EIA/Rima mesmo estando em processo de contratação do estudo. O andamento da licitação, diz, foi comprometido por novas exigências, de 2007. A empresa diz ser sua a iniciativa de obter o licenciamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Agência Estado

Helicóptero furtado em Atibaia é recuperado em Chapecó

A Polícia Civil, através da Central de Operações Policiais (COP) de Chapecó, recuperou na madrugada deste último sábado (9), um helicóptero modelo Esquilo AS 350 B2, prefixo PT-YRA, que havia sido furtado num dia anterior, da cidade de Atibaia/SP.

O setor de investigação recebeu a informação de que uma aeronave clandestina estava realizando voos sobre os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul sem as devidas autorizações legais da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. A partir das informações obtidas e do contato com a Polícia Civil de São Paulo, foi confirmado que o proprietário da aeronave havia comunicado o furto às autoridades paulistanas.

Após confirmação, a equipe de investigação do COP de Chapecó buscou informações na região Oeste do Estado e no Rio Grande do Sul, onde descobriram que a aeronave estava em rota de Santo Ângelo/RS com destino ao aeroporto de Chapecó, local onde o helicóptero foi encontrado. De acordo com o Delegado Wanderson Alves Joana, o piloto e os passageiros foram localizados em um hotel da cidade e levados até a Central de Polícia para prestar depoimento. “O piloto afirmou que tinha um contrato dizendo que ele poderia operar a aeronave, porém ele voou em território não permitido. Conseguimos devolver a aeronave ao dono ainda na tarde daquele sábado”, concluiu.

Fonte: Correio da Ilha via AtibaiaNews - Foto: divulgação

GOL cria ligação entre Cuiabá, Goiânia, Belo Horizonte e Recife

A GOL Linhas Aéreas criou um novo serviço para os clientes de Cuiabá (MT), que agora têm opção de ir a Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG) e Recife (PE) sem necessidade de conexão.

Além disso, os horários dos voos 1684 e 1685 foram alterados para beneficiar, principalmente, os clientes que viajam a trabalho pela GOL e agora têm alternativa de saída pela manhã e opção de retorno no mesmo dia.

A Companhia atende os destinos seis vezes por semana, de segunda a sexta-feira, além de oferecer uma frequência durante o fim de semana, com saída no sábado e retorno no domingo. A operação também permite conexões para outros destinos operados pela GOL a partir de Belo Horizonte.

Fonte: Aviação Brasil

Atoleiro pode marcar fim da missão Spirit em Marte

A equipe de engenheiros e cientistas do Spirit suspendeu temporariamente as tentativas de mover o robô

As cinco rodas que ainda funcionam do robô de exploração de Marte Spirit, da Nasa, estão deslizando em solo macio, e já afundaram meio diâmetro, informa a agência espacial.

A equipe de engenheiros e cientistas do Spirit suspendeu temporariamente as tentativas de mover o robô, e passaram a estudar o solo ao redor do equipamento e a planejar simulações que serão executadas por um robô de teste que está no laboratório de Propulsão a Jato (JPL), na Califórnia.

"O Spirit está numa situação muito difícil", disse John Callas, gerente de projeto dos dois robôs gêmeos, Spirit e Opportunity, no JPL. "Estamos prosseguindo de modo metódico e cauteloso. Podem se passar semanas antes de tentarmos mover o Spirit novamente".

Projetados para operar em Marte por três meses, Spirit e Opportunity vêm funcionando há cinco anos, e já percorreram distâncias muito maiores que as previstas em seu projeto.

Os problemas de "mau comportamento" que o Spirit vinha manifestando no início de abril - amnésia, panes de computador, falhas de comunicação - não ocorreram nas últimas três semanas, embora a causa das dificuldades ainda não tenha sido encontrada.

Fonte: estadao.com.br - Imagem: NASA

Aeroporto de São Luis adota medidas contra gripe suína

A Vigilância Sanitária de São Luis adotou medidas de alerta contra a Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína. No porto e aeroporto da cidade, ações determinadas pelas autoridades de saúde foram implementadas.

Como medidas de prevenção, estão sendo distribuídos folhetos informativos sobre a nova gripe.

No Aeroporto Internacional Cunha Machado, o trabalho de informação e orientação está sendo feito a passageiros e tripulantes das aeronaves. Apesar o aeroporto não receber voos internacionais, passageiros de voos domésticos recebem a orientação.

Na sede da Vigilância Snitária Portuária de São Luis todos os técnicos estão em estado de alerta. A ordem do governo federal é agir com rigor na inspeção dos navios que utilizam o porto da cidade.

Ari Henrique Costa, da vigilância sanitária do porto e aeroporto de São Luis, disse que toda a movimentação está sendo inspecionada. "Nenhum passageiro ou carga é liberado sem antes passar pela fiscalização", disse em entrevista à TV Imirante.

Fonte: Portal Amazônia (com informações da TV Imirante - AL)

OceanAir premia finalistas e Top Winner no Rio

Pedro Sorrentino e Renato Aranha, do Comercial da OceanAir com os top winners

A OceanAir promoveu ontem, no Rio Scenarium, no Rio de Janeiro, a premiação do grande vencedor Top Winner e dos 19 finalistas do Workshop On-Line OceanAir Rio de Janeiro, realizado no Portal PANROTAS na semana passada. A Top Winner foi Mariana Melo, da Fox Tur, que também ganhou um pacote com acompanhante para Florianópolis. Os outros 19 agentes ganharam passagens para qualquer destino operado pela companhia saindo do Rio (veja a lista completa dos agentes vencedores).

O objetivo do evento, que foi o primeiro workshop on-line regional específico para um mercado promovido pela OceanAir, foi capacitar os agentes sobre a nova malha da companhia a partir do aeroporto carioca Santos Dumont. Os voos já estão no sistema com tarifas especiais de lançamento.

O coquetel ficou lotado e contou com a presença dos mais de 600 agentes inscritos no workshop. Na ocasião foi realizado um quiz entre os presentes com o sorteio de quatro passagens aéreas. Os ganhadores do quiz foram Ney Lousada, da PM Travel, Aline Lopes, da AL Turismo, Newton Pessoa, da Elitravel, e Patrícia Brandão, da RPT. Os agentes de viagens ainda puderam se divertir ao som da bateria da escola de samba da Mangueira.

A ação foi considerada um sucesso pelo diretor-executivo da OceanAir, Renato Pascowitch. “O Rio é um mercado estratégico, que com a nova malha tornou-se principal hub de distribuição da companhia. Com os novos voos do Santos Dumont, ampliamos a nossa malha aérea em 17,2%. Por isso decidimos repetir especificamente para o mercado carioca uma ação que foi sucesso no ano passado”, disse. De acordo com Pascowitch já existem planos para a realização de workshops regionais on-line em Porto Alegre, Brasília e São Paulo.

Na ocasião, o superintendente Comercial da OceanAir, Renato Aranha, anunciou uma novidade: a partir do segundo semestre haverá a integração do cartão de relacionamento Amigo da companhia, com o programa de relacionamento da Avianca, o Avianca Plus. As empresas passarão a oferecer o benefício conjunto.

Fonte: Felipe Niemeyer (Panrotas)

South African Airways Cargo ganha prêmio internacional

A South African Airways Cargo (SAAC), empresa aérea de cargas da South African Airways, recebeu o prêmio de "Melhor Empresa Aérea de Cargas da África em 2009", promovido pela Air Cargo News (ACN), em cerimônia que aconteceu em Londres.

Há 26 anos, a Air Cargo News premia empresas aéreas de cargas, baseando-se em votos recebidos de Agências de Cargas de todo o mundo. O Prêmio Air Cargo News reflete a satisfação dos clientes e é fiscalizado pela British International Freight Association (Associação Britânica de Cargas Internacional). A SAA Cargo recebeu o maior número de votos na categoria "Melhor Empresa Aérea de Cargas da África", pelo segundo ano consecutivo.

"Ficamos muito honrados em receber esse prêmio internacional. É muito importante, pois a votação foi feita entre nossos clientes que nos têm acompanhado ao longo dos anos. É muito encorajador perceber que a visão de sermos a empresa líder de transporte entre a África e o mundo tenha dado frutos", comentou Justice Luthuli, Chefe da SAA Cargo.

"Sem dúvidas, o prêmio aumentará a nossa confiança e nos incentivará a continuar revendo nossas estratégias e a incrementar os nossos sistemas de TI, a fim de garantir aos nossos clientes a oferta de soluções de cargas aeporto-a-aeroporto com um alto nível de segurança e confiabilidade nos serviços de transporte aéreo de cargas", disse Luthuli.

Fonte: Mercado & Eventos

Companhia aérea despe funcionários e vira sucesso no YouTube

Oito pessoas trocaram uniformes por corpos pintados.

Diretor-executivo está entre protagonistas da campanha.


Até aqueles que não conheciam a companhia aérea Air New Zealand podem se interessar por uma nova campanha da empresa: lançado nesta semana na TV da Nova Zelândia, o comercial virou sucesso no YouTube e já soma mais de 350 mil cliques. Nele, oito funcionários da companhia aparecem nus, apenas com os corpos pintados.

Aeromoça aparece sem roupa, somente com o corpo pintado

Entre os peladões está Rob Fyfe, diretor-executivo da companhia. Os protagonistas aparecem como carregadores de mala e membros da tripulação – suas partes íntimas, no entanto, são sempre cobertas por malas, balcões ou carrinhos. Tudo isso ao som da animada música “Under My Skin”, cantada pela neozelandesa Gin Wigmore.

Tripulação trocou uniformes por corpos pintados

Segundo o “Telegraph”, a campanha tem o objetivo de passar a ideia que a empresa não tem nada a esconder. Focada na venda de passagens baratas, a companhia não faz como concorrentes que cobram taxas por serviços extras, como transporte de bagagens, check-in feito no aeroporto e bebidas. A BBC afirma que 90 funcionários participaram do anúncio, e a pintura dos oito protagonistas foi planejada pela artista neozelandeza Carmel McCormick.

Assista o vídeo:



Fonte: G1 - Fotos: Reprodução

Avião cai em casa na Guatemala

Pelo menos seis pessoas morreram.

Investigação analisa o que causou a queda.





Pelo menos seis pessoas morreram na queda de um pequeno avião sobre uma casa da capital guatemalteca próxima ao aeroporto internacional nessa quinta-feira (14).

Os cinco passageiros da aeronave eram empregados municipais e professores universitários que se dirigiam a Belize.

Equipe de resgate trabalha em quintal onde um avião de pequeno porte caiu após decolar do aeroporto internacional de La Aurora, na Cidade da Guatemala, capital do país. Pelo menos seis pessoas morreram, segundo a agência de aviação local. Ainda não se sabe as razões da queda - Foto: Alexander Martinez (AFP)

O presidente da Direção de Aeronáutica Civil, Juan José Carlos, disse a uma rádio local que o avião do modelo Seneca, de apenas seis lugares, tinha decolado do aeroporto La Aurora, debaixo de chuva, poucos minutos antes do acidente, por volta das 14h30 (17h30, Brasília).

Além do piloto Héctor Ramos, as outras cinco vítimas são Rafael Barreda, Claudia Porras, Joseph Godoy, Juan Brenes e Helmut Winstzer, todos guatemaltecos e empregados em distintas dependências da Prefeitura da capital do país.

A aeronave acidentada era o Piper Azteca, prefixo TG-ALD de propriedade da empresa privada Aeroservicios.

De acordo com as primeiras informações divulgadas por Carlos, o pequeno avião teria perdido altura e caído após virar bruscamente para a esquerda.

Bombeiros em área onde caiu a aeronave na capital da Guatemala - Foto: Moises Castillo (AP)

Foto: Saúl Martínez (Prensa Libre)

Um bombeiro da aeronáutica observa os restos da aeronave - Foto: Luis Assardo (El Periodico)

Fontes: G1 / El Periodico (Guatemala)

Problema em radar provoca fila de aviões no Aeroporto Afonso Pena, no Paraná

Um problema no radar da torre de controle do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, provocou um congestionamento de aeronaves durante a noite de terça-feira (12). Por volta das 19 horas, cinco aviões sobrevoavam o terminal aguardando autorização para pousar. A assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que não havia perigo para as aeronaves.

O radar auxilia os pilotos a se posicionar dentro das aerovias - espécie de estradas no céu - e a realizar o pouso. Sem a ajuda do equipamento, o comandante tem de fazer todo o trabalho sozinho. Segundo a Infraero, quando este tipo de problema acontece, a torre de controle do aeroporto aumenta o intervalo entre uma aterrissagem e outra. A assessoria da Infraero não soube precisar o tempo, mas a estimativa é que seja o dobro do normal.

O maior intervalo entre os pousos e o horário de grande movimento teriam provocado o congestionamento. A Infraero informou, ainda, que o procedimento não é atípico e não oferece risco para a aeronave. A causa do problema no radar não havia sido identificada até as 20 horas e por isso não havia previsão para a normalização do serviço.

Pela manhã o aeroporto ficou fechado por conta de um forte nevoeiro. As más condições de visibilidade obrigaram o aeroporto a suspender operações duas vezes - entre 1h40m e 6h30m e das 6h55m às 8 horas.

Fonte: Gazeta do Povo via O Globo

Taag inaugura voo entre Luanda (Angola) e São Paulo

Desembarcaram hoje no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, os primeiros passageiros do voo vindo de Luanda, na Angola, operado pela Taag – Linhas Aéreas da Angola (Angola Airlines). O voo inaugural, a bordo de um Boeing 747-300 Combi, com 260 assentos, contou com a presença de 138 passageiros. Do total de poltronas da aeronave 16 são primeira classe, 54 executivas e 200 econômicas.

Acima, o Boeing 747-300 Combi e o diretor de Vendas e Marketing da companhia, José Agostinho

De acordo com o diretor de Vendas e Marketing, José Agostinho, que fica baseado em Angola, o principal mercado do destino africano é a capital paulista. “Tínhamos cinco vôos semanais no Rio de Janeiro, mas concluímos que São Paulo era um melhor ponto de conexão, principalmente, porque os paulistas são as pessoas que mais nos visitam”, disse. O executivo não considera uma perda, mas, sim, um fortalecimento da estratégia da companhia aérea estatal a mudança dos voos. Agora, a Cidade Maravilhosa contará com quatro vôos e a capital paulista três.

“Desde o inicio dos vôos, nossa ocupação era de 50% brasileiros e 50% angolanos. Para ligar a Angola com novos destinos brasileiros nós precisamos de um aumento da demanda e da intenção do governo brasileiro, também”, acrescentou Agostinho. O objetivo da companhia, segundo o executivo, é fechar este ano com uma ocupação média de 70%. Ele acredita que isto será viável porque os interesses econômicos e as parcerias empresariais, entre os dois países, estão aumentando ano a ano.

A duração do voo é de oito horas. O avião decola de São Paulo às segundas, às quartas e aos sábados às 16h e pousa em Luanda às 8h45 do dia seguinte. Para mais informações sobre a companhia, acesse www.flytaag-angolaairlines.com.

Fonte: Gabriel Guirão (Panrotas)

Aerofogo e Aeroagro de 20 a 23 de maio no aeroporto de Botucatu (SP)

De 20 a 23 de maio, o município de Botucatu recebe o Aerofogo e a Aeroagro, conjunto de eventos voltados para aviação agrícola que inclui simpósio, congresso, feira e curso de capacitação para pilotos. Os eventos acontecem no Aeroporto Estadual Tancredo Neves.

As atividades do Aerofogo terão início no dia 20 com o Curso Brasileiro de Capacitação em Combate Aéreo a Incêndios em Campos e Florestas para pilotos agrícolas.

Composto por aulas teóricas e atividades práticas que incluem vôos de treinamento, o curso deverá capacitar cerca de 20 pilotos para as atividades de combate a incêndios florestais.

Na quinta-feira, 21 de maio, acontece o IV Simpósio Internacional sobre Prevenção e Combate Aéreo a Incêndios em Campos e Florestas no Brasil.

Voltado para todo o segmento agronômico e florestal, o evento conta com a participação de palestrantes do Ministério do Meio Ambiente, Universidade Federal do Paraná, Instituto Estadual Florestal de Minas Gerais, além da própria Unesp.

O Simpósio faz parte das atividades do III Congresso Brasileiro da Ciência Aeroagrícola, que busca promover as discussões técnicas, políticas e científicas do setor e vai até o sábado, dia 23. Também no dia 21, acontece a abertura da Feira Nacional Aeroagrícola, a Aeroagro.

Combate aos vetores de doenças

O diferencial desta edição do Congresso é a discussão sobre o uso da aviação como instrumento de combate aos vetores de doenças, como a dengue e a febre amarela.

O uso da aplicação aérea com esta finalidade já foi feito no Brasil nas décadas de 70 e 80 e ainda é utilizada em países como os Estados Unidos, o Canadá e a África do Sul.

No entanto, atualmente, a aplicação aérea não está entre as práticas de combate a vetores previstas pelo Ministério da Saúde.

Recentemente, o pesquisador Marcos Vilela Monteiro, do Centro Brasileiro de Bioaeronáutica, validou a retomada da técnica numa pesquisa junto à Superintendência de Controle de Endemias [Sucen].

Entretanto, ainda não há uma liberação do Ministério da Saúde para que a aplicação aérea possa estar entre as práticas realizadas no país.

O evento deve contar com a participação de dirigentes e profissionais da área da saúde para discutir a possível retomada da técnica de aplicação aérea. “O processo, o tipo de produto aplicado e os riscos são os mesmos apresentados pelas outras técnicas.

A vantagem é a rapidez, pois o avião cobre áreas muito maiores de uma só vez”, explica o professor Ulisses Antuniassi, coordenador dos eventos. “Como vivenciamos intensamente a questão da dengue e da febre amarela, queremos utilizar o evento para ampliar essa discussão em termos técnicos, políticos e científicos”.

Todos os eventos são promovidos pelo Núcleo de Tecnologia Aeroagrícola da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp (FCA), Prefeitura Municipal de Botucatu e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais.

Mais informações e inscrições através dos sites www.aerofogo.com.br e www.aeroagro.com.br

Fonte: entrelinhas.com

FAB anuncia base aérea para patrulhar fronteira de MT com a Bolívia

O Ministério da Defesa e a Força Aérea Brasileira (FAB) irão instalar uma base do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) na cidade de Cáceres, cidade localizada na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia. A medida, a ser implantada pelo Governo do Estado – via Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) - tem investimento previsto de 3,5 milhões de dólares em equipamentos aeronáuticos, que serão aplicados de forma contínua no patrulhamento e no apoio das execuções de operações policiais na região de fronteira entre Brasil e Bolívia.

O Ciopaer atuará nas ações de defesa civil, seqüestro, roubos a estabelecimento bancários e comerciais, bem como nas operações de resgate e translado de feridos, roubo e furto de avião, veículos automotores e máquinas agrícolas, buscas, rebeliões em presídios e cadeias públicas, dentre outras aplicações. O deputado João Malheiros (PR), que iniciou as discussões sobre a construção da base na região metropolitana de Cuiabá, se disse satisfeito com a aprovação da indicação e compreendeu a decisão das três instituições que contemplaram Cáceres como local mais apropriado para instalação.

“É muito gratificante recebermos esse investimento em equipamentos aeronáuticos, que convertidos em reais, equivalem a aproximadamente, nove milhões para o Estado”, declarou o parlamentar.

Para Malheiros, não restam dúvidas de que a implantação da base irá diminuir a incidência da criminalidade na fronteira Oeste do País, principalmente na ligada à entrada de narcotráfico e contrabando pela extensa fronteira seca, de 750 quilômetros, com a Bolívia. Na terça-feira, o governador Blairo Maggi se queixou do tratamento que o Governo boliviano vem dando para a questão da segurança na fronteira.

“Essa ampliação irá reforçar a proteção das fronteiras com a Colômbia, Peru e Bolívia, três áreas que sempre causaram grandes transtornos aos governantes”, avaliou o parlamentar ao assinalar que a partir do momento que a base estiver operando “vão bastar duas horas para que as aeronaves cheguem ao ponto desejado, protegendo a fronteira, desde a Guiana Francesa até a Bolívia” – frisou o parlamentar.

Somente no primeiro trimestre deste ano, a organização atendeu 175 ocorrências e ações com as aeronaves, como operações de resgates, buscas e salvamentos pelo Corpo de Bombeiros, além das ocorrências policiais e de defesa civil.

Fonte: 24HorasNews

STJ determina que Gol indenize passageiro por viajar em cabine de piloto

Um passageiro que teve de ser acomodado com o piloto em um voo da Gol devido a overbooking (venda de passagens acima da capacidade da aeronave) receberá uma indenização de R$ 2.000 por danos morais, segundo determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

O passageiro, um advogado, foi acomodado na cabine do piloto e percorreu um trecho de duas horas pois o seu assento havia sido vendido a outra pessoa.

A Gol havia alegado que o passageiro foi acomodado na cabine por insistência dele, uma vez que havia chegado atrasado no check-in e insistiu em embarcar no voo.

O advogado solicitava R$ 30 mil, e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul havia fixado os danos morais em R$ 14 mil. Para rever o valor para baixo, segundo o relator Massami Uyeda, o STJ levou em consideração jurisprudência adotada em outros casos.

Segundo constante no pedido de reconsideração analisado pelo STJ, testemunhas disseram que o passageiro havia chegado uma hora antecipado e demorou quase 40 minutos para fazer o check-in.

O entendimento do Tribunal de Justiça gaúcho foi que o procedimento que deveria ser adotado pela empresa era o de não embarcar o passageiro e sim colocá-lo em uma fila de espera.

A Gol foi procurada para comentar o assunto, mas ninguém foi localizado até por volta das 10h.

Jurisprudência

Essa não é a primeira vez que o STJ condena uma empresa aérea por overbooking. Segundo o tribunal, uma mulher foi obrigada a passar por uma nova conexão em país para o qual não tinha visto de entrada, o que acarretou 36 horas de atraso na sua volta. O valor da indenização por danos morais foi de R$ 6.000.

Uma jovem de 15 anos que foi retirada do avião em Bruxelas devido a overbooking e foi obrigada a permanecer um dia além do que deveria recebeu R$ 5.000 da empresa aérea em forma de indenização por dano moral.

Fonte: Folha Online

Curtinhas

“Cai a ‘rainha’: Iberia anuncia plano de regulação de emprego e medidas severas de redução de custos”

A primeira companhia aérea espanhola acaba de anuncia a aplicação de um plano de regulação de emprego temporário, como parte do plano severo de contingência que colocar em funcionamento de forma imediata para fazer frente à forte queda da procura e de bilhetes vendidos. O objectivo da Iberia é reduzir as perdas entre 110 e 125 milhões de euros. As medidas atingem fornecedores e investidores.

“Quase 300 milhões de euros para novo hotel em Meca”

A Raffles Hotels & Resorts anunciou que vai gerir um novo hotel da construtora Saudi Binladin Corporation que está a ser desenvolvido em Meca, na Arábia Saudita. Segundo a agência Reuters, o investimento destinado a este projecto situa-se nos 294 milhões de euros.

“Hotéis de Cancun oferecem estadias para afectados pela Gripe A”

Um grupo de hoteleiros de Cancun e da Riviera Maya convidam os turistas mexicanos e estrangeiros a visitar a zona e oferecem férias grátis durante três anos se demonstrarem que contrairam a Gripe A depois da sua estadia no caribe mexicano, como explicou um dos organizadores.

“Bilhetes de avião são 68 euros mais baratos nas agências online”

Segundo um estudo elaborado pela GEBTA, as agências de viagem online oferecem, hoje em dia, melhores preços de bilhetes de avião que as próprias companhias aéreas. A diferença de preços situa-se numa média de 68 euros por trajecto.

“Tenerife aposta na sua prórpia companhia aérea”

Para grandes males, grandes soluções. Este foi o critério adoptado por Tenerife, a maior ilha do arquipélago canário, para as suas ligações aéreas, uma das grandes dificuldades do destino, que se realçou com a crise mundial.

“Nova companhia andaluza operará a rota Málaga-Lisboa”

A Andalus Linhas Aéreas ligará Málaga a Lisboa a partir do próximo dia 4 de Junho, com dois voos semanais às quintas-feiras e aos domingos, segundo informaram fontes da companhia aérea. Esta nova ligação faz parte do processo de estratégia de expansão da companhia, que começou a operar no final do mês passado de Janeiro com um voo para Nador.

“Ryanair, doze novas rotas em Espanha”

A Ryanair anuncia que, apesar das elevadas taxas da AENA, a companhia aposta em Espanha “face a outras companhias aéreas que reduziram as suas operações e perdem passageiros” e abrirá cinco novas rotas com Madrid e sete para Alicante.

“Chegada de turistas ao mundo cai 8%”

As chegadas de turistas internacionais em todo o mundo desceram 8 por cento durante os primeiros dois meses de 2009, face ao mesmo período do ano anterior, segundo informou ontem a Organização Mundial de Turismo (OMT).

Fonte: Hosteltur www.hosteltur.com

“México: Prepara-se a recuperação”

A XL Airwyas anunciou que vai realizar as suas duas ligações de 7 e 12 de Junho ao México. A Organização de Turismo mexicana relança a sua campanha promocional a nível global e os operadores turísticos estão prontos para a recuperação.

Fonte: Le Quotidien du Tourisme www.quotidiendutourisme.com

“Amazonas lança primeiro guia turístico do país em mandarim”

O Amazonas é o primeiro destino brasileiro que procura o mercado chinês e é o primeiro Estado a lançar um guia turístico em mandarim.

Fonte: Panrotas www.panrotas.com.br

Fonte Geral: Ambitur (Portugal)

Aer Lingus suspende neste inverno europeu os voos entre Belfast e Faro

A low cost irlandesa Aer Lingus vai suspender cinco rotas à partida de Belfast para Faro, Barcelona, Paris, Roma e Milão, entre Outubro e Março de 2010, para fazer face à queda de passageiros.

A companhia, que actualmente voa de Cork e Dublin para Lisboa e de Belfast, Cork, Dublin e Gatwick (Londres) para Faro, vai também tirar um avião do aeroporto de Dublin, mas ainda não decidiu que rotas serão afectadas, noticia a imprensa britânica.

Em Janeiro passado, a Aer Lingus anunciava que ia aumentar a sua capacidade nos voos de e para Portugal em 46%, para mais de 580 mil lugares, através da abertura de duas novas rotas, entre Lisboa e Cork e Faro e Gatwick, e reforçando as actuais (clique para ver: Aer Lingus aumenta 180 mil lugares em 2009 nas rotas de e para Portugal).

Há duas semanas, a companhia aérea irlandesa previa que as perdas este ano seria maiores do que o esperado, depois de uma queda de 16% nas receitas do primeiro trimestre e de 6,5% no número de passageiros.

Em Abril passado, o CEO da companhia, Dermot Mannion, demitiu-se, argumentando que um novo administrador traria ideias frescas à companhia, escreveu na altura a imprensa britânica.

Fonte: PressTur

Pneus estouram e avião derrapa na pista do Aeroporto da Pampulha

Funcionários tiveram que empurrar o avião para fora da pista

Os passageiros avião Cessna 510 (Citation Mustang), prefixo PR-VDL porte levaram um susto e tanto quando a aeronave em que estavam teve dois pneus estourados ao aterrissar na manhã desta quinta-feira, no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). Os cinco ocupantes do jato - três passageiros e dois tripulantes - nada sofreram.

Segundo informações da Infraero, que administra os aeroportos do País, o incidente provocou a interdição da pista, e conseqüentemente o fechamento do aeroporto das 8h às 10h da manhã.

O jato particular fazia o trecho entre Vitória (ES) e a capital mineira.

A assessoria de imprensa da Infraero informou ainda que ao menos 11 vôos sofreram atraso. No entanto, nenhum vôo foi cancelado. O ocorrido não causou maiores problemas aos demais aeroportos do País.

O fato curioso do incidente ficou por conta dos funcionários do aeroporto da Pampulha, que tiveram de fazer muita força para empurrar o jato e, dessa forma, tirá-lo da pista.

Fonte: Pedro Silva (vc repórter - Terra) / ANAC - Atualizado às 23:21 hs.

Cansaço pode ter contribuído para acidente de avião nos EUA

O cansaço dos pilotos pode ter tido influência no acidente aéreo registrado em fevereiro em Búfalo, nos Estados Unidos, no qual 50 pessoas morreram quando um avião caiu em uma casa.

A hipótese foi explicada em uma audiência do Conselho de Segurança no Transporte dos Estados Unidos, realizada em Washington para determinar as causas do acidente, e durante a qual foram muito criticadas as práticas trabalhistas da companhia aérea Colgan.

O presidente do Conselho, Mark Rosenker, afirmou que a companhia "fazia a vista grossa" sobre as longas distâncias que os pilotos deviam percorrer para chegar ao trabalho.

Entre outras coisas, a audiência descobriu que a copiloto, Rebecca Shaw, de 24 anos, recebia como piloto novata um pagamento anual de apenas US$ 16 mil e residia em Seattle, no outro extremo do país.

Antes de iniciar a rota de Nova York a Búfalo, aparentemente passava a noite acordada voando para chegar ao trabalho.

Na gravação das conversas na cabine durante o voo é possível ouvir os bocejos de Shaw e do piloto, Marvin Renslow.

O vice-presidente para Segurança da Colgan, Daniel Morgan, disse que a linha aérea respeita estritamente as normas sobre as horas de trabalho dos pilotos, mas ressaltou que não pode controlar o que os empregados fazem em seu horário de descanso.

Mais cedo, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, criticou os pilotos e questionou sua experiência e profissionalismo, segundo a imprensa local.

"Eu não teria voado com nenhum deles", afirmou o prefeito, e acrescentou que "um deles era inexperiente, estava cansado demais e era novato, e o outro aparentemente tinha suspendido seus exames", de acordo com o "The New York Post" em sua edição digital.

O avião caiu em 12 de fevereiro em uma casa nos arredores de Búfalo depois de ter havido acúmulo de gelo nas asas e os pilotos, aparentemente, responderam ao problema de forma inadequada.

Fonte: EFE via G1 - Foto: Stan Honda (AFP)

Mulher é julgada por tentar abrir porta de avião durante voo

Uma passageira suicida que tentou abrir a porta de um avião durante o voo, a cerca de 10 mil metros de altura, poderia ter causado uma catástrofe, de acordo com a promotoria em um tribunal de Edimburgo.

Uma comissária percebeu a intenção da passageira, Ann Gilmour, de 47 anos, e impediu que ela abrisse a porta do avião Avro RJ85 da Air France, que havia partido de Paris com destino a Edimburgo.

No tribunal de Edimburgo, Gilmour se declarou culpada da acusação de colocar em risco a vida dos passageiros e da tripulação do avião de forma imprudente e negligente.

A acusada permanece detida e sua sentença deverá ser ditada até o fim do mês.

O avião da Air France havia deixado o aeroporto Charles de Gaulle na manhã de 7 de janeiro, com cerca de 100 passageiros a bordo, dois pilotos e dois tripulantes.

Segundo o promotor Alasdair MacLeod, "por volta de 11h30 da manhã, o avião voava a aproximadamente 10 mil metros de altura, no meio da viagem entre Paris e Edimburgo".

"Naquela hora, uma tripulante viu a acusada parada em frente a uma porta externa do avião."

Porta destrancada

Gilmour ficou olhando para a porta antes de segurar a maçaneta e puxá-la, disse MacLeod. Ela foi afastada do local por uma comissária, que disse que a porta não estava trancada e poderia ter sido aberta.

Segundo o promotor, uma luz ainda acendeu na cabine dos pilotos, indicando que alguém havia mexido numa das portas externas do avião. O piloto Guillaume Charvieux entrou em contato com o controle de tráfego aéreo quando soube do ocorrido.

Gilmour foi levada para um assento perto da janela, longe das portas, onde foi obrigada a ficar sentada até o fim do voo.

A acusada foi presa ao chegar ao aeroporto de Edimburgo. Aos prantos, ela disse aos policiais que queria abrir a porta para se jogar do avião e se matar, e que ela não se importava com as consequências para os outros passageiros.

Segundo a promotoria, o piloto Charvieux acredita que a cabine poderia ter se "despressurizado de forma explosiva", causando uma "catástrofe", já que a temperatura interna iria cair para menos 50º Celsius.

Gilmour sofre de transtorno de personalidade borderline (limítrofe) e tomava remédios para depressão e ansiedade na época do incidente, mas psiquiatras avaliaram que ela está em condições de comparecer ao tribunal.

O advogado de defesa de Gilmour, Ronnie Renucci, alega que um avião pousou em segurança depois de um incidente semelhante no Canadá, no mês passado, quando um homem abriu a porta e pulou de uma altura de cerca de 7 mil metros.

Fontes: O Globo / Times Online

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Roda de avião pega fogo durante aterrissagem em Houston

Foto: EFE - clique para ampliar

Foto: SkyNews - clique para ampliar

Os 47 passageiros e os 5 tripulantes de um voo da companhia aérea Southwest passaram nesta quarta-feira (13) por um pequeno susto quando viram que uma das rodas do Boeing 737-300, prefixo N371SW, em que viajavam pegar fogo no momento de aterrissar no aeroporto de Hobby, em Houston (Texas), mas ninguém ficou ferido no incidente.

Os passageiros foram retirados imediatamente do aparelho, que tinha decolado em Nova Orleans (voo WN-519), e os bombeiros controlaram o fogo, informou a emissora ABCM em sua edição digital.

Os viajantes foram transferidos ao terminal e o tráfego aéreo nas pistas foi temporariamente suspenso. O aeroporto voltou a operar normalmente pouco tempo depois.




Fontes: EFE via Terra / CNN / SkyNews