sábado, 9 de maio de 2009

Após forte turbulência, avião faz pouso de emergência em Genebra com 10 feridos

Dez pessoas ficaram feridas no final da tarde deste sábado (09) quando um Airbus A321 da empresa Lufthansa foi obrigado a fazer uma aterrissagem de emergência em Genebra, na Suíça.

O comandante decidiu fazer um pouso de segurança, onde os passageiros foram recebidos por uma equipe médica no aeroporto. Algumas fontes falam que os feridos seriam entre 14 a 20 ocupantes.

O avião, que fazia o voo 4544 e vinha de Munique com destino a Lisboa, passou por forte turbulência causando ferimentos em 14 ocupantes, dois dos quais graves, adiantou ao "Público" o cônsul de Portugal em Genebra, Júlio Vilela.

Os feridos graves são comissárias de bordo da tripulação alemã. O avião transportava vários portugueses, entre os quais o Presidente da Assembleia da República Jaime Gama e uma comitiva de parlamentares, e a cantora Dulce Pontes e o filho menor.

Dois portugueses ficaram feridos e um ainda não teve alta – Gonçalo Manuel Duque – que está sob observação no Hospital Cantonal de Genebra, não havendo informações concretas sobre o seu estado, disse o cônsul.

Ana Paula Ribeiro Carvalho, enfermeira que regressava de um congresso em Basileia com mais seis colegas, foi tratada no Hospital La Tour, tendo sido suturada com um ponto na cabeça. Ana Paula Carvalho está bem, já teve alta e deverá regressar neste domingo a Portugal.

A maior parte dos passageiros deverá regressar na madrugada deste domingo a Portugal. Um novo avião enviado de Frankfurt com uma nova tripulação deverá partir de Genebra poucos minutos depois da meia-noite do dia 10. Neste voo, só irão os passageiros que tinham como destino final Lisboa.

A companhia informou que quem quiser poderá passar a noite num hotel em Genebra.

Neste momento há crianças dormindo em camas desdobráveis disponibilizadas pelos bombeiros numa sala do aeroporto aberta para receber os passageiros.

A proteção civil suíça informou que será aberto um inquérito para averiguar o que aconteceu, nomeadamente se a causa do incidente se deveu à meteorologia ou a problemas técnicos.

Fontes: Público (Portugal) / AFP

Provável bombardeio americano mata seis rebeldes no Paquistão

Um bombardeio, provavelmente lançado por um avião sem piloto americano, provocou a morte neste sábado de pelo menos seis rebeldes e deixou outros 10 feridos em um acampamento na zona tribal do noroeste do Paquistão, fronteira com o Afeganistão.

Azmat Jamal, funcionário do governo local, afirmou no entanto que o número de vítimas pode ser maior.

"Posso confirmar um bombardeio com mísseis em Tabi Langar Jel", declarou uma fonte dos serviços de segurança, que pediu anonimato.

Fonte: AFP via G1

Modernização do Aeroporto Internacional de MS aquecerá economia de todo o Estado

Orçado em R$ 400 milhões o projeto terá início efetivo em 2010

O projeto de ampliação do Aeroporto Internacional de Campo Grande - viabilizado graças à parceria entre a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Governo do Estado - transformará o aeroporto da Capital em um Aeroporto Internacional de Cargas com capacidade de atuação similar ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, medida de extrema importância para a infra-estrutura do Estado.

Juntamente com o Terminal Intermodal de Cargas e Transportes, o aeroporto, quando dotado de suas novas capacidades, atuará na ampliação dos recursos de escoamento comercial e industrial de Campo Grande e de todo o Mato Grosso do Sul.

Orçado em R$ 400 milhões o projeto terá início efetivo em 2010, em um polígono com cerca de 1.000 a 1.200 hectares, com previsão de conclusão para 2013.

O prefeito Nelson Trad Filho destacou a importância do projeto para o incremento da economia no município: "Vamos acrescentar ao nosso modal o transporte aeroviário de cargas, o que se configurará em um grande marco na transformação econômica de Campo Grande, abrindo o nosso leque de atuação industrial", afirmou.

O prefeito disse também que a modernização do aeroporto é vital para a infra-estrutura campo-grandense com vistas a Copa do Mundo de 2014: "Além do fator econômico, teremos um aeroporto preparado para a Copa do Mundo que esperamos, tenha uma chave disputada em nossa cidade".

Fonte: Portal MS - Foto: PMCG

Vôo com passageiro gripado é retido no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande (MT)

Hoje pela manhã (09/05) um Boeing procedente da Venezuela ficou retido mo aeroporto Marechal Rondom devido a um incidente que envolveu um passageiro que apresentou sintomas de gripe.

Fontes da Agencia Nacional de Vigilância em Saúde (ANVISA) se encontram dentro do avião neste momento tomando medidas indicadas pelo Plano de Contingência da Gripe A (Gripe Suína).

O passageiro passou por uma verificação e será encaminhado para o hospital de referencia no tratamento da gripe A, que é o Hospital Universitário Julio Müller.

A Anvisa ressalta que o paciente não é suspeito de ser portador da influenza A (Gripe Suína).

Fonte: Folha de Várzea Grande

Curtinhas

“Já há data para a inauguração do novo terminal de El Prat”

O novo terminal do Aeroporto de Barcelona El Prat já tem a inauguração marcada. A infra-estrutura irá expandir a capacidade da segunda pista na Espanha e na Catalunha nos primeiros 30 milhões de passageiros por ano. Conforme anunciado ontem pelo ministro do Desenvolvimento, Joseph White, o T1 para El Prat torna-se operacional no próximo mês de Junho, no dia 16.

“A UE irá permitir que as companhias aéreas mantenham as suas faixas, apesar de não as usarem durante este Verão”

O Parlamento aprovou uma flexibilização das regras para permitir que as companhias aéreas mantenham as suas faixas horárias de aterragem e descolagem que lhes são atribuídas, apesar de não as usarem durante o Verão de 2009. O objectivo desta medida é atenuar o impacto da crise económica no sector dos transportes aéreos.

“Voos charter para a Grécia sobem 10% após a suspensão das taxas”

Os voos das companhias de voos charter para a Grécia (excluindo Atenas) aumentaram dez por cento no último mês, em relação ao mesmo período de 2008, após a suspensão das taxas nos aeroportos regionais na Grécia, segundo avançou o governo de Atenas.

“O governo está a começar a ver sinais de recuperação no mercado turístico”

O governo começou a ver sinais de recuperação no mercado turístico, embora a situação económica continue complicada, como explicou ontem o secretário de Estado espanhol do Turismo, Joan Mesquida. O governante lembrou que o turismo é um “tipo de despesa que é altamente interiorizado". Portanto, a Administração está confiante de que a temporada será "semelhante à do ano passado com uma relativa boa ocupação".

Fonte: Hosteltur – www.hosteltur.com

“Tam regista lucro líquido de 19,2 milhões de euros no primeiro trimestre”

A Tam obteve lucro líquido de 19,2 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, 26,16 por cento superior em relação aos 15,2 milhões de euros alcançados no mesmo período do ano passado. O lucro operacional da companhia cresceu 129 por cento no primeiro trimestre deste ano, chegando a 69,6 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, contra 30,3 milhões de euros no mesmo período de 2008.

Fonte: Mercado e Eventos - www.mercadoeeventos.com.br

“Gol lança novo Feirão de passagens”

Com promoção em até dez vezes sem juros (parcela mínima de 12,36 euros nos vários cartões) e validade até o dia 11 (segunda-feira), a Gol iniciou novo Feirão de Passagens. Os bilhetes valem para viagens em trechos domésticos e internacionais oerados pela companhia até 1 de Julho.

Fonte: Brasilturis - www.brasilturis.com.br

“Air Europa assenta no trade do Reino Unido para rota de Madrid”

A transportadora espanhola Air Europa está a aliciar os agentes de viagens do Reino Unido com incentivos e fam trips para promover o seu serviço Gatwick-Madrid. Um almoço para o trade foi realizado em Londres ontem à noite com 90 agentes de viagens como parte do esforço para destacar o serviço duas vezes por dia e ligações de longo curso para destinos na América Latina e no Caribe.

Fonte: http://www.e-tid.com/

Fonte Geral: Ambitur (Portugal)

Aeroclube capixaba comemora 70 anos em Vila Velha

Foto: Rogério Miranda

Um dia inteiro de solenidades vai marcar neste sábado (09) a festa dos 70 anos do Aeroclube do Espírito Santo, na Barra do Jucu, em Vila Velha. A solenidade começou nesta manhã com hasteamento de bandeiras e deve terminar por volta das 16h30, com saltos de pára-quedas do grupo "Vitória dos Ventos".

Fundado em 07 de maio de 1939, durante algum tempo o Aeroclube ficou sediado numa sala localizada na Praça Costa Pereira, em Vitória. Depois e até 1956 ocupava uma área do Aeroporto de Goiabeiras. Deste ano até 1984 ficou no bairro da Glória, já em Vila Velha. Só então se mudou para a Barra do Jucu onde hoje possui estrutura completa, que conta até com pista asfaltada, escola de aviação e comissária de bordo e cinco hangares com cerca de 50 aviões, no quilômetro 14 da Rodovia do Sol.



Um homem posa para a foto ao lado de um índio, com um avião ao fundo. A cena é recorrente no arquivo dos aviadores do Aeroclube do Espírito Santo, que ontem comemorou 70 anos de fundação com homenagens e uma revoada pelos céus da Capital. Na quarta-feira(13), haverá solenidade na Assembléia Legislativa, às 19h30.

Os registros feitos na Selva Amazônica, há décadas, são um exemplo do pioneirismo dos 38 fundadores do Aeroclube, que assinaram a ata de criação da instituição em 7 de maio de 1939.

Daquele tempo, resta também uma relíquia: o monomotor Piper J3 prefixo PP-TKR, ou J3 para aqueles que aprenderam a voar na aeronave de lataria amarela. "Entrei aqui em 1967 e brevetei em 1969", conta Marcos Matos de Azevedo, presidente do aeroclube, lançando mão da principal gíria da categoria.

Brevetar significa obter a habilitação para voar, depois de aulas práticas e teóricas, função que o Aeroclube do Espírito Santo continua cumprindo, com seus cursos de piloto privado, comercial e de instrumentos; além das aulas de mecânico de aviação e comissário.

"Não fiz carreira na aviação, mas formei muitos pilotos", diz o instrutor Alfredo César da Silva, perto de completar 74 anos e piloto desde 1952.

Alfredo é um exemplo do fascínio que, exemplificado pelo mito de Ícaro, os homens sentem pelos céus. Criança, passava o tempo brincando com aviões feitos de canudos de mamão. "Sempre gostei de aviação, mas não achava possível porque morava em subúrbio. Era a época do Zepelin sobrevoando Vitória", lembra Alfredo.

Hoje, o Aeroclube do Espírito Santo se orgulha de ter criado homens que pilotaram jatos em grandes empresas comerciais.

"Esse avião formou muitos comandantes", conta Alfredo sobre o PP-TKR, ainda em plena condição de vôo, estacionado no hangar-oficina. Além dele, o Aeroclube possui mais oito aviões, e serve como garagem para mais 43 aeronaves particulares dos cerca de 140 sócios.

Fonte: Gazeta Online (ES)

MAIS:

O AEROCLUBE DO ESPÍRITO SANTO

O Aeroclube do Espírito Santo está localizado no Aeródromo João Monteiro (assim batizado em homenagem a todos fundadores, representados pelo saudoso piloto e ex-presidente), que ocupa uma área de 242 mil metros quadrados, de sua propriedade. Conta com uma pista asfaltada (05/23) de 960 metros de comprimento por 18 metros de largura, seis hangares , salas de apoio , oficinas, e também área social, que inclui sauna, piscina, salão social, cantina e campo de futebol.

Quanto às condições de utilização, embora se trate de aeródromo privado, pelo que determina o artigo 30, parágrafo segundo, do CBaer, todas aeronaves estão autorizadas a operar, cumprindo os regulamentos em vigor, e sujeitando-se também às normas internas do Aeroclube.

Como alternativa de pouso, situa-se a aproximadamente 5 milhas, o Aeroporto de Goiabeiras, em Vitória (SBVT), administrado pela INFRAERO, com pista de 1.750 metros de comprimento por 45 de largura, que opera 24 horas por dia, e recebe diversos vôos das principais empresas aéreas brasileiras. Os auxílios de navegação próximos ao Aeroclube são o VOR Vitória (VTR), coordenadas S20*14'9 e W040*17'0, frequência 115.50 Mhz; o NDB Vitória (VTR), coordenadas S20*11'5 e W040*14'5, frequência 350.00 Khz. O controle Vitória (SBXR) opera na frequência 119.85, e a torre do Aeroporto responde em 118.10. Para os vôos na área do Aeroclube, a frequência para coordenação é a padrão: 123.45.

COMO CHEGAR

Saindo de Vitória, quem quiser visitar o Aeroclube do Espírito Santo, deve seguir pela Terceira Ponte até Vila Velha. Depois, siga direto sentido Guarapari pela Rodovia do Sol. A aproximadamente 3 quilômetros após o viaduto/trevo da rodovia Darli Santos e a ponte sobre o Rio Jucú, deve-se sair pela pista da direita sentido Barra do Jucú. O Aeroclube está localizado à direita, logo após a primeira passarela de pedestres.

AEROCLUBE DO ESPÍRITO SANTO
Rodovia do Sol, KM 14
Barra do Jucú - Vila Velha - ES
CEP: 29.125-970
Telefone: (27) 3260-1136

Avião do narcotráfico boliviano achado em terras indígenas de MT

A Polícia Federal localizou neste sábado uma aeronave monomotor, com prefixo boliviano, caída no interior da Reserva Indígena Nambikwara, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Noroeste de Mato Grosso. A aeronave, desaparecida desde o começo da semana, levava um carregamento de cocaína e armas. Ainda não se sabe a quantidade, ao certo. O aparelho invadiu o espaço aéreo brasileiro, mas apresentou pane ainda na fronteira e caiu já entrando na chamada região do médio-norte do Estado. A informação sobre o avião foi repassada a Polícia Federal por três índios que estavam percorrendo a mata, fazendo pescaria.

Dentro do avião, de acordo com as primeiras informações dos agentes que foram a campo confirmar a informação dos índios, foram encontrados corpos de três homens com identidade boliviana, uma grande quantidade de cocaína, armas e dinheiro. Foi também achada uma informação considerada valiosa e que deverá desencadear um operação de combate ao tráfico de droga na região: o plano que o piloto deveria seguir ára efetuar a entrega das drogas. O local está o avião é de difícil acesso.

A possibilidade de que o avião boliviano – que pode ser também uma das muitas aeronaves brasileiras que são roubadas na região de fronteira e levada para o país vizinho – teria caído em terras brasileira mobilizou uma grande quantidade de agentes. De Brasília vieram helicópteros da Polícia Federal para ajudar nas buscas. O grupo ficou baseado na cidade de Nova Lacerda. Helicóptero da Polícia Militar também está na região das buscas. “Tudo indica que o excesso de peso fez o avião apresentar problemas e cair” – informou a fonte de 24 Horas News na PF de Cáceres.

O caso revelou mais uma vez a facilidade com que traficantes encontram para entrar no Brasil com entorpecentes produzidos na Colômbia e na própria Bolívia, berço do plantio da folha de coca, um dos principais componentes da droga. A chamada “linha seca” que divide os dois países tem sido constantemente invadida pelo narcotráfico. Havia temores de que pessoas a serviço dos traficantes pudessem tentar resgatar a droga e as armas, mas, o avião caiu um pouco distante da linha que divide os dois países.

No final do mês, militares bolivianos ocuparam alguns pontos da fronteira da Bolívia com o Brasil considerados rotas para os tráficos de drogas e de armas. O ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, admitiu que a região, que envolve as cidades de de San Matías, Roboré, Puerto Suárez, San Ignacio de Velasco e San José de Chiquitos, vizinhos dos estados brasileiros de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, vem registrando intenso movimento de narcotraficantes. "Todos os efetivos militares deslocados de diferentes pontos do país para o departamento de Santa Cruz (leste) já se encontram em suas unidades de destino e têm a ordem de iniciar seu trabalho normalmente a partir desta segunda-feira" – informou.

Além de drogas, a fronteira de Mato Grosso com a Bolívia tem registrado grande fluxo de tráfico de armas e de veículos e comércio ilegal de recursos naturais. Ao dar a notícia da ação na fronteira, civis do Estado de Santa Cruz manifestaram descontentamento, já que as atividades criminosas é considerada um dos propulsores econômicos da região. "É uma nova agressão do governo aos departamentos do oriente, já haviam feito em Pando. Isto se chama militarização" - protestou na ocasião o presidente da Câmara dos Senadores, Oscar Ortiz, de Santa Cruz.

A fronteira Brasil-Bolívia na parte que envolve Mato Grosso tem produzido situação consideradas medonhas do ponto de vista da segurança pública. A Polícia Federal confirma que cada vez mais a situação está se tornando mais tensa e o índice de violência se elevado assustadoramente. No mês passado, corpos supostamente de brasileiros foram encontrados enterrados numa vala, numa estrada para frente de San Matias em direção a Santa Cruz de La Sierra. A chacina teria sido determinada a mando de narcotraficantes.

Fonte: João Arruda (24Horas News)

EUA vão rever programa de exploração espacial de Lua e Marte

O governo do presidente Barack Obama vai rever o programa Constellation da Nasa, que prevê a volta dos americanos à Lua e missões tripuladas a Marte, segundo o projeto de orçamento 2010 apresentado na quinta-feira (07).

O projeto de orçamento para 2010 que Obama transmitiu ao Congresso propõe 18,7 bilhões de dólares no total para a agência espacial americana, o que representa, no entanto, um aumento de 5% em relação a 2009.

A revisão "será realizada por um grupo independente de especialistas que analisará os programas de vôos tripulados da Nasa e proporá possíveis alternativas", disse em comunicado Christopher Scolese, administrador interno da agência.

O objetivo é "propor alternativas seguras, inovadoras e acessíveis nos anos que seguirão à retirada dos ônibus espaciais", acrescentou.

Está previsto que os três ônibus espaciais que ainda restam na frota sejam retirados do serviço em 2010, data em que deverá finalizar a construção da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). A decisão foi tomada pelo ex-presidente George W. Bush depois do acidente com o Columbia, em fevereiro de 2003.

Em janeiro de 2004, Bush revelou o programa Constellation, que deve suceder ao de ônibus espaciais, a partir de 2015, voltado a que o homem regresse à Lua antes de 2020, preparando-se, depois, para missões tripuladas a Marte.

O Constellation é semelhante ao Apollo de conquista da Lua, em 1969, combinando tecnologias do ônibus espacial, fundamentalmente seu sistema de lançamento.

Fonte: AFP

Polícia apreende helicóptero particular em Chapecó

Há suspeita de que aeronave era fretada sem conhecimento do proprietário

Um helicóptero modelo Esquilo, com capacidade para seis pessoas, foi apreendido na madrugada deste sábado no aeroporto Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Chapecó Vanderson Alves, a aeronave estava desaparecida desde terça-feira, conforme boletim de ocorrência registrado pelo proprietário, que é de Itatiba, interior de São Paulo.

A Polícia Civil de Santa Catarina foi avisada de que a aeronave poderia estar no Estado e, em parceria com policiais de São Paulo, investigou até encontrá-la, às 4h deste sábado.

De acordo com a ocorrência, o dono do helicóptero o entregou para seu piloto e, em Chapecó, a aeronave foi encontrada com um outro piloto, que não seria conhecido do proprietário.

O piloto que trouxe o helicóptero para Santa Catarina, Edson Titoto, disse para a polícia que teria contrato com o proprietário. Ele transportou três passageiros para Chapecó, que foram ouvidos e liberados.

O delegado Vanderson Alves acredita que o helicóptero estava sendo usado para fretamento sem o dono saber. O piloto responderá a inquérito policial por apropriação indébita, com qualificadora em virtude da profissão. A aeronave será levada de volta para São Paulo.

Fonte: Diário Catarinense

Sol Linhas Aéreas contrata empresa de handling

O presidente da Sol Linhas Aéreas Marcos Solano Vale firmou ontem com a empresa H&S Serviços Aeronáuticos contrato de handling - prestação de serviços de apoio em solo às aeronaves, passageiros, bagagem e carga para aeroportos de Foz do Iguaçu, Maringá e Curitiba. A empresa contratada mobilizará 12 funcionários em três turnos em cada aeroporto. Em Cascavel a própria Sol executará os serviços.

A H&S opera há seis anos em aeroportos do País e exterior e atende a clientes como Gol, Varig, Passaredo e Pantanal. Segundo a diretora comercial Alini Cadete, a empresa tem certificação da Anac e também do Comando da Aeronáutica.

Mais nova empresa de transporte aéreo regional, a Sol Linhas Aéreas deve iniciar as operações nas próximas semanas. A rota inaugural interligará Cascavel, Foz do Iguaçu, Curitiba e Maringá. “Essa parceria é importante porque os serviços em solo são de vital importância para o bom atendimento e conforto dos usuários, além de assegurar cumprimento de horários”, explicou.

Fonte: Jornal Hoje

Passageiros desembarcam no Japão usando máscaras

Governo japonês anunciou três primeiros casos da nova gripe A (H1N1).

Pessoas que chegam dos EUA usam máscaras para evitar contágio.

Passageiros que chegam dos EUA no aeroporto de Narita, no Japão, usam máscaras para evitar contágio pela nova gripe. O governo japonês anunciou nesta sexta (8) os três primeiros casos da nova gripe A (H1N1) no país.

Fonte: G1 - Foto: Reuters

Passageiros de voo argentino com escala no RS são examinados em SC porque têm sintomas da gripe A

Avião foi levado para área de isolamento no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis

Um voo da TAM, proveniente de Buenos Aires e que fez escala em Porto Alegre, foi encaminhado para uma área de isolamento no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, na noite desta sexta-feira, porque dois passageiros apresentavam sintomas similares aos da gripe A. O voo, com 87 passageiros, chegou ao aeroporto às 21h50min.

Os dois passageiros, um casal que mora em Florianópolis, apresentavam febre e tosse e foram examinados por uma equipe médica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Depois dos exames, os dois foram encaminhados ao Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis.

Os demais passageiros foram liberados e o avião partiu para Guarulhos - SP às 23h40min, depois de uma desinfecção. Segundo o órgão, o isolamento se trata de um procedimento padrão.

Desde o final do mês passado, todos os aeroportos, portos e a fronteira do Estado no município de Dionísio Cerqueira estão sendo monitorados pelas equipes da Anvisa para a prevenção da entrada da gripe A no Estado.

De acordo com o coordenador da Anvisa em Santa Catarina, Telesmagno Neves Teles, a confirmação do primeiro caso no Estado não deve alterar o atual plano de contingência.

No Aeroporto Internacional Hercílio Luz, na Capital, além dos folders que são distribuídos para os viajantes, com informações sobre medidas preventivas, informes sonoros também alertam a população sobre os sintomas da doença.

— Todos os profissionais que atuam nos pontos de entrada de Santa Catarina estão cientes do que fazer caso haja alguma situação suspeita — esclareceu Teles.

A partir de segunda-feira, banners com dois metros de altura também estarão instalados nas paredes dos aeroportos. A intenção é reforçar as informações caso algum passageiro apresente sintomas da doença, como febre alta repentina maior ou igual a 38ºC, tosse acompanhada ou não de dores de cabeça, dores nas articulações e dificuldades respiratórias.

Desde 2006, quando foi elaborado o plano de contingência, sete hospitais considerados referências estão equipados para atender pessoas vindas de regiões contaminadas por vírus causadores de doença.

— Estamos preparados para direcionar qualquer caso suspeito para um dos hospitais de referência e evitar a disseminação da doença — destacou o coordenador da Anvisa.

Fonte: diario.com.br via Zero Hora

Jobim diz que haverá mais demissões na Infraero

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou ontem que haverá mais demissões na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) além das dezenas de apadrinhados políticos afastados da estatal, mas disse não saber o número. Tentando manter o tratamento do assunto como uma questão administrativa, Jobim afirmou que os detalhes estão concentrados no brigadeiro Cleonilson Nicácio, presidente da Infraero, a quem reiterou "apoio integral" às medidas de profissionalização. O ministro indicou ainda que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) também passarão pela mesma reforma.

"É um processo, tem que falar com ele", disse o ministro, numa cerimônia militar no Rio, ao ser indagado sobre o número de decisões. Ontem, numa palestra no Clube Militar, o ministro havia dito que haveria mais demissões, com afilhados do seu partido, o PMDB, e de outras legendas no alvo. "As ações do brigadeiro Nicácio visam exatamente a uma empresa que cumpra com as suas obrigações dentro do contexto do sistema aéreo brasileiro, que tem três braços: a infraestrutura (Infraero), a regulação (Anac) e o controle do espaço aéreo (DECEA)", afirmou.

Jobim lembrou que aceitou o convite para o Ministério da Defesa em 2007 com a tarefa de reestruturar o setor aéreo em crise e que as mudanças na Infraero são parte de um processo iniciado há dois anos. Neste contexto, disse o ministro, está o Programa de Demissão Voluntária da Infraero. "Foi uma decisão da diretoria (da estatal) nesse sentido, exatamente para que os quadros da Infraero sejam compatíveis com o tamanho de suas necessidades."

O ministro justificou as mudanças com a necessidade de acelerar o incremento da infraestrutura aeroportuária no País com a expectativa de grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014. Ele afirmou que a Infraero já está mostrando resultados melhores em quesitos como número de voos atrasados e filas. Ele também comemorou o aumento de linhas aéreas para o Rio de Janeiro com a liberação de voos fora da ponte aérea, medida que desagradou a outro peemedebista, o governador do Rio, Sérgio Cabral. "A abertura do Santos Dumont fez crescer os voos no Rio de Janeiro e esse é o grande destino", disse.

Fonte: Alexandre Rodrigues (Agência Estado)

Sargento da Marinha morre em queda de parapente no Rio

Bombeiros do Grupamento de Operações Aéreas (GOA) resgataram, na tarde deste sábado, o corpo do sargento da Marinha Juliano Lindner, 36 anos, que morreu após cair de parapente na Pedra do Elefante, na Serra da Tiririca, no Rio de Janeiro.

Os militares utilizaram um helicóptero para chegar ao local, onde encontraram a vítima já sem vida.

De acordo com testemunhas, o aeroplanto caiu após a decolagem. A principal suspeita é de que uma mudança repentina na direção do vento tenha provocado o acidente.

Fonte: JB Online - Foto: esportesradicaisx.blogspot.com

Nova gripe ainda preocupa turistas

O SPTV acompanha a ação dos agentes de saúde na fiscalização dos passageiros que desembarcam no país, por conta da nova gripe.



No aeroporto de Cumbica, parece que o medo da doença já passou. Tanto que Carina fez uma brincadeira com a irmã que chegou hoje de manhã dos Estados Unidos. “A gente vai fazer uma brincadeira com ela e vai colocar um sorrisinho na máscara. Como a gente não tem como sorrir com a máscara, a gente vai fazer um sorriso. Ela não passa a gripe para a gente e a gente continua sorrindo para ela”, diz Carina de Oliveira Duarte, estudante.

Depois dos abraços, Gabriela deixou claro q não dá pra brincar com a doença. “Eu vim de Chicago. Lá já tem alguns casos, mas não está tão espalhado. Algumas pessoas estão saindo de máscara, na rua. Mas no dia a dia as pessoas não estão se preocupando muito”, conta Gabriela de Oliveira Durate, estudante.

Hoje de manha poucas pessoas usavam máscaras no aeroporto de Cumbica, mas o medo da nova gripe ainda existe. Quem trabalha no local não deixa de se proteger. “A gente leva estes carrinhos para dentro do desembarque, para atender os voos que estão chegando. A gente precisa colocar (a máscara) porque temos contato com quem está chegando, lá dentro”, explica Rosenilva de Oliveira Santos, auxiliar de serviços gerais.

O turista austríaco desembarcou com a máscara. Apesar de saber que na Brasil não existe o vírus ele disse que tem medo de pegar a gripe. Então usa a mascara pra diminuir o risco de contaminação.

Esse mesmo medo fez a venda de pacotes turísticos para o México, Estados Unidos e Canadá despencar. Em uma agência de viagens não foi fechado nenhum pacote pra esses destinos nos últimos 15 dias. “Elas estão em compasso de espera, para ver se a situação realmente fica controlada e elas podem voltar para suas escolhas originais ou, então, realmente escolher um destino distinto”, afirma Jacqueline Mikahil, consultora de viagens.

Muitos casais iam passar a lua de mel em águas mexicanas. Pacotes para outros países da América Central e cruzeiros pelo Caribe também foram cancelados, mas toda a crise tem um lado positivo. Com medo de viajar pra lá, muitos passageiros trocaram as férias no exterior por roteiros brasileiros.

Cartilha orienta população e médicos sobre cuidados com a nova gripe

Uma cartilha apresentada aqui na capital vai orientar a população e os 350 mil médicos do país sobre os cuidados com a nova gripe. O informe foi feito pela Sociedade Brasileira de Infectologia e pela Associação Médica Brasileira.

A cartilha sobre a gripe traz uma série de perguntas e respostas, como:

A influenza AH1N1 pode apresentar complicações?

Como qualquer gripe pode evoluir para sinusite ou até para um quadro com comprometimento dos pulmões.

Se eu pegar a doença, tem tratamento?

Sim, existe remédio por via oral que combate o vírus. Outras medidas como repouso, ingestão de líquidos e boa alimentação podem auxiliar na recuperação.

Existe uma vacina?

Ainda não existe uma vacina contra a nova gripe. Os grandes institutos de pesquisa do mundo já estão trabalhando na produção e acreditam que será possível ter uma vacina ainda este ano.

Informações:

A cartilha, apresentada na capital, traz orientações à população e aos 350 mil médicos do país sobre os cuidados com a nova gripe. O informe foi feito pela Sociedade Brasileira de Infectologia e pela Associação Médica Brasileira.

Consulte a cartilha no site:

http://www.amb.org.br/teste/index.php?acao=mostra_noticia&id=4537

Fonte: SPTV (TV Globo) via O Globo

Anvisa muda regras para vôos que chegam a Cumbica com suspeitos de gripe suína

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mudou as regras de fiscalização para vôos internacionais que chegam ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. A partir de agora, nos vôos onde há passageiros com sintomas da doença, só será permitida a saída completa de todas as pessoas após todas as pessoas que tiveram contato com ele passarem por uma avaliação clínica e epidemiológica.




Quem decide se há ou não a necessidade de exames é a tripulação. As avaliações serão feitas por agentes da Anvisa. Se necessário, o passageiro suspeito será levado para o hospital. Por precaução, a agência também está recolhendo todas as declarações de bagagem acompanhada dos voos internacionais.

A Anvisa aumentou nesta sexta-feira o efetivo para realizar os trabalhos de fiscalização no aeroporto paulista. Agora são 82 funcionários revezando em turnos de 8 horas e fiscalizando a maioria das aeronaves que chegam do exterior.

Fonte: SPTV (TV Globo) via O Globo

Gripe suína: Rio reforça monitoramento no Aeroporto Tom Jobim

A Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro começou a reforçar na manhã de hoje o monitoramento de passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no Rio. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a decisão foi tomada ontem em reunião no Centro Estadual de Administração de Desastres, na Defesa Civil, na Praça da Bandeira. A finalidade do encontro foi apresentar as principais medidas tomadas pelo Gabinete Integrado de Emergência para a Influenza A (H1N1) para prevenção e combate ao vírus no País.

Entre as medidas estão o monitoramento no Aeroporto Internacional, que conta com uma área de recepção e acolhimento com 100 assentos, a reserva de um local para entrevista de passageiros suspeitos de estarem com a doença e também de cinco quartos de observação e uma área com 24 assentos, onde pacientes menos graves poderão aguardar, até serem transferidos para um hospital de referência para tratamento da Influenza A (H1N1).

Quatro ônibus e uma van estão disponíveis para o monitoramento de casos suspeitos. Os veículos possuem recursos tecnológicos de ponta, servindo como uma espécie de centro de referência itinerante equipado com computadores conectados à Internet, telão com videoconferência, sala de reuniões para execução de planos operacionais, transmissão de dados, imagens, informações em tempo real e ar condicionado. O número de veículos pode chegar a 11, caso seja necessário.

Outra medida foi a definição dos quatro hospitais de referência para internação de possíveis doentes: o Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), Instituto Estadual de Infectologia, localizado no Iaserj Central, o Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Universidade Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e o Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ao todo há 100 leitos disponíveis.

Fonte: Solange Spigliatti (Agência Estado)

Gol altera malha aérea entre aeroportos do Sul e Sudeste

A Gol vai alterar sua malha aérea para voos que atendem importantes destinos na região Sul e suas ligações com os aeroportos do Rio e de São Paulo. As cidades de Foz do Iguaçu, no Paraná, Navegantes e Chapecó, em Santa Catarina, além das localidades arredores, terão novas opções de horários e conexões. A companhia passa a oferecer um voo direto de Foz do Iguaçu (PR) ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antonio Carlos Jobim.

"Observamos uma forte ligação turística entre essas cidades, além da crescente demanda por conta de feiras, congressos e eventos que contemplam os dois destinos", disse Wilson Maciel Ramos, vice-presidente de planejamento e TI, em nota distribuída pela empresa.

Outro voo que liga Foz do Iguaçu ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, teve seu horário alterado para favorecer as conexões com voos internacionais operados pela Gol e por empresas parceiras (recentemente a Gol firmou parceria com a Air France.

Navegantes passará a ter uma nova frequência diária para ao aeroporto de Guarulhos e Galeão. O voo, que segue ainda para Belém (PA) e Macapá (AP), é o único oferecido no mercado que liga o Rio de Janeiro a Caxias sem necessidade de conexão, atendendo aos passageiros que vêm de Vale do Itajaí, Balneário Camboriú, Brusque e outras localidades da região.

O voo que liga Chapecó (SC) ao Aeroporto de Congonhas (SP), passa a de três para seis frequências semanais fazendo escala em Florianópolis.

Recentemente, a GOL iniciou um novo serviço entre São Paulo (Guarulhos), Curitiba (PR) e Caxias do Sul (RS), o que aumenta possibilidade de conexões domésticas e internacionais nas duas pontas.

Fonte: O Globo

Firma chinesa reduz pela metade pedido de aviões à Embraer

A companhia aérea chinesa Hainan Airlines Group anunciou hoje que, devido à redução da demanda, teve que cortar pela metade seu pedido de aviões à Embraer.

Em declarações à agência oficial de notícias "Xinhua", Zheng Yang, diretor do principal negócio da companhia aérea chinesa, Grand China Express, assinalou que a fabricante Harbin Embraer Aircraft Industry Company, empresa mista que a brasileira tem no nordeste da China, concordou com o corte.

A companhia mista é integrada pela Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer), a Harbin Aircraft Industry Group, e a Hafei Aviation Industry.

Do pedido inicial de 50 aviões, foram entregues até 30 de abril 12, e o resto das entregas acontecerão até 2011, ao invés de em 2010, como estava previsto, segundo Zheng.

A Hainan Airlines, com sede em Haikou, na ilha chinesa de Hainan, é a quarta maior companhia aérea da China e a primeira com capital misto no setor aéreo do país asiático, com o multimilionário George Soros como um dos principais acionistas.

Em agosto de 2006, a Hainan Airlines assinou um contrato para comprar 50 unidades do avião ERJ-145 da Harbin Embraer, e outros 50 E-190 diretamente da Embraer, para serem usados pela Grand China Express.

O ERJ-145 é uma nova geração de aviões com capacidade para 50 passageiros, dos quais foram vendidos mais de mil unidades no mundo, em sua maioria em Estados Unidos e Europa.

O anúncio do corte no pedido acontece duas semanas antes da visita à China do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Fonte: EFE via G1

Funcionário que autorizou sobrevoo do Air Force One em Nova York pede demissão

O Air Force One sobrevooa Manhattan - clique na foto para ampliá-la

O diretor de Assuntos Militares da Casa Branca, Louis Caldera, que autorizou um sobrevoo do avião presidencial americano Air Force One em Nova York pediu demissão nesta sexta-feira. Caldera disse, em uma carta de demissão endereçada ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que a polêmica em torno da missão - uma sessão de fotos do jumbo utilizado como Air Force One com a Estátua da Liberdade ao fundo - tornou impossível sua permanência no cargo. O sobrevôo em Manhattan, no dia 27 de abril, assustou os nova-iorquinos, que, ao ver a cena das janelas dos seus escritórios, relembraram os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Alguns edifícios chegaram a ser esvaziados.

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aceitou o pedido de demissão. Obama havia ficado "furioso" com o sobrevoo, de acordo com funcionários do governo.

A demissão de Caldera aconteceu no mesmo dia em que o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, informou em uma carta ao senador John McCain que o custo total da sessão de fotos estaria estimado em US$ 357.012: cerca de US$ 328 mil do avião e US$ 28 mil dos dois caças F-16 que acompanharam o sobrevoo.

McCain, que perdeu as eleições presidenciais em novembro para Obama e o republicano mais importante no Comitê de Serviços Armados do Senado, fez um trocadilho com o incidente, chamando de "sessão de fotos do Air Farsa One".

Um relatório sobre o incidente, divulgado nesta sexta-feira, disse que Caldera não notificou com antecedência importantes funcionários da Casa Branca a respeito do sobrevoo.

"Quando perguntado por que ele falhou ao fazer isso, não ofereceu uma explicação coerente. Ele declarou que não foi uma decisão consciente - ele não pretendia deixar de notificar os funcionários. Em vez disso, ele disse que foi um descuido"

Junto com o relatório, uma das fotos da controversa sessão de fotos foi divulgada. Nela, o Air Force One aparece exatamente em cima da Estátua da Liberdade, com Manhattan ao fundo.

Fonte: AP via O Globo - Foto: AP

Avião do Atlético (MG) tem problemas e delegação leva susto no aeroporto de Guarulhos

A delegação do Atlético sofreu um susto nesta sexta-feira (08) no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. O grupo do Galo, que viaja para Florianópolis, onde enfrenta o Avaí, no sábado, fez conexão no local e teve que trocar de aeronave após um problema na decolagem.

O avião já estava a 230 km/h, quando atropelou um grupo de pássaros que estava na pista. O problema com as aves aconteceu por volta das 16h e assustou os passageiros do vôo TAM 3185, que tiveram que mudar de aeronave. O problema gerou um atraso de mais de uma hora, mas nenhum dos passageiros ou tripulantes ficou ferido.

Confira áudio com matéria do repórter Hércules Santos, da Rádio Globo, que estava no avião: CLIQUE AQUI.

Fonte: O Tempo

Goodyear Aviação celebra centésimo aniversário

A Goodyear está comemorando 100 anos do inicio da produção de pneus para aviação. No mundo, a marca é hoje a maior fornecedora mundial de pneus para aeronaves comerciais, militares e aviação de utilidade geral.

Operando um negócio mundial desde a sua sede em Akron, Ohio, nos Estados Unidos, a Goodyear fabrica pneus para aviação e recauchutagem nos Estados Unidos, Tailândia, Brasil e Países Baixos.

Presente no Brasil desde 1919, a fábrica São Paulo da Goodyear, localizada no bairro Belenzinho (capital Paulista) produz e faz recauchutagem de pneus para aviação desde 1943 e é hoje a responsável pelo fornecimento de 90% da frota brasileira, incluindo aviação civil (comercial e utilidade geral) e militar.

Desde o início da operação em território brasileiro, a Goodyear Aviação tem sido a principal fornecedora desse segmento para o mercado, com investimentos em alta tecnologia, treinamentos específicos para funcionários e apoio técnico também para as empresas de aviação com visitas de assistência técnica e análises da frota.

“Fabricar pneus para aviação é um negócio específico e especializado, que requer alto conhecimento técnico e investimento em tecnologia. A Goodyear, ao longo dos anos, trabalhou com responsabilidade e compromisso para o desenvolvimento de pneus capazes de abastecer não somente a frota brasileira como outros países, entre eles os mercados norte-americano e europeu” afirma Vanderlei M. Nazareth, gerente de aviação para América Latina da Goodyear.

Além dos pneus de aviação, a Goodyear do Brasil fabrica pneus para automóveis, vans, picapes, SUVs, caminhões, ônibus, pneus para equipamentos agrícolas e fora de estrada, além de materiais para recauchutagem. A empresa possui atualmente uma rede de 150 revendedores oficiais com 900 pontos de venda em todo o País.

Clique sobre o Walpaper para ampliá-lo

Fonte: Aviação Brasil - Imagens: Goodyear

Hackers ameaçam sistema de controle de tráfego aéreo nos EUA

Hackers invadiram por diversas vezes nos últimos anos o sistema de missão-suporte do controle aéreo da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, da sigla em inglês), de acordo com um relatório oficial publicado esta semana e detalhado nesta sexta-feira pelo site CnetNews.

Em fevereiro, hackers comprometeram um computador da FAA e o usaram para ganhar acesso a informações pessoais, como o número do Social Security (que corresponde ao CPF brasileiro) de 48 mil atuais e antigos funcionários do órgão.

No ano passado, hackers assumiram o controle de importantes servidores de rede da FAA com poder para desligá-los, o que poderia ter comprometido seriamente o controle aéreo, de acordo com o relatório.

Hackers também assumiram o comando de computadores da FAA no Alasca. Aproveitando-se da interconexão das redes, mais tarde roubaram senhas de administração do sistema em Oklahoma, instalaram códigos maliciosos e comprometeram o controlador de domínio na região do Pacífico Oeste, o que lhes garantiu acesso à identidade, senhas e outras informações de mais de 40 mil funcionários da FAA utilizadas para controlar uma parte da rede de suporte do órgão.

Em 2006, um vírus foi espalhado pelo sistema de controle aéreo americano, o que obrigou a FAA a desligar parte de seu sistema no Alasca, segundo o relatório.

As invasões até o momento somente afetaram o funcionamento de funções de missão-suporte, mas os ataques ao sistema podem se espalhar para as redes operacionais onde monitoramento em tempo real, comunicação e informações de vôos são processados, alerta o documento.

- Na nossa opinião, a menos que medidas efetivas sejam adotadas rapidamente, é provável que sejam uma questão de quando, e não de se, o controle de tráfego aéreo enfrentará um ataque que colocará em sério perigo às operações - conclui o relatório.

Fonte: O Globo

Avião decola de SP com 35 bombeiros para ajudar vítimas da chuva no Nordeste

Aeronave também transporta botes, coletes e equipamento hidráulico.

Toneladas de alimentos e remédios partem em outros dois voos.

Um avião Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira partiu por volta das 10h30 deste sábado (9) da Base Aérea de São Pauo (Basp) em Guarulhos com 35 homens do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo que vão ajudar as vítimas de enchentes em São Luis, no Maranhão. Eles levaram também botes salva-vidas, coletes de mergulho e equipamentos hidráulicos.

Outra aeronave da Força Aérea Brasileira vai decolar por volta das 21h30 deste sábado da Basp em direção ao Maranhão com 7,5 toneladas de alimentos e oito toneladas de medicamentos.

Também está previsto para domingo (10) uma partida para Teresina, no Piaui, com sete toneladas de alimentos e seis toneladas de medicamentos.

Fonte: G1

TAM recebe prêmio oferecido pela Airbus

A Tam Linhas Aéreas recebeu da Airbus um Prêmio de Excelência Operacional para a família A320, em reconhecimento pelo seu histórico de serviços com aeronaves do tipo corredor único. A premiação ocorreu nesta semana em Paris, durante o simpósio que a Airbus realiza a cada dois anos com todas as operadoras mundiais da família A320. Esta é a quarta vez consecutiva que a Tam ganha esse prêmio bienal. As outras foram em 2003, 2005 e 2007.

"É uma enorme satisfação termos conquistado mais uma vez o reconhecimento da Airbus pelo nosso trabalho com as aeronaves A320. É resultado do nosso esforço cotidiano de busca pela Excelência Técnica-Operacional, um dos pilares de nossa administração", declara o Comandante David Barioni Neto, presidente da Tam.

No total, nove prêmios foram distribuídos para as operadoras dos diferentes tipos de aeronave da família A320. A Tam foi uma das duas operadoras que receberam o reconhecimento por sua excepcional confiabilidade técnica com toda a família A320.

Fonte: Mercado & Eventos

Embraer entrega primeiro jato executivo Lineage 1000

Aeronave será exibida pela primeira vez ao público durante a EBACE 2009, na próxima semana

A Embraer entregou ontem, na sede da Empresa em São José dos Campos, Estado de São Paulo, o primeiro jato executivo Lineage 1000 à HE Aamer Abdul Jalil Al Fahim, de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. A aeronave será gerenciada pela Prestige Jets, também de Abu Dhabi, e estará em exposição ao público pela primeira vez durante a European Business Aviation Convention and Exhibition (EBACE), realizada de 12 a 14 de maio em Genebra, Suíça.

“Estamos honrados com a escolha do Lineage 1000 pelo Sr. Al Fahim e por trabalhar com a Prestige Jet na introdução deste novo e empolgante programa de jato executivo da categoria ultra large”, disse Frederico Fleury Curado, Diretor-Presidente da Embraer. “O Lineage 1000 oferece conforto e desempenho fantásticos, superando todos os requisitos originais de projeto e fomentando seu grande potencial de mercado.”

O alcance máximo do Lineage 1000, originalmente projetado para ser de 4.200 milhas náuticas (7.778 km ou 4.833 milhas) com oito passageiros, ou 4.350 milhas náuticas (8.056 km ou 5.005 milhas) com quatro passageiros, foi estendido para 4.400 milhas náuticas (8.149 km ou 5.063 milhas) com oito passageiros, ou 4.500 milhas náuticas (8.344 km ou 5.179 milhas) com quatro passageiros, ambos com reservas NBAA IFR.

“Tenho certeza que esta aeronave Lineage 1000 desempenhará um papel fundamental no sucesso futuro e no progresso do nosso negócio, em todas as suas frentes”, disse HE Aamer Abdul Jalil Al Fahim, fundador e Presidente da Ark Angel Investments.

O portfólio de jatos executivos da Embraer possui seis aviões, dos quais o Lineage 1000 é o maior. O modelo foi lançado há três anos, na EBACE. A Empresa apresentou um modelo em tamanho real da seção transversal da cabine do avião na EBACE 2008 e este ano o jato estreará no evento.

Sobre a Prestige Jet

Com base no Aeroporto Internacional de Abu Dhabi, a Prestige Jet foi criada em 2007 e rapidamente se estabeleceu como uma das mais importantes provedoras de vôos executivos a partir da e para a região do Oriente Médio. Os serviços oferecidos pela Prestige Jet também incluem viagens fretadas e venda, aquisição e administração de aeronaves. A equipe de profissionais altamente experiente e capacitada inova constantemente para cumprir a missão da companhia: Excelência em Serviço, Grandiosidade no Céu (Excellence in Service, Grandeur in the Sky). Para mais informações, visite www.prestige-jet.com.

Sobre o jato Lineage 1000

O Lineage 1000 é o maior jato executivo da Embraer e seu design prioriza conforto e luxo. Configurado para acomodar até 19 passageiros em uma cabine com volume total de 115,7 metros cúbicos (4.085 pés cúbicos), o interior da aeronave oferece cinco áreas privativas distintas, até três lavatórios e um banheiro com chuveiro. A grande variedade de configurações de cabine atende a todas as necessidades dos passageiros, com espaço suficiente para trabalho, descanso e reuniões.

Com alcance de 8.149 km (4.400 milhas náuticas) com oito passageiros ou 8.334 km (4.500 milhas náuticas) com quatro passageiros, ambos incluindo reservas de combustível NBAA IFR, o jato é capaz de voar sem escalas de São Paulo para Miami ou Nova York, nos EUA, ou para Lisboa (Portugal).

O interior foi desenvolvido em parceria com a Priestman Goode, do Reino Unido e utiliza os materiais mais refinados da categoria. Equipamentos de bordo incluem opcionais como a tecnologia Wi-Fi, acesso à Internet e Electronic Flight Bag (EFB). Um amplo bagageiro traseiro, pressurizado e convenientemente acessível em vôo, tem capacidade total de 9.140 litros (9,14 metros cúbicos ou 323 pés cúbicos) e possui mais que o dobro do espaço oferecido pelos jatos da concorrência.

O sistema aviônico integrado Primus Epic®, fabricado pela Honeywell, possui cinco telas de controle multifuncionais em cristal líquido (Liquid Crystal Display – LCD), dispositivo de controle de cursor (Cursor Control Device – CCD), ajuste de potência automático (autothrottle), radar meteorológico com detector de turbulência e outras tecnologias de última geração. O Lineage 1000 é equipado com o moderno sistema eletrônico de comandos de vôo fly-by-wire. Equipado com dois motores CF34-10E7-B eficientes, confiáveis e de fácil manutenção fabricados pela General Electric (GE), com 18.500 libras de empuxo cada, a aeronave possui excelente desempenho e velocidade operacional máxima de Mach 0,82.

Criada a partir da forte demanda da aviação comercial, a plataforma do Lineage 1000 é baseada na do EMBRAER 190, sendo projetada para um curto período de permanência em solo, alto desempenho, alta utilização e manutenção mínima. A confiabilidade da aeronave é corroborada por mais de 2,4 milhões de horas de vôo e refinada por engenharia de ponta. Em 2008, o jato executivo Lineage 100 recebeu recentemente o prêmio IDEA/Brasil, a versão brasileira do IDEA/USA – um dos mais prestigiados prêmios de design do mundo.

O Lineage 1000 tem preço de US$ 42,95 milhões, com base nas condições econômicas de janeiro de 2006, na configuração básica, para certificação do FAA. Para mais informações sobre os jatos executivos da Embraer, visite www.EmbraerExecutiveJets.com.br .

Fonte: Agora Vale - Imagens: www.luxuo.fr

Hotel para aviões

Empresário procurava abrigo para seu próprio jatinho, mas acabou criando o primeiro hangar de luxo para aeronaves executivas do País

Briguenti, da Nest Aviation: o hangar particular foi transformado em um novo negócio

Até mesmo os ricos têm lá suas necessidades. E foi para suprir uma delas que surgiu a Nest Aviation. A empresa, criada por Diego Briguenti, oferece espaço em seu hangar para o estacionamento de jatos particulares de grande porte, assim como infraestrutura de alto padrão para seus endinheirados donos. A ideia do empresário é oferecer serviços pouco comuns no cardápio das concorrentes, que normalmente não fazem mais do que guardar o avião - e muitas vezes para tentar empurrar serviços de manutenção, mais rentáveis.

Para se destacar dos demais, Briguenti decidiu concentrar seus esforços em um perfil de cliente: o super-rico. Por isso, não aceita qualquer jato em seu hangar, apenas os de grande porte. São máquinas como o Falcon 7X, da Dassault, ou o Legady, da Embraer, cujos preços giram entre US$ 35 milhões e US$ 40 milhões. E, para cativar seus donos, suas instalações incluem escritórios, salas de reunião, de apoio e até mesmo uma cozinha. E são equipadas com a última palavra em tecnologia e luxo. Se quiserem, seus clientes podem usar o local como uma base temporária para seus negócios, entre um voo e outro. Um heliponto exclusivo na empresa elimina o problema da distância do hangar, que fica no aeroporto de Campos dos Amarais, do centro de São Paulo. "Quem tem um jato grande, tem um helicóptero. A viagem da capital até aqui dura 15 minutos, muito menos que a espera para poder decolar com um jato particular de Congonhas", diz Briguenti.

De acordo com o empresário, uma das formas de garantir o alto nível dos serviços será limitar o número de clientes. "Com muitos clientes, o tratamento não seria tão cuidadoso", afirma ele, acrescentando que aviões pequenos atravancam o hangar e não oferecem uma margem tão boa em seu modelo de negócios. Atualmente com dois clientes, ele quer chegar no máximo a quatro. Neste primeiro ano, sua previsão é faturar entre R$ 1 milhão e R$ 2 milhões. O capital investido, R$ 5 milhões, deve ser recuperado em dois anos e meio, nos planos de Briguenti. Um bom prazo para o empresário, que teve a ideia da Nest quando procurava um lugar onde colocar seu próprio avião - um pequeno monomotor. Conversando com pessoas ligadas à aviação, soube que o Brasil estava prestes a receber vários novos jatos particulares grandes. Foi então que decidiu transformar seu pequeno hangar particular em um hotel para aviões.

Fonte: José Sergio Osse (IstoÉ Dinheiro) - Fotos: Murilo Constantino (Ag.IstoÉ)

Presidente da AEB pede apoio do Congresso ao Progama Espacial Brasileiro

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Ganem, reuniu-se na quinta-feira (7) com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a quem pediu apoio ao Programa Espacial Brasileiro.

A principal preocupação apresentada por Ganem é quanto à descontinuidade do programa. Ele defendeu a necessidade do Congresso Nacional atuar para que o programa espacial assuma “um papel protagonista de programa de Estado”.

Segundo ele, o Programa Espacial Brasileiro “sofre descontinuidade a cada eleição”. Para ele, um programa desta espécie não pode “ficar pendurado num desígnio de um partido ou daquele outro que ganhe”. O presidente da AEB ressaltou que programa espacial é vital para setores como saúde, educação, integração de pesquisas e para as dimensões continentais do país.

Na conversa com o presidente do Senado, ele também reivindicou mais recursos. “Nós temos um pouquinho mais de dinheiro do que a Holanda para fazer um programa espacial completo com sítio de lançamentos, foguetes lançadores e uma família de satélites”, argumentou.

Ganem acrescentou que o Brasil se atrasa cada vez mais no desenvolvimento do programa. De acordo com ele, o Brasil iniciou os trabalhos na área espacial há 30 anos e, hoje, está atrás de vários países que "sequer eram protagonistas" nessa área, na época. Hoje, alguns deles estão à frente do Brasil, já tendo ultrapassado o resultado de pesquisas de cientistas brasileiros.
“Eles passaram a nossa frente, ganharam a corrida espacial, num negócio que é milhares de vezes mais compensador do que toda a balança comercial brasileira”, afirmou o presidente da AEB.

Outro assunto tratado com Sarney, de acordo com Ganem, foi a necessidade de se criar mecanismos para que o Brasil conserve seus pesquisadores em instituições nacionais.

“É preciso permitir que a massa crítica do Brasil trabalhe no país em prol do Programa Espacial Brasileiro e não vá trabalhar em programas análogos como os da Nasa [Agência Espacial Americana] e da Roskosmos [Agência Espacial Russa], que são agências de grandíssimo porte que aproveitam a mão de obra formada no programa do Brasil, a um custo altíssimo, para que trabalhe por míseros salários, triviais, nestes programas espaciais”, disse.

Foto: Agência Brasil

Prédio é atingido por detrito de foguete russo

Parte do foguete russo Soyuz que impulsionou a nave espacial "Progress M-02M", lançado nesta quinta-feira (07), no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão com a finalidade de levar suprimentos para a Estação Espacial Internacional (ISS), caiu sobre o telhado de um prédio de dois andares na Região de Altai, no Sul da Sibéria, na Rússia, informou a agência noticiosa ITAR-TASS nesta sexta-feira, citando uma fonte da direção local do Ministério de Emergências.

Foto ilustrativa

A fonte disse que o incidente ocorreu na aldeia de Baranovka na quinta-feira à noite.

Moradores do local relataram ter ouvido dois estalos agudos e, em seguida, algo caiu sobre o telhado de um prédio de dois andares.

Equipes de resgate e bombeiros foram enviados para o local e encontraram um pedaço de metal, com cerca de um por quatro pés de tamanho (cerca de 30 cm x 1,20 m).

Um porta-voz do Ministério das Emergências disse que os peritos tinham rapidamente estabelecido que o objeto era um pedaço do foguete impulsor que foi lançado de Baikonur às 22:37 (hora de Moscou) de quinta-feira.

Ninguém ficou ferido no incidente e o prédio não foi seriamente danificado.

No entanto, a Agência Espacial Russa mostrava-se cética sobre o relatório, afirmando que os residentes locais poderiam ter encontrado um pedaço de detrito espacial em outro lugar e, em seguida, colocado em seu telhado, na esperança de receber uma indenização por danos.

"Existe apenas um fragmento e a casa não está dentro da área calculada para queda de possíveis restos de partículas radioativas. De qualquer modo, não há vítimas ou danos materiais, segundo as nossas informações, declarou à imprensa o porta-voz da Agência Espacial.

O foguete Soyuz que transporta a nave espacial Progress M-02M foi lançado em missão para a Estação Espacial Internacional na quinta-feira à noite. A acoplagem da Progress M-02M com a ISS é esperada para terça-feira, 12 de maio, às 23:23 (hora de Moscou).

Fonte: mosnews.com - Tradução: Jorge Tadeu da Silva - Foto: www.seu.ru

Rússia lança cargueiro com suprimentos para ISS

A Rússia lançou nesta quinta-feira (07) a nave "Progress M-02M" com duas toneladas e meia de carga a bordo para os tripulantes da Estação Espacial Internacional (ISS).

O Centro de Controle de Voos Espaciais da Rússia (CCVE) informou que o cargueiro, lançado às 15h37 (de Brasília) da base de Baikonur, voará cinco dias, em vez dos frequentes dois, rumo à plataforma orbital, à qual se acoplará no dia 12.

A carga inclui o novo traje espacial Orlan-MK, além de reservas de combustível, água e oxigênio, comida, frutas e verduras frescas, equipamento médico e científico e presentes para os tripulantes.

Atualmente, está presente na estação orbital a expedição número 19, integrada pelo russo Gennady Padalka, assim como por seu colega da Nasa (agência espacial americana) Michael Barratt e o astronauta japonês Koichi Wakata.

A "Progress M-02M" é a segunda nave da nova série de cargueiros, que se diferencia dos anteriores principalmente por seus sistemas de comando digitais.

Fonte: EFE via G1 - Foto: Russia’s Space Agency

Aeroporto de Cabo Frio (RJ) busca atrair cargas da indústria de óleo e gás

Com a perspectiva de grande desenvolvimento das atividades de exploração e produção de petróleo e gás no País, a demanda por terminais de apoio logístico a essa produção será multiplicada. Diversos terminais portuários estão investindo pesado para se colocar à disposição da indústria de petróleo e gás e angariar desejados lucros. E, ao menos no estado do Rio de Janeiro, não são só os portos que devem receber essas operações. O Aeroporto Internacional de Cabo Frio está aperfeiçoando seu terminal de cargas e construindo um novo armazém de dez mil metros quadrados para representar uma base de apoio às operações na Bacia de Campos, no litoral do estado.

Desde 2001 sob o comando da iniciativa privada, o Aeroporto conta com extensa área alfandegada - parcialmente coberta - e com a rapidez do transporte aéreo para atrair cargas de Macaé (RJ), nomeada até pela prefeitura local de “cidade do petróleo”. De acordo com o presidente do empreendimento, Murilo Junqueira, os trabalhadores e fiscais que atuam no Aeroporto têm grande conhecimento da legislação específica das cargas movimentadas pela indústria do petróleo. “Isso possibilita que o desembaraço seja rápido. Adotamos um serviço customizado para procurar atender às necessidades de cada cliente”.

A localização do Aeroporto de Cabo Frio é um dos principais trunfos de Junqueira e de sua equipe. A instalação fica a 70 quilômetros de Macaé e a 140 quilômetros da capital. Além disso, Junqueira comemora um acordo operacional com o Porto do Forno (RJ), que permite a aplicação de um serviço intermodal para a indústria de óleo e gás. Segundo o presidente, as empresas têm aproveitado tal parceria para facilitar o serviço de movimentação de cargas, já que o Porto fica a somente oito quilômetros do Aeroporto Internacional.

A equipe técnica do Aeroporto, explica Junqueira, coordena as operações junto com os proprietários da carga. O único modal que fica de fora de toda essa logística é o ferroviário, já que não há linha férrea próxima do empreendimento. “E o tipo de carga que nós operamos também não é própria para ferrovia”. Além das cargas relacionadas à exploração de petróleo e gás, o Aeroporto movimenta grande diversidade de produtos farmacêuticos, cargas de projetos industriais e importa equipamentos para o setor industrial.

Para oferecer um leque atraente de opções para os embarcadores, a direção do Aeroporto busca manter vôos regulares de carga para destinos como Miami, nos Estados Unidos. Junqueira salienta que o local já conta com um vôo semanal operado pela Centurion e a partir da próxima segunda-feira terá uma linha regular comandada pela empresa ABSA Cargo.

Além de expandir os serviços de apoio logístico à indústria do petróleo e gás, Junqueira pensa em, no futuro, incentivar a atração de cargas eletrônicas, o que é pouco explorado pelo Aeroporto atualmente. “Ainda fazemos poucas operações em relação ao potencial da área de eletrônica. Em nossa perspectiva, temos como aumentar as operações, mas não existe no entorno do Aeroporto uma indústria [de eletrônicos] desenvolvida”.

Fonte: Bruno Merlin (Porto Gente) - Fotos: Aeroporto de Cabo Frio

sexta-feira, 8 de maio de 2009

TAF paralisa vôo de passageiros no Ceará

COM QUEDA NA DEMANDA

Como vários outros setores produtivos, o de transporte aéreo também sentiu os efeitos da crise financeira global. O que se viu recentemente foi uma elevada oferta de promoções das companhias de aviação, operadoras e agências de viagem para tentar manter as vendas aquecidas. Neste cenário, a empresa aérea cearense TAF não suportou a queda na demanda. Segundo o diretor executivo, João Ariston Pessoa Filho, este recuo inviabilizou a manutenção da linha regular de passageiros do vôo Fortaleza-Belém-Macapá-Caiena (na Guiana Francesa), que operava desde 2005.

Há cerca de 90 dias, Fortaleza saiu desta rota, que continua nos outros três destinos. “Paralisamos a linha de passageiros em Fortaleza por redução na procura deste vôo”, explica o comandante Ariston. “Depois da crise econômica, houve uma diminuição neste sentido. A indústria de aviação, no geral, recuou, depois de quatro anos de forte crescimento”.

De acordo com ele, não há planos para a TAF retomar a linha regular de passageiros na Capital. Por outro lado, diz, a empresa registra crescimento nos vôos cargueiros e charters, além da atuação do grupo em outra empresa de táxi aéreo. Ariston mostra o incremento no faturamento nos dois últimos anos. Em 2007, o volume de recursos alcançou a cifra de R$ 128 milhões, enquanto no ano seguinte, este valor passou para R$ 138 milhões. Ele projeta como meta para 2009 um aumento de 5% no faturamento. “Não é um crescimento significativo, mas queremos nos manter no mesmo patamar de 2008”, avalia.

Para garantir este resultado, ele conta com o aumento da frota de cargueiros, que ainda nesta primeira quinzena de maio deve receber seu quinto avião. Ele garante ainda que em agosto próximo, a companhia vai operar 15 vôos charters de Fortaleza a Caiena.

Ele explicou que o roteiro de Belém a Guiana Francesa se mantém porque historicamente há um forte comércio entre essas duas regiões.

Fonte: Diário do Nordeste

Gravação mostra desespero de pilotos antes da queda de avião

Foi divulgado o registro desesperado de um acidente de avião. São os últimos instantes da tripulação do jato executivo que caiu, há um ano e meio, em São Paulo. Piloto e copiloto morreram. Seis pessoas que estavam no solo também.

A perícia diz que foi falha humana. O laudo sobre o acidente diz que o piloto não executou procedimentos básicos. Ele teria deixado o copiloto, que ainda estava em treinamento, fazer uma série de tarefas. E um erro no posicionamento do combustível teria derrubado o avião.

As 330 páginas do laudo concluído pelo Instituto de Criminalística de São Paulo reconstituíram o acidente, desde os momentos que antecederam a decolagem.



Em novembro de 2007, um Learjet decolou do aeroporto Campo de Marte e caiu, logo em seguida, sobre um bairro residencial na Zona Norte de São Paulo. Além dos dois tripulantes, seis moradores morreram.

Para apontar o que provocou a queda, os peritos usaram depoimentos, os destroços e as peças que sobraram do jato, como a caixa-preta.

Segundo a perícia, antes dos motores serem acionados, o comandante Paulo Roberto Montezuma falava ao celular, fora da cabine. O copiloto Alberto Soares Junior, que ainda estava em fase de instrução, fez todos os procedimentos, dentro da cabine. Ele mesmo estava no controle no momento da decolagem.

Gravações retiradas da caixa-preta mostram que todos os contatos com a torre de controle do Campo de Marte também foram feitos pelo copiloto. Enquanto esperava autorização para o voo, Soares Junior comentou sobre o pouso de outro avião.

Às 14h18, a torre autorizou a decolagem. Ao subir, o correto seria que o avião fizesse uma curva para a esquerda. Mas, foi para a direita.

Para os peritos, havia mais combustível em uma asa do que na outra, o que provocou desequilíbrio. A controladora de voo percebeu o erro na trajetória: "Curva à esquerda após a decolagem".

A gravação da caixa-preta também revela os últimos momentos dentro do avião. Desesperado, o comandante chamou a atenção do copiloto, que controlava o jato. O Bom Dia Brasil retirou do som os trechos com palavrões: "Não vem rápido, vem devagar, traz devagar. Não perde o eixo. Está desbalanceado. Arruma esse combustível pra mim. Vou morrer. O que você fez?"

No laudo, o Instituto de Criminalística aponta a seguinte conclusão: "O comandante da aeronave encontrava-se gerenciando várias tarefas ao mesmo tempo. Absteve-se de executar procedimentos corretos e exigidos em check-list, na preparação da aeronave para a partida dos motores e a decolagem".

"Muito provavelmente ocorreu uma falha humana pela não realização do check-list por parte do comandante e do copiloto. Neste caso não existem culpados, tecnicamente falando, porque os dois que foram responsabilizados pelo acidente estão mortos e faleceram em decorrência dele", diz a delegada Elisabete Sato.

Segundo a polícia, uma das pessoas feridas no acidente não aceitou acordo com a empresa aérea. O avião atingiu três casas. Uma foi toda reformada. As outras duas estão vazias. Os donos receberam indenizações e foram embora do local.

Fonte: Bom Dia Brasil via Gazeta Online

Defesa dos EUA vai beneficiar tecnologia e segurança

À medida que o Departamento da Defesa dos Estados Unidos reformula sua capacidade militar e se equipa melhor para enfrentar operações de combate irregular, as empresas que se concentram na tecnologia de informação e em prevenir novas ameaças de segurança estarão bem posicionadas para se beneficiar.

O governo Obama esta semana solicitou ao Congresso US$ 663,8 bilhões para o Pentágono, que mudará de foco e passará a dedicar mais recursos a combater insurgentes do que a inimigos tradicionais. O orçamento, que precisa de aprovação do Congresso, pode resultar no encerramento da produção do F-22, o caça stealth da Lockheed Martin, do helicóptero presidencial VH-71 e do avião de carga militar C-17, da Boeing.

Mas também reforçaria as verbas de sistemas que coligem, monitoram e disseminam informações, e ofereceria cobertura adicional do campo de batalha por veículos aéreos não tripulados. Também está prevista uma expansão de mais de 2,4 mil soldados no efetivos das forças de "operações especiais".

"As empresas que estão produzindo tecnologias que auxiliam os soldados no campo de batalha de maneira prática" devem se beneficiar, disse Brian Ruttenbur, analista de defesa da Morgan Keegan. "Coisas que apresentam custos muito elevados e retornos questionáveis estão chegando ao fim", acrescentou.

Jim McAleese, um consultor de defesa, disse estar surpreso pela forte concentração da Casa Branca em cancelar cerca de US$ 5 bilhões de verbas adicionais para armamentos em uma proposta de orçamento de guerra suplementar, quando está a ponto de apresentar um orçamento de US$ 3,55 trilhões.

Dado o esforço para cortar programas de armas, alguns representantes do setor estão começando a temer que "defesa talvez se torne um nome feio na Casa Branca".

Mas Alex Hamilton, diretor executivo sênior da Jesup & Lamont Securities, disse que a mudança de foco do governo Obama demonstra que as autoridades estão cada vez mais preocupadas com as operações de inteligência e a proteção de redes de computadores contra ameaças, e não com a produção de equipamentos militares mais tradicionais.

Fonte: Reuters via Terra

Redução de tarifas já tem efeito nos voos para Europa

Duas companhias aéreas internacionais, a British Airways e a Iberia, foram as primeiras a anunciar tarifas 20% menores devido à liberdade tarifária para voos ao exterior de longo percurso, aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anec) em 23 de abril.

As duas empresas aéreas fazem parte da mesma aliança - a Oneworld - e curiosamente anunciaram os mesmos preços, ontem, para um escopo de destinos europeus bastante similar.

Tanto a British como a Iberia divulgaram tarifas a partir de US$ 695 para destinos como Paris, Roma, Londres, Amsterdã, Bruxelas, Zurique e Frankfurt. Antes da liberação, os preços mínimos obrigatórios para esses destinos eram US$ 869 ou US$ 863. A British, que tem sede em Londres, ainda oferece o preço mais baixo para cidades em Portugal e para Madri. A Iberia, cuja sede é na capital espanhola, oferece voos mais baratos para Londres.

As companhias estão seguindo a decisão da Anac, que permite a aplicação de descontos de até 20% nos preços mínimos antes estabelecidos. A partir de julho, os descontos poderão ser de até 50%; em outubro, poderão ser de até 80% e, em 2010, já não haverá qualquer barreira tarifária.

As empresas não divulgam quantos assentos em cada voo estão sendo oferecidos pelos preços mais baixos, nem por quanto tempo eles serão válidos.

Hoje, o presidente da TAM, David Barioni, disse que a empresa não espera reduções significativas por enquanto. "Não há muito espaço para baixar tarifas. Nos voos para Miami, por exemplo, os preços estão cerca de 20% acima da banda mínima", disse.

Segundo Barioni, é preciso saber o número de assentos que as empresas aéreas disponibilizam em cada voo com tarifas mais baixas. "Se forem muito poucos, a promoção é uma jogada de marketing", disse.

No primeiro trimestre, a TAM teve uma ocupação de 72% em seus voos internacionais e prevê uma taxa semelhante para o segundo trimestre, apesar de o período entre abril e junho ser tradicionalmente o mais fraco do ano.

Diversas outras empresas estão fazendo promoções, mas ainda não atribuem essas medidas à liberação promovida pela Anac. A American Airlines anuncia em seu website alguns voos entre Brasil e Estados Unidos por US$ 657, ou 7% menos do que o limite de US$ 709 vigente antes da liberação. A empresa alega, contudo, que esse desconto já era permitido pela Anac em época de baixa temporada, antes mesmo de a liberação ser implantada.

Copa e Avianca estão fazendo promoção no estilo "leve dois, pague um". Air France e TAP são outras companhias que formatam ofertas especiais.

Fonte: Roberta Campassi (Valor Econômico, para Valor Online)

Azul Linhas Aéreas prepara-se para "cloud computing"

A Azul Linhas Aéreas pretende investir em cloud computing até 2010. De acordo com a estratégia da companhia de aviação, o uso da tecnologia está alinhada à estratégia de buscar novos mercados para atuar. Hoje, a empresa realiza rotas para cerca de dez cidades (Porto Alegre, Curitiba, Vitória, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Manaus, Fortaleza).

Diante da expansão e da forte demanda na Internet, Kleber Linhares, gerente de TI da Azul, adianta que estuda uma solução de cloud computing para operar em períodos de pico, sem precisar investir em mais servidores. “Também estamos avaliando um padrão de segurança para implementar o cloud computing”.

Entretanto, este ano, Linhares ainda fará a migração da solução Altire, da Symantec, que hoje está na versão 7. Também em 2009, a ideia é crescer com a virtualização. A equipe de TI da Azul já testa a implementação da solução na área administrativa.

Fonte: Paula Zaidan (Decision Report)

O que é cloud computing?

A nuvem computacional ou cloud computing é um modelo de computação em que dados, ficheiros e aplicações residem em servidores físicos ou virtuais, acessíveis por meio de uma rede em qualquer dispositivo compatível. Basicamente, consiste em compartilhar ferramentas computacionais pela interligação dos sistemas, semelhantes as nuvens no céu, ao invés de ter essas ferramentas localmente (mesmo nos servidores internos). O uso desse modelo (ambiente) é mais viável do que o uso de unidades físicas.

Um problema originado dentro das corporações é o alto custo com Tecnologia da Informação (TI). “As organizações de TI gastam hoje 80% de seu tempo com a manutenção de sistemas e não é seu objetivo de negócio manter dados e aplicativos em operação. É dinheiro jogado fora, o que é inaceitável nos dias de hoje”, defende Clifton Ashley, diretor do Google para a América Latina.

Dentro desse contexto, o PC será apenas um chip ligado à internet, a "grande nuvem" de computadores. Não há necessidade de instalação de programas, serviços e armazenamento de dados, mas apenas os dispositivos de entrada (teclado, mouse) e saída (monitor) para os usuários.

Uma arquitetura em nuvem é muito mais que apenas um conjunto (embora massivo) de computadores. Ela deve dispor de uma infra-estrutura para gerenciamento, que inclua funções como provisionamento de recursos computacionais, balanceamento dinâmico do workload e monitoração do desempenho.

Leia mais: AQUI.

Fonte: Wikipédia - Imagem: Lone Wolf Librarian

Empresa cria helicóptero espião que cabe na palma da mão

Mini helicóptero com câmera PD-100 Black Hornet ganha os céus

Comprimento: 10 centímetros. Peso: 15 gramas. Função: ser o menor helicóptero equipado com câmera do mundo. Codinome: PD-100 Black Hornet, da Proxdynamics

Se cada post do Gadgets INFO viesse em formato de vídeo, essas frases apareceriam em verde musgo ao som da trilha sonora do clássico Rambo. Cheio de pretensões guerrilheiras, um protótipo do PD-100 Black Hornet recentemente ganhou o céu para um vôo de teste e atingiu a velocidade de 7m/s.

Ele é monitorado por um controle remoto com LCD de 6 polegadas que armazena as imagens captadas pela câmera do dispositivo. O PD-100 Black Hornet deve chegar ao mercado já no próximo ano. E, segundo o fabricante, será ideal para soldados que têm medo de atuar na linha de frente do combate.




Criado pela empresa norueguesa Prox Dynamics, o helicóptero espião PD1200 foi desenvolvido por soldados e espiões e também poderá ser usado em complicados serviços de resgate.

O pequeno equipamento é movimentado por um motor elétrico e comandado por controle remoto. Com hélices medindo 10 cm, o objeto do tamanho de um brinquedo pesa apenas 15 gramas e pode atingir a velocidade de 32 km/h.

O helicóptero capta imagens dos locais que devem ser espionados a partir de uma câmera acoplada em seu interior.

"O PD 1200 pode ser carregado dentro do bolso e levanta voo em segundos, dando um panorama quase que imediato sobre o que se passa no terreno", disse Petter Muren, presidente da Prox Dynamics.

O helicóptero espião já foi testado em áreas desérticas e resistiu a fortes ventos, acrescentou Muren. A empresa afirmou que o equipamento deverá ser vendido para governos e agências de espioagem a partir do ano que vem.

Fontes: Talita Abrantes Rodrigues (INFO Online) / BBC Brasil