sexta-feira, 11 de julho de 2008

Piloto morre em queda de avião na Estônia

Quarta-feira (09) caiu no Aeródromo de Parnu, na Estônia, um avião Piper PA28, de matrícula sueca. Segundo informações da imprensa o avião decolou em Riga com destino a Parnu.

Ao executar a manobra de aproximação para a aterrissagem, a aeronave perdeu o ponto de abordagem, fez uma curva à direita e, em seguida, perdeu altitude e caiu 200 metros antes da pista nº 03 do Aeródromo. Após a colisão com o solo, o avião foi destruído pelo fogo. As equipes de resgate chegaram seis minutos após o acidente.

"A bordo do avião estava apenas o piloto que morreu na hora" - informou o secretário do Departamento de Tráfego Aéreo, Kersti Telve.

Uma comissão foi criada para esclarecer as circunstâncias do desastre.

Fontes: Delfi / ASN - Fotos: Ants Liigus

Dois feridos em queda de avião na Califórnia, EUA

Um instrutor de vôo e seu aluno ficaram feridos na quarta-feira (09) quando o monomotor em que estavam teve um problema mecânico e caiu numa fazenda perto de Simi Valey Field, na Califórnia, EUA.

O Cessna 172RG, prefixo N9627B, registrado para Ameriflyers Of California caiu pouco antes das 17:00 (hora local) e ficou de cabeça para baixo sobre uma encosta acima de uma fazenda, informou o Sheriff do Condado de Ventura, Capitão Ron Nelson.

Os ocupantes sofreram cortes e hematomas, mas foram capazes de sair do avião por conta própria, afirmou Nelson. Eles foram levados à um hospital para tratamento.

O instrutor e o estudante decolaram no Aeroporto de Santa Monica e voltavam para lá quando o Cessna teve algum tipo de problema mecânico, disse Ian Gregor, porta-voz da FAA (Federal Aviation Administration).

A FAA e a NTSB (National Transportation Safety Board) estão investigando as causas do acidente.

Fonte: My Fox Los Angeles - Foto: Reprodução da TV

Instrutor e aluno morrem na queda de avião no Alabama, EUA

Um piloto-estudante e seu instrutor morreram na quarta-feira (09) quando seu avião, um Coylaer / LSA-Aero Freedom S-100 Amphibian, prefixo N4450E caiu no Rio Tennessee, próximo a Lucas Ferry Road, em Swan Creek Wildlife Management, nos arredores da parte sul do Condado de Limestone, no Alabama, EUA.

O acidente aconteceu por volta das 11:30 (hora local) e os dois tripulantes foram retirados das águas do rio pouco após às 13:30 hs.

O escritório do xerife local, identificou os homens como JJames Don Langford, 61, de Huntsville, Anthony Cane Baker, 65, de Nova York. Não foi imediatamente identificado qual deles era o aluno e o instrutor ou quem estava no comando do avião quando ele caiu.

O pequeno avião anfíbio caiu no rio Tennessee. O local fica próximo a Pryor Field, um pequeno aeródromo a três milhas a nordeste de Decatur.

O avião estava de cabeça para baixo na água quando o resgate chegou. Ele flutuou entre 200 a 300 jardas antes que pudesse ser interrompido e ancorado. No local, o rio tem cerca de cinco metros de profundidade.

Investigadores da NTSB (National Transportation Safety Board) se deslocaram para o local a fim de investigar as causas do acidente.

Fonte: NBC15 - Foto: Reprodução da TV

Veja foto do avião Coylaer / LSA-Aero Freedom S-100 Amphibian

Foto: Lightsport aircrafts

Avião de acrobacias se acidenta em estrada de Portugal

Um avião Extra 300/L, prefixo D-EMCK, registrado para a empresa Aerobatica, caiu na quarta-feira (09) na estrada nacional 247, chamada estrada do Guincho, na estrada do Guincho, em Cascais, chocando-se contra um automóvel. O acidente não causou feridos.

O piloto, com cerca de 30 anos, foi obrigado a aterrissar de emergência devido a uma falha de motor. Na aterrissagem, bateu na traseira de um carro que circulava na estrada, partindo a asa direita do aparelho.
A Aerobática, uma empresa patrocinada pela Seat. Trata-se de um avião acrobático igual aos utilizados por alguns dos pilotos da Red Bull Air Race.

À uma testemunha que se encontrava no local do acidente, o piloto disse que teve sorte em bater no carro, pois, à velocidade em que seguia, não conseguiria parar a avioneta antes da curva mais próxima.

A circulação estrada teve que ser interrompida para remover o pequeno avião e proceder à limpeza da via.

A aeronave foi encaminhada para o Aeródromo de Cascais onde será alvo de uma inspeção para determinar as causas do acidente que está sendo investigado pela polícia e pelos técnicos do Aeródromo Municipal de Cascais.


Assista a reportagem sobre o acidente AQUI.

Fontes: Correio da Manhã / Sapo Notícias (Portugal) - Foto: aaiii.blogspot.com

Pequeno avião cai no Missouri, EUA

Bombeiros e moradores das proximidades inspecionam os destroços do avião

Um pequeno avião Cessna 150F, prefixo N8647G, caiu na tarde de terça-feira (08) ao sul do Aeroporto de Kalispell City, próximo a Ashley Creek, no Missouri, EUA.

Os dois passageiros do avião foram transportados de ambulância para o Centro Médico Regional de Kalispell para tratamento.

O avião caiu sobre um curral de cavalos a cerca de um quarto de milha ao sul do aeroporto, por volta das 14:30 (hora local). Por pouco o avião não atingiu oito diferentes estruturas - quatro delas casas.

Funcionários da FAA (Federal Aviation Administration) e da NTSB (National Transportation Safety Board) voaram de Seattle para o local a fim de investigar as causa do acidente.

Fonte: Flathead Beacon - Foto: Lido Vizzutti

Ultraleve cai na República Tcheca e os dois ocupantes escapam com vida

O ultraleve Dova DV-1 Skylark, prefixo OK-MUA 01, caiu no domingo (06) no Aeródromo de Zabreh, em Dolni Benesov, Distrito de Opava, na Região de Ostrava, na República Tcheca.

O piloto e seu passageiro escaparam milagrosamente, apenas com ferimentos leves.

O acidente ocorreu às 21:30 (hora local) imediatamente após a decolagem, quando a cerca de dez metros do solo.

Os inspetores da Associação de Avição Amadora da República TCheca está investigando as causas da queda do ultraleve. A Associação já havia emitido um aviso proibindo os vôos nesse modelo de ultraleve.

Fonte: TN.cz

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Veja mais fotos do acidente no Chile


Fotos: Cristián Duarte (El Llanquihue)

Avião de pequeno porte cai no Chile e mata 9 pessoas


Um avião Beechcraft 99A, prefixo CC-CFM, da empresa Aerocord, caiu na fronteira da cidade chilena de Puerto Montt na quinta-feira (10), matando nove pessoas, incluindo um bebê, segundo a polícia.

O general Hugo Pena, que coordena os esforços de resgate, disse que o avião atingiu uma área de arbustos em Puerto Montt, que fica 1.058 quilômetros ao sul de Santiago.

Por pouco, o avião, não atingiu um vilarejo com centenas de casas. "A viagem era para a ilha de Melinka e, de repente, cerca de cinco quilômetros a nordeste do aeroporto, o avião caiu rapidamente", disse Pena.

O pequeno avião de passageiros Beechcraft 99A, de propriedade de uma companhia chamada Aerocord, só poderia levar 10 pessoas.

Pena disse que as autoridades de aviação investigarão a causa da queda, que ocorreu em meio ao tempo chuvoso e ao vento.

"Ouvimos um som como o de um caminhão batendo, então corremos para ver e vimos o avião. Estava sem cabine. Nós procuramos o corpo do piloto e vimos um corpo carbonizado com uma mochila", disse Julia Vazquez, 39, que vive nas proximidades.

Cerca de 30 pessoas morreram em acidentes com aviões de pequeno porte no Chile neste ano.

Fonte: Reuters - Fotos: Cristián Duarte (El Llanquihue)

Aviões militares russos sobrevoam a Ossétia do Sul

Aviões da força aérea russa sobrevoaram a república separatista georgiana da Ossétia do Sul a fim de 'evitar um derramamento de sangue', anunciou nesta quinta-feira um comunicado do ministério russo das Relações Exteriores.

"A situação se agravou em 9 de julho na zona de conflito e era preciso tomar medidas urgentes e eficazes para evitar um derramamento de sangue", enfatiza o ministério.

O texto diz ainda que esta operação responde a informações sobre uma eventual intervenção das tropas georgianas nesta região separatista.

"Alguns aviões da força aérea russa sobrevoaram brevemente a Ossétia do Sul. Esta medida permitiu esfriar as pessoas que têm sangue quente em Tbilisi", acrescenta o texto.

Fonte: France Presse

Um ano da tragédia em Congonhas: programação de eventos

UM ANO DA TRAGÉDIA EM CONGONHAS - HOMENAGENS

PROGRAMAÇÃO DOS EVENTOS


Programação para o dia 17/07

“Juntos, em oração num local sagrado”.

Tema: “Árvore da vida, sinal do espírito do criador”

No local do acidente (em frente ao aeroporto)

18h30min Hasteamento da bandeira

18h45min Momento de oração No local do Memorial com minuto de silêncio no horário do acidente.

Esse momento será animado pelo Padre Juarez de Castro, considerado o novo fenômeno da comunicação da igreja católica no Brasil.

Presenças confirmadas:

Pastor Luterano Hermann Wille, integrante e fundador do Grupo Ecumênico, CONIC – Santo Amaro.

Pastor da Igreja da Paz, esteve presente por várias vezes nos momentos de oração deste nosso ano.

Pastor e Capelão da Aeronáutica Marcelo Coelho. Pastor da Igreja Presbiteriana da Esperança,participa desde o primeiro grupo de oração ,logo após o acidente, ainda no ‘ Blue Tree “,e está sempre pronto a nos apoiar.

Tenor Rinaldo Viana. Evangélico, é dono de uma voz potente e marcante .

Cantora Giovanna Maira, vencedora do Concurso Rosemary Kennedy 2006, realizado nos Estados Unidos. Deficiente visual, é uma jovem de muita fé e um exemplo de superação.

O tema abordado para este momento de oração será “ Árvore da vida ,sinal do espírito do criador “

Apoio da PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

Levar capa de chuva e lanterna.

Programação para o dia 19/07

“Juntos, em oração na Catedral de SP”.

Praça da Sé


11h00min - 11h30min Ato Cívico na Sé.

11h45min - 12h00min Entrada dos familiares com 201 arranjos de flores que serão levadas até o altar

12h00min - Celebração Eucarística presidida pelo Cardeal Arcebispo Dom Odilo Scherer

Celebração: Arcebispo de São Paulo, cardeal dom Odilo Scherer.

Participação: Coral dos Arautos do Evangelho.

DEUS está sempre presente nas nossas homenagens e nossos amados estão também sempre nos nossos corações.

Programação para o dia 20/07

“Momento cultural pela valorização da vida”.

Local : Sala São Paulo Praça Júlio Prestes s/n , Luz

10h00min Abertura da casa com gesto concreto para a Toca de Assis (troca de ingresso por 1 kg de alimento não perecível )

10h30min Abertura da sala . "Momento Cultural pela Valorização da VIDA " com o Coral e Orquestra Allegro, sob a regência do Maestro Renato Misiuk

Entrega da homenagem "Tributo à VIDA ", um agradecimento ás pessoas que se solidarizaram com os familiares e apóiam a Caminhada pela Vida Verdade e Justiça.

Allegro Coral Orquestra

Regência Maestro Renato Misiuk

Domingo 20 de Julho de 2008 - 11h00min h Sala São Paulo - Estação Julio Prestes

Entrada: 1 kg de Alimento não perecível

Solistas convidados: Rinaldo Viana, Marlei Santos e Giovanna Maira

No Programa: Tchaikovsky, Verdi, Puccini, Gounod, Handel, Bocelli, Tom Jobin e Vinicius de Moraes

Apoio do Governo do Estado de São Paulo

Será um momento mágico de celebração da vida, no palco da mais respeitada casa de concerto do Brasil , a Sala São Paulo, na antiga Estação Julio Prestes.

Através da musica, o coral e orquestra Allegro estará homenageando a todos que se foram...

Além do Coral e Orquestra com 140 elementos , teremos a participação do talentoso tenor Rinaldo Viana, da soprano Marlei Santos, que é um dos destaques da temporada do musical Miss Saigon e da soprano Giovanna Maira que encantará a todos pela sua alegria, qualidade sonora e mensagem de superação.

No programa, obras de Tchaikovsky,Copland,Handel,Gounod,Andrea Bocelli e Vinicius de Moraes.

O Jovem Maestro Renato Misiuk define esse concerto sinfônico em forma de poema:

Musica, na alegria um alimento,
na tristeza um alento,
muito importante viver esse momento
!

Falando um pouco das atrações :

Allegro Coral e Orquestra - Grupo com mais de 10 anos de história e formado por músicos e cantores com passagens nas principais orquestras do País, já realizou centenas de apresentações líricas em várias cidades, tanto em concertos, como em cerimônias. De formação erudita, o grupo tem a proposta de levar ao público versões modernizadas dos clássicos.

Renato Misiuk - Maestro titular e idealizador do Allegro Coral e Orquestra, desenvolve trabalho com música erudita em concertos sinfônicos e cerimônias. Formado pela Faculdade Mozarteum em regência, desenvolveu trabalho como instrumentista na Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo por 16 anos e atuou nas melhores orquestras do Brasil, agora se dedicando ao trabalho de regência e produção musical. Em 2007, regeu a orquestra do “Prêmio Bravo de Música”, evento que premia os destaques da música popular e erudita do Brasil. Paralelamente, apóia projetos sociais com o Instituto Acorde, voltado ao ensino de música erudita para jovens carentes.

Marlei Santos - cantora e atriz.,já se apresentou em diversos países e participou de eventos como o Festival de Música de Birminghan e o Festival de Verão de Gramado e Canela. Recentemente atuou em “O Fantasma da Ópera”,no Teatro Abril, e atualmente faz parte do elenco do espetáculo “Miss Saigon”.

A cantora e instrumentista Giovanna Maira, venceu o concurso Rosemary Kennedy para jovens solistas com deficiência, realizado em Wasghinton, EUA no início do mês. Giovanna Maira foi selecionada na fase nacional pela “Associação Vida, Sensibilidade e Arte” para representar o Brasil, concorrendo com artistas de 86 países. Cheia de vida, aceitou de imediato o nosso convite.

Rinaldo Viana. Quando, ainda adolescente, ouviu Pavarotti cantar "Nessun Dorma" pela primeira vez, ficou deslumbrado e passou a interpretar clássicos da música lírica, temas da música pop com uma singularidade acima da média e resolveu encarar um desafio .

Todos eles aceitaram prontamente nosso convite e estão dedicados para que nossos amados sejam homenageados e para que se mostre a importância de se respeitar uma VIDA.

12h30min Mostra " Um ano pela Vida Verdade e Justiça "

Estaremos montando uma Mostra da nossa Caminhada pela Vida Verdade e Justiça na “Sala das Artes “ .

O bar café da Sala São Paulo estará em funcionamento para lanches rápidos.

Convidamos nossos amigos e familiares para este momento de homenagem,que fecha este nosso ano de luta,com uma programação cultural. Todas as pessoas que estão doando seu trabalho, músicos, cantores, maestro, pessoal da produção, pessoal de apoio, estão preparando tudo com muito carinho e dedicação.

Agradecemos a Deus por tudo que conseguimos e pedimos força para continuarmos a “Vida “.

Eventos AFAVITAM

Contamos com a participação de vocês.

Aprovado rito sumário em ações de indenização a vítimas de acidente aéreo

As ações judiciais prevendo indenização a vítimas ou parentes de vítimas de acidente aéreo poderão estar submetidas a rito sumário, conforme determina projeto acolhido nesta quarta-feira (09) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A matéria, de autoria da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), também prevê alteração no Código de Processo Civil para explicitar a possibilidade de o autor ajuizar a ação de reparação no foro de seu domicílio.

Lúcia Vânia argumenta, na justificação da proposta (PLS 476/07), que "de nada adianta" a existência de leis assegurando direitos aos usuários de transporte aéreo se, na busca da reparação desses direitos, "o processo for longo e infindável". A senadora ressalta que sua proposta de mudança do rito processual será uma forma de "minimizar a dor de familiares e vitimados em acidentes aéreos".

Em seu parecer favorável ao projeto, a senadora Serys Slhessarenko (PT-MS) destacou que a proposta busca agilizar o processo de ajuizamento das ações e o recebimento das indenizações devidas. A relatora apresentou emenda, acolhida pela comissão, adequando a redação do texto, para prever a aplicação do rito sumário a ações indenizatórias referentes a acidentes de qualquer tipo de veículos, poisa lei atual já prevê o rito sumário no caso de acidentes terrestres. O projeto recebeu decisão terminativa na CCJ.

Serys também foi relatora do PLS 273/08, acolhido pela Comissão de Justiça, que assegura proteção ao patrimônio do novo cônjuge ou companheiro de devedor de pensão alimentícia. A matéria, de autoria do senador José Maranhão (PMDB-PB), torna impenhorável a parte do bem de família que couber, por exemplo, à esposa cujo marido for devedor de pensão alimentícia estabelecida ao término de casamento anterior.

Para a relatora, são necessárias as mudanças propostas por José Maranhão à Lei 8.009/90, que trata da impenhorabilidade de bens de família, como forma de assegurar que, mesmo em casos onde seja autorizada a venda do bem, fique assegurada a parte de direito do novo cônjuge. O projeto também foi acolhido de forma terminativa pelos senadores que integram a comissão.

Fonte: Iara Guimarães Altafin (Agência Senado)

Avião de dois lugares faz pouso de emergência em SP

Um avião modelo Paulistinha, de dois lugares, do Aeroclube de Sorocaba, no interior de São Paulo, teve um princípio de pane durante um treinamento e fez um pouso de emergência nesta quinta-feira (10), no aeroporto da cidade. O instrutor e o aluno não se feriram.

De acordo com funcionários, o aparelho tinha decolado e ganhava altura quando teve a falha. O instrutor teria conseguido assumir o controle e fazer a manobra de aterrissagem.

Durante o pouso, uma das asas do avião tocou a pista.

O aparelho foi recolhido no hangar e passará por inspeção amanhã. Segundo a direção do aeroclube, o acidente não teve maiores conseqüências.

Fonte: Estadão.com

China detém 82 'suspeitos de terrorismo'

Segundo o governo, o terrorismo seria a principal ameça aos Jogos Olímpicos.

Autoridades chinesas anunciaram a prisão de 82 homens considerados suspeitos de terrorismo, na região da província de Xinjiang, no oeste do país.

O país diz que os terroristas são a principal ameaça aos Jogos Olímpicos de Pequim, que começam dentro de um mês.

Os dados foram divulgados pelo Departamento de Segurança Pública de Urumqi, capital de Xinjiang, região com grande concentração de muçulmanos.

Segundo as autoridades, além das 82 detenções, o Departamento ainda desmantelou cinco grupos terroristas que, segundo o governo, estariam tentando sabotar as Olimpíadas.

Ameaça

De acordo com o correspondente da BBC em Pequim James Reynolds, o governo já vinha realizando uma série de ações antiterror deste o início do ano.

Em janeiro, a polícia local realizou uma operação em Urumqi que resultou na prisão de dois militantes. Dois meses depois, a China revelou a descoberta de um plano para seqüestrar um avião que partia da cidade.

Em abril, o governo chinês anunciou que as forças de segurança haviam descoberto vários planos de ataques suicidas e de seqüestro de atletas durante os Jogos Olímpicos.

Além disso, nessa semana, a imprensa chinesa relatou que a polícia havia matado cinco militantes que estariam preparando uma guerra santa na província de Xinjiang.

Segundo o governo chinês, a principal ameaça seria um grupo terrorista chamado de Movimento Islâmico do Turquestão Ocidental (o Turquestão corresponde ao que hoje é conhecido como a província de Xinjiang), que teria ligação com a rede Al-Qaeda.

No entanto, especialistas em segurança internacional questionam o nível de ameaça enfrentado pela China.

Alguns ativistas de direitos humanos afirmam que o país exagerou o nível de ameaça para justificar o que chamam de "repressão" aos muçulmanos que vivem na região da província de Xinjiang.

Fonte: BBC

Boeing já se prepara para enfrentar mais concorrentes no mercado de aviões de corredor único

A Boeing afirma que já está se preparando para um aumento na concorrência no mercado de aviões de corredor único. Essa preocupação é fruto da expectativa da empresa de que, nos próximos 20 anos, as companhias aéreas vão começar a demandar aeronaves um pouco maiores que aquelas em operação hoje.

A era do jato de 50 assentos acabou, diz o vice-presidente de Marketing da empresa, Randy Tinseth. Segundo ele, há um ganho importante em eficiência e economia com a utilização de aeronaves maiores na aviação regional, daí a previsão de que irá enfrentar, no futuro, pressão de novos concorrentes. Segundo ele, as atuais fabricantes de jatos regionais terão de atender a demanda de seus clientes e, assim, entrarão no mercado que hoje é dividido entre a própria Boeing e a européia Airbus.

Achamos que vamos ver mais competição nesse segmento (de aviões de corredor único), diz Tinseth. Sejam os brasileiros (da Embraer), os canadenses (da Bombardier), os chineses (da AVIC I) ou os russos (da Sukhoi), isso vai ocorrer mais cedo ou mais tarde, provavelmente mais cedo, acrescenta.

Segundo ele, para se preparar para enfrentar essa concorrência, a empresa tem se concentrado em assegurar uma estratégia sólida, com bons produtos e investimentos constantes nesse segmento. O mais importante é melhorarmos nossa eficiência, reduzindo nosso custo de produção, afirma Tinseth.

Fonte: José Sergio Osse (Valor Online)

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Avião de pequeno porte cai no Paraná

Piloto de 26 anos foi levado para hospital com ferimentos graves.

Aeronave, que decolou em Mato Grosso, seguia para Londrina.




Um avião de pequeno porte, AIR TRACTOR AT-402B, prefixo PR-GRV caiu, nesta quarta-feira (9) no município Primeiro de Maio, no norte do Paraná. O piloto, único tripulante, ficou ferido.

A aeronave pertence a uma empresa de pulverização de lavouras. O piloto de 26 anos partiu do município de Dom Aquino, Mato Grosso, e pretendia chegar a Londrina (PR).

O rapaz foi levado para o hospital com ferimentos graves. Uma perícia da Aeronáutica deve determinar as causas do acidente.

Fontes: G1 / TV Paranaense

Há 11 anos: Pânico e morte em vôo da TAM

Na quarta-feira, 09/07/1997, o Fokker 100 da TAM, prefixo PT-WHK, fez um pouso de emergência no aeroporto de Congonhas. A 2.400 metros de altitude, uma explosão abriu um rombo na fuselagem do avião.

Assista a reportagem do Jornal Nacional AQUI.

Leia sobre o acidente
AQUI.

Fonte: Site Desastres Aéreos / Jornal Nacional (TV Globo)

Pentágono abrirá nova licitação por aviões de abastecimento

O senador Richard Shelby disse nesta quarta-feira (09) que o Pentágono decidiu reabrir a licitação de um contrato de US$ 35 bilhões por um avião de carga que havia sido concedido ao Northrop Grumman.

"Esta é a melhor de todas as opções", afirmou o senador pelo estado do Alabama por meio de um comunicado de imprensa, acrescentando que o secretário de Defesa Robert Gates divulgará a nova licitação.

Em 29 de fevereiro, a Força Aérea americana escolheu o construtor europeu EADS, fabricante do Airbus, e a Northrop para que lhe fornecessem 179 aviões de abastecimento, em um contrato de US$ 35 bilhões de dólares, um dos maiores já assinados pelo Pentágono nos últimos anos.

Em 11 de março, a Boeing apresentou um recurso ao GAO, questionando a atribuição do contrato por "irregularidades no desenvolvimento da licitação e na avaliação das ofertas".

Mais recentemente, em 12 de junho, a Northrop Grumman, sócia da européia EADS, reconheceu que o Pentágono havia cometido muito erros na avaliação dos dois candidatos na licitação para renovar sua frota de aviões-tanque.

"A Força Aérea americana descobriu cinco erros no cálculo do custo mais provável do ciclo de vida (do programa), o que implica um leve ajuste dos custos operacionais dos dois aparelhos", declarou na ocasião o grupo de defesa americano, em nota enviada à AFP por e-mail.

Esses erros menores ficaram em evidência durante a revisão do processo de avaliação realizada a pedido do GAO (Government Accountability Office, o braço investigativo do Congresso americano), dentro do recurso apresentado pela Boeing, o outro grupo que havia feito uma oferta.

Fonte: AFP

Caminhão bate em Concorde e arranca o bico do avião

Ao lado, o Concorde em exibição no museu Intrepid Sea, Air and Space

Acidente inusitado aconteceu quando avião estava em exibição nos EUA.

Jato supersônico será reformado e levado de volta ao museu de origem.


Foi com certo constrangimento que o porta-voz de um museu de Nova York informou que um Concorde deve passar duas semanas na oficina para consertar os estragos causados por uma batida de caminhão.

O lar do Concorde "aposentado" é o museu Intrepid Sea, Air and Space, mas o supersônico estava temporariamente em exposição em um centro recreativo no Brooklyn.

No dia 1º de julho, um caminhão que carregava material de um festival jamaicano perdeu o controle e atingiu o avião, derrubando o clássico bico da aeronave.

Bill White, presidente do museu, diz que o bico será recuperado, recompondo o design original do avião. Ele pediu desculpas à Força Aérea Britânica, dona do jato, e diz que o centro recreativo deveria ter providenciado mais segurança para o Concorde.

Fonte: Associated Press

Ex-combatentes relembram o ano em que SP entrou em guerra

Feriado de 9 de julho homenageia veteranos da Revolução Constitucionalista de 1932.

Eles defendem exemplo do movimento paulista para combater corrupção.


O ex-combatente Gino Struffaldi em 1932, como radiotelegrafista (a esq.), e atualmente, quando presidente Sociedade de Veteranos

Medalhas no peito e no pescoço, terno alinhado, fotografias antigas e capacete verde com a inscrição “Veteranos de 32” sobre a mesa. Às vésperas do feriado de 9 de julho, que marca o aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932, o militar reformado Gino Struffaldi, de 94 anos, relembrou, em detalhes, como foi sua experiência nos quase três meses de conflitos armados no Estado de São Paulo.

À época com 18 anos, o ex-combatente paulista sobreviveu a dois bombardeios aéreos das forças do ex-presidente Getúlio Vargas em um forte do Exército, na Praia Grande, a 72 km de São Paulo. “Os bombardeios foram assustadores. Derrubaram parte dos alojamentos, mas ninguém morreu. Muitas bombas caíram no mar. Não tínhamos armas anti-aéreas e tivemos de adaptar canhões”, recorda.

Cartaz que convocava voluntários

O movimento, que cobrava a criação de uma Constituição e defendia o fim da intervenção de Vargas no governo paulista, arrebatou a população após quatro manifestantes terem sido mortos em protesto na sede do partido do ex-presidente no Centro da capital. As vítimas eram Martins, Miragaia, Drausio e Camargo, nomes que deram origem à sigla M.M.D.C, que batizou o movimento.

“Como um camarada de 18 anos se interessa por política? Eu aderi porque meu comandante aderiu. Eu não tinha noção. Depois fui percebendo o movimento da população e me entusiasmei”, conta Gino, há três anos à frente da Sociedade Veteranos de 32 – M.M.D.C, que visa manter viva a memória do movimento.

Radiotelegrafista do Exército, ele acompanhou as manobras de seus superiores. Após 76 anos, ele ainda tem gravada na memória a mensagem provocativa que o comandante pediu que enviasse à Marinha, autora dos ataques.

“A guarnição do Forte de Itaipu não teme e vê com desprezo inimigos irresponsáveis como são os que pilotaram os aviões Savoia Marchetti que aqui vieram. Breve nos encontraremos. Não perde esperar”, ditou o ex-combatente à reportagem do G1.

Tricô para soldados

De acordo com Gino, cerca de 70 mil mulheres, à época sem direitos políticos, cooperaram com o movimento. Entre elas, estava Dirce Rudge Pacheco e Silva, hoje com 89 anos, que assume nesta quarta-feira (9) o comando simbólico do Exército Constitucionalista durante o desfile de 9 de julho.

Dirce fazia agasalhos para soldados

Aos 14 anos, a dona-de-casa se empenhava em apoiar os soldados e voluntários da revolução. “Fiz muitas meias de tricô, agasalhos, cachecóis. Era inverno e quem estava na linha de frente morria de frio.” A família dela, que vivia em um casarão no Paraíso, também se engajou. “Meus pais e irmãos estavam entusiasmadíssimos. A gente vivia para isso”, lembrou ela, cujos parentes doaram alianças à campanha de arrecadação de ouro para financiar a revolução.

Apesar da resistência do povo, a revolução terminou sem vitória. Frente à iminente invasão das forças de Vargas, São Paulo estava vulnerável, com poucas armas e munições. As lideranças constitucionalistas fizeram então um acordo com o ex-presidente para pôr fim aos conflitos. Ao final do movimento, em 2 de outubro de 1932, Vargas sinalizou a criação de uma Constituição, promulgada em 1934.

Matraca

A memória do movimento também é preservada no Museu Maria Soldado, localizado hoje no Alto da Lapa, na Zona Oeste. O material, que ficava no Obelisco, monumento em homenagem aos veteranos de 1932 na região do Ibirapuera, na Zona Sul, corria o risco de se deteriorar e foi levado temporariamente ao novo espaço.




O museu, localizado em uma escola na Rua Duarte da Costa, 1246, abre para visitação das 7h30 às 17h no período letivo. O local abriga a réplica da chamada matraca (veja ao lado como funcionava). O aparelho simula o som de tiros de metralhadoras que criavam a ilusão de que os paulistas possuíam bastante armamentos.

“Hoje se fala em 9 de julho e ninguém sabe o que é. O movimento constitucionalista é uma referência de ética, respeito e civismo. Essas referências estão desaparecendo, principalmente devido aos péssimos exemplos da política”, defende seu organizador, José Carlos de Barros Lima, estudioso do movimento.

Para Gino Struffaldi, a revolução de 1932 deveria servir de exemplo às novas gerações. “Acho que deve haver uma mobilização cívica, não militar, em favor da moralização. A corrupção hoje em dia é desenfreada”, defendeu o ex-combatente.

Fonte: G1 - Fotos: Silvia Ribeiro

Entenda por que Cumbica fecha com neblina

Especialista diz que custo inviabiliza uso de equipamentos que diminuiriam problema.

Comandante explica ao G1 como ocorrem as operações com pouca visibilidade.

Visibilidade estava prejudicada nos últimos dias em Cumbica

As condições meteorológicas são propícias para a formação de neblina até domingo (13) em São Paulo, segundo os meteorologistas. As condições do tempo podem voltar a afetar as operações no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, que na segunda-feira (7) chegou a ter mais da metade dos pousos atrasados por causa dos nevoeiros.

O diretor-técnico do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea), Ronaldo Jenkins, explica que o problema não é provocado por nenhuma falha de projeto ou de equipamento no aeroporto: a neblina afeta de maneira diferente o pouso e a decolagem das aeronaves. O pouso, diz ele, exige um teto mínimo - espaço entre a pista e a base da camada de nuvens. “No caso do pouso, você vem até uma certa altura com instrumentos, mas você precisa ver o chão para pousar”, explica o comandante.

Jenkins diz que Cumbica esá equipado com ILS (Instrument Landing System) – que auxilia as operações em casos de pouca visibilidade – categoria 2. “A diferença é exatamente o teto mínimo. O [categoria] 1 precisa de 200 pés de teto, em torno de 60 metros, e o categoria 2 precisa de 100 pés de teto, o que quer dizer 30 metros”, diz.

Diferentemente do pouso, a decolagem precisa de visibilidade horizontal. “Se você enxergar a linha do centro da pista e a iluminação lateral, você pode decolar, mesmo que o teto seja mínimo. Quando ele [o avião] inicia o descolamento do chão, não precisa mais dessa visibilidade. Ele passa a voar imediatamente por instrumentos”, explica.

Apesar de considerar que Cumbica tem equipamentos modernos, Jenkins diz que já há instrumentos mais sofisticados, mas que os custos deles não compensam. “É muito caro o investimento, tanto para a infra-estrutura quanto para as empresas, por causa do treinamento dos pilotos. Acaba não valendo a pena, porque você vai usar isso dois ou três dias por ano.”

Previsão de neblina

A meteorologista Cássia Beu, do Centro de Gerenciamento de Emergências da prefeitura (CGE) diz que teremos condições nesta semana para mais formação de neblina na região de Cumbica. “O que faz a formação de nevoeiro é o fato de a temperatura cair muito durante a madrugada. Até o domingo, temos condição para a formação”, diz.

O meteorologista Franco Villela, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em São Paulo, diz que a posição do aeroporto também facilita a formação de neblina. “Lá, além de ser uma região mais baixa, tem o efeito da Serra da Cantareira, que represa esse ar mais frio."

Um dos fatores que causam a neblina é a inversão térmica, fenômeno típico do inverno. “Nas noites de poucas nuvens e com ventos calmos, forma-se o efeito da inversão, com ar mais frio embaixo e mais quente em cima. Se há ventos, quebram as camadas e tem uma mistura do ar”, explica Franco Villela, do Inmet.

Ele usa como exemplo a Avenida Paulista, um ponto mais alto de São Paulo, e o Vale do Anhangabaú. “É nas regiões mais baixas que se formam os nevoeiros. Quando é forte a inversão, uma pessoa que está na Avenida Paulista estará com céu claro, já no Vale do Anhangabaú vai ter uma cobertura de nuvens”, explicou.

Em noites de inverno sem nuvens, há um resfriamento na superfície e a temperatura perto do solo acaba mais fria do que em maiores altitudes. “Se tivesse nuvens, elas segurariam o calor na superfície. Então, [sem as nuvens] o calor que incidiu durante o dia vai embora e a superfície começa a perder o calor. Essa condição não deixa misturar o ar da superfície com o ar da altitude”, afirma Cássia Beu, acrescentando que isso facilita a formação de nevoeiro.

Fonte: Luciano Bonadio (G1) - Foto: Filipe Araújo (Agência Estado)

Avião cai logo após a decolagem na Flórida

Um avião Lancair IV-P, prefixo N488SD, se acidentou durante a decolagem na segunda-feira (07) por volta das 18:00 (hora local) no Aeroporto North Perry, em Pembroke Pines, na Flórida, EUA, informou a porta-voz da FAA (Federal Aviation Administration) Kathleen Bergen.

O avião de quatro lugares se incendiou e o piloto, Douglas A. Pohl, médico e proprietário do avião, morreu na hora.

O avião está registrado para , mas não foi conformado se ele era o piloto. Apenas uma pessoa que estava a bordo do avião no momento do acidente.

Não foi esclarecido ainda o que causou a queda do avião, mas a FAA está investigando.

Fonte: NBC6 - Foto: Local10.com

Avião sai da pista em pouso em Illinois, EUA

A FAA (Federal Aviation Administration) está investigando as causas do acidente com o avião Vans RV-6, prefixo N653DF, que caiu no Aeroporto Municipal de Jerseyville, em Illinois, nos EUA.

O Sheriff do Condado de Jersey, Mark Kallal, informou que o acidente aconteceu por volta das 07:02 (hora local) de terça-feira (08).

Kallal disse que o piloto decidiu pousar no Condado de Jersey para esperar uma passar uma tempestade de chuva que se aproximava.

O piloto David Fleetwood não se feriu no acidente, mas ele ficou preso na aeronave que ficou de cabeça para baixo. Fleetwood era a única pessoa a bordo do avião.

Fleetwood informou à equipe de resgate que que estava voando muito alto e, quando tento baixar a altitude para a aterrissagem, ouviu um forte ruido e o avião tocou o solo com o nariz em primeiro lugar, acabando de cabeça para baixo sobre a relva ao lado da pista.

A aeronave estava marcada com o logotipo da empresa "Metro RPh", uma empresa farmacêtica de Alton, Illinois.

Um porta-voz da FAA informou que os investigadores estão agora em busca não só da forma como o acidente aconteceu, mas também em saber se o piloto estava devidamente licenciado, se a sua licença estava atualizada, se a aeronave estava em condições adequadas e se as regras de vôo foram seguidas, entre outras coisas.

Um relatório da FAA revelou que o avião não tinha se envolvido em qualquer outro acidente ou incidente.

Fontes: KSDK / ASN

Frota de helicópteros cresce mais em BH do que em SP

Sofisticados, rápidos e muito caros, os helicópteros que disputam o mercado aéreo em São Paulo, meio de transporte preferido de empresários sem tempo a perder, e também de famosos, dispostos a fugir do congestionado tráfego, despontam como um novo mercado em Minas. Nos últimos quatro anos, o número de aeronaves no estado cresceu 18%, superando o aumento de 12% registrado em São Paulo, maior mercado do país com 477 helicópteros registrados, e também o crescimento da frota nacional, de 13%.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), há 118 aeronaves em Minas e 49 helipontos – apenas um deles, no Palácio das Mangabeiras, é público. São Paulo é a única cidade brasileira que necessita de autorização para pousos e decolagens de helicópteros, devido ao tráfego, que até no ar se tornou congestionado. Em determinadas regiões da capital paulista, o número de helipontos chegou ao limite. Na opinião de especialistas, Minas é um mercado que, ao contrário, tem potencial para expandir e, por isso, atrai investimentos.

“Não existe em Belo Horizonte empresas de táxi-aéreo operado por helicóptero. Vamos inaugurar a HTA até o fim do ano”, diz William Carlos de Andrade, dono da Helit, empresa especializada na manutenção de helicópteros, apostando na demanda garantida. Para quem quer conforto e rapidez, a hora do serviço custará cerca de R$ 3 mil.

Em Belo Horizonte, helipontos privados já podem ser observados em bairros da cidade, especialmente na zona Sul, como a região do Belvedere. Mundialmente, o mercado é liderado por dois grandes fabricantes, a americana Helicópteros Bell e a franco-alemã, Eurocopter. O preço de um modelo, considerado entre os mais simples, bastante utilizado no Brasil e predominante na aviação civil, em Minas Gerais, o Robinson 44, para três pessoas, mais o piloto, custa em média US$ 700 mil, com uma autonomia de vôo que chega a três horas. “Mas existem também versões mais básicas, com dois lugares, do mesmo fabricante, a partir de US$ 300 mil”, informa o presidente do Aeroclube de Minas Gerais, Rui de Souza Gomide. Já o modelo Esquilo, fabricado pela Eurocopter, com capacidade para cinco lugares, mais o piloto, custa em média US$ 2,7 milhões. São os preferidos da Polícia Militar. “Para comprar um helicóptero novo é preciso encomendar. O prazo de espera é de aproximadamente dois anos. Aeronaves usadas são encontradas com uma certa dificuldade”, comenta o piloto-executivo e instrutor de vôo, Luiz Henrique Telles de Oliveira.

Preços vão até US$ 3 milhões em MG

William Andrade, que é o responsável pela manutenção da frota do estado, inclusive a militar, aponta que existem de máquinas simples a helicópteros sofisticados de mais de US$ 3 milhões em Minas. “Observamos, que por enquanto, os executivos do estado que investiram na compra de um helicóptero, utilizam a máquina para lazer e turismo e menos para negócios. Este perfil está mudando devagar.” Ao contrário do que pode-se pensar, jovens já fazem parte do perfil destes investidores. “A maioria dos proprietários tem acima de 50 anos mas, em Minas, temos pessoas com pouco mais de 30 anos que já têm o seu helicóptero.”

No caso dos helicópteros, a manutenção preventiva deve ser perfeita. “No ar não existem acostamentos”, brinca Andrade. A manutenção de um modelo R44, por exemplo, é de US$ 500, incluindo também no custo, o piloto, garagem, seguro. Um detalhe: são US$ 500 por hora.

Na outra ponta, quem também está satisfeito com o mercado são os pilotos. Rui de Souza Gomide, explica que o curso de formação tem procura crescente em Belo Horizonte, diferente do que ocorria no passado. “Quando fiz o meu curso de formação , há 10 anos, tive que ir para São Paulo”, lembra Luiz Henrique de Oliveira, 30 anos, piloto-executivo desde os 19. De acordo com ele, que divide o dia em dois trabalhos, o salário inicial, por 40 horas semanais ,é de R$ 6 mil. Com um pouco mais de experiência, o piloto chega a R$ 12 mil. “Minas Gerais tem uma grande demanda. Não falta trabalha”, comenta Luiz Henrique que já acumula 5,7 mil horas de vôo. Para se tornar um piloto de helicópteros, o investimento é alto. Como explica Gomide, o curso teórico custa em média R$ 1,6 mil, com um ano de duração. O mínimo exigido para o profissional são 100 horas. O preço por hora, para o aprendiz, é de R$ 700.

Conforto, agilidade, proteção contra a violência são as vantagens apontadas por quem usa o helicóptero. “Apesar de caro, a demanda é grande. Essa é a máquina de transporte mais perfeita criada pelo homem. É segura e precisa”, diz Gomide.

Fonte: Marinella Castro (Estado de Minas)

Helicóptero experimental desaparece em São Paulo, diz associação

O helicóptero experimental modelo Christen, prefixo PT-ZKS desapareceu com o piloto a bordo sábado (5), na região de Atibaia (64 km de São Paulo), conforme informações da Appa (Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves). O piloto, que é associado à instituição, foi identificado como Antônio de Freitas.

Segundo o presidente da Appa, George William César de Araripe Sucupira, Freitas decolou de Atibaia na tarde de sábado com destino a Ubatuba (SP). O último contato teria ocorrido às 14h20, quando o piloto telefonou do celular para um amigo para dizer que iria pousar em uma clareira porque o tempo estava ruim para continuar. Ele ainda teria afirmado que ficaria incomunicável em seguida porque a bateria de seu telefone estava no fim.

Por telefone, a reportagem não conseguiu entrar em contato com a Aeronáutica ou com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) na noite desta segunda para saber se há equipes procurando pelo piloto.

De acordo com Sucupira, aeronaves da Appa e uma alugada pelo irmão do piloto vasculham a região, mas o trabalho é difícil devido à ausência de um plano de vôo.

Conforme Sucupira, o piloto desaparecido mora em São Paulo e voa por hobby em um helicóptero que ele mesmo construiu.

Fonte: Folha Online

Fogo em sala da ANAC

Um princípio de incêndio numa sala da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), na Avenida Graça Aranha, no Centro da cidade, assustou os funcionários que trabalham no prédio, nesta terça-feira (08).

As pessoas foram retiradas do prédio por medida de segurança.

A brigada de incêndio do edifício foi acionada e, rapidamente, conseguiu controlar o foco de incêndio enquanto chegavam os bombeiros do quartel Central, que praticamente só fizeram uma vistoria no local para se certificar que não havia mais fogo.

De acordo com os bombeiros, ninguém ficou ferido.

Fonte: Rádio CBN

Avião da LAN quase se choca com outra aeronave no JFK, diz controlador

Controladores aéreos americanos afirmaram que um avião chileno esteve, no sábado (05), a ponto de se chocar com outro no aeroporto John F. Kennedy (JFK) de Nova York, algo negado pelas autoridades de aviação dos Estados Unidos, segundo a imprensa local.

O incidente ocorreu quando um avião da Cayman Airways se preparava para aterrissar no aeroporto nova-iorquino procedente da ilha de Grand Cayman, no momento em que a aeronave da empresa chilena LAN decolava em direção a Santiago.

Os dois aviões, um Boeing 767 da LAN com 375 passageiros a bordo e um Boeing 737 da Cayman Airways com 150 passageiros, estavam no mesmo espaço aéreo e ficaram a 30 metros de distância.

Os controladores aéreos afirmam que o piloto da Cayman Airways evitou a colisão ao fazer uma manobra e conseguir passar, no último minuto, acima do avião da LAN.

No entanto, a FAA disse em Washington que os aviões não estiveram a menos de 90 metros de distância verticalmente e ficaram a mais de 800 metros horizontalmente.

Fonte: EFE

Nasa vai aposentar ônibus espaciais em 2010

O ônibus espacial Discovery

Depois de mais de 30 anos de serviço, o ônibus espacial americano fará seu último vôo em 31 de maio de 2010, antes de se aposentar, e depois de ter sido um elemento-chave na construção da Estação Espacial Internacional (ISS).

As três naves que compõem a frota espacial americana - Discovery, Endeavour e Atlantis - serão retirados de atividade, em setembro de 2010, anunciou a Nasa, nesta terça-feira (08).

O ônibus ainda deve fazer um total de dez vôos. Dois estão programados para acontecer ainda em 2008: um, no dia 8 de outubro, para uma missão de reparo e manutenção do telescópio espacial; e outro, em 10 de novembro, para abastecer a ISS com provisões e peças. Outros cinco acontecerão em 2009, e três, em 2010, acrescentou o porta-voz da Nasa, Rob Navias.

O último vôo será realizado pelo Endeavour, rumo à ISS, em 31 de maio de 2010. Sua missão será levar peças sobressalentes "importantes", que serão instaladas do lado de fora da Estação, entre elas, antenas de comunicação e um tanque de gás de alta pressão.

Depois disso, a Nasa utilizará um novo tipo de veículo, parecido com a cápsula Apollo, que será lançado por um foguete e se destinará às missões de exploração humana na Lua e em Marte.

As novas naves são a cápsula Orion, "batizada com o nome da estrela mais brilhante e visível no céu" e seu lançador, o foguete Ares, "nome de um deus grego associado a Marte", segundo a Nasa.

O primeiro vôo habitado da Orion deve acontecer, no mais tardar, em 2014, enquanto que o primeiro vôo à Lua está previsto, no máximo, para 2020.

O ônibus espacial, primeiro veículo concebido para ser reutilizável, fez seu primeiro vôo em 12 de abril de 1981, decolando do centro espacial Kennedy, no Cabo Canaveral (Flórida, sudeste dos EUA). Na época, era o Columbia.

Ao todo, foram seis espaçonaves construídas: Enterprise, um veículo de teste, que nunca voou ao espaço, Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour. Das cinco em atividade, duas jamais retornaram. A Challenger explodiu pouco depois da decolagem, em 28 de janeiro de 1986, e a Columbia se desintegrou em 1º de fevereiro de 2003, em seu reingresso na atmosfera. Cada uma levava sete astronautas. Toda a tripulação morreu.

O acidente do ônibus espacial Columbia retardou, consideravelmente, os lançamentos da Nasa para a ISS, que foram retomados somente em julho de 2005. Nesse meio tempo, apenas os russos e sua nave Soyouz enviaram astronautas ao espaço.

Quando se aposentar, o Discovery terá feito 38 vôos; o Atlantis, 32; e o Endeavour, 25. Cerca de 35 missões terão sido enviadas para a ISS, a maior estrutura já montada pelo Homem no espaço e uma etapa fundamental na conquista de Marte.

Fonte: AFP

Segundo satélite do sistema Galileo passa nos testes em órbita

Engenheiros da empresa Astrium, responsável pelo desenvolvimento do Giove-B, apresentaram esta semana os resultados dos testes realizados com o satélite.

Chamada de testes em órbita (IOT, na sigla em inglês), a fase começou depois que o satélite foi lançado e colocado em órbita, e levou cerca de dois meses.

Segundo a equipe da Astrium, o funcionamento do satélite Giove-B foi considerado excelente. Os componentes-chave do Galileo, que são o novo gerador de sinais e o relógio atômico, mostraram estar em perfeito estado de operação.

Lançamento

Após o lançamento e entrada em órbita com sucesso, no dia 27 de abril, o satélite Giove-B transmitiu os primeiros sinais do espaço em 7 de maio. Na época, a transmissão do sinal do segundo satélite do sistema Galileo foi considerada um grande passo para o projeto, que chegou a ser colocado em dúvida há algum tempo.

Fonte: Galileo

Airbus lançará sucessor do A320 em 2014, diz jornal

A fabricante européia de aviões Airbus planeja lançar um sucessor do jato A320 em 2014 e colocá-lo em serviço por volta de 2018, informou o jornal francês La Tribune, nesta terça-feira (08).

O custo de desenvolvimento do projeto, chamado A30X, é estimado entre 8 bilhões de euros (US$ 12,52 bilhões) e 10 bilhões de euros, informou o jornal sem citar fontes.

Uma dos objetivos da nova aeronave e redução de consumo de combustível, informou o diário.

Entretanto, o jornal informou que o cronograma pode mudar, pois depende dos movimentos da concorrência e da flutuação dos preços do petróleo.

Fonte: Reuters News

Webjet ultrapassa OceanAir no mercado doméstico

A Webjet ultrapassou a OceanAir em participação de mercado, se tornando, em junho, a quarta maior companhia aérea do País, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), divulgados pela Folha de S.Paulo.

No mês passado, a Webjet possuía uma fatia de 2,11% no mercado doméstico, enquanto que a OceanAir tinha um percentual de 1,63%.

Ainda de acordo com o jornal, o setor cresceu 10,3% no mercado doméstico e registrou uma taxa média de ocupação de 67%. No mesmo mês do ano passado, a ocupação foi de 71%.

A TAM continuou a liderar, com uma participação de 48,59% do mercado no País. A Gol aparece em segundo lugar, com 38,62%, seguida pela Varig, com 7,19%.

Fonte: Invertia

terça-feira, 8 de julho de 2008

Atenção na hora de comprar o pacote de viagens

Atenção, viajante: as férias podem começar como um tormento se não forem tomados alguns cuidados básicos. É preciso ler com atenção aquelas letrinhas dos contratos.

Não basta apenas planejar a viagem. A dica principal é exigir tudo por escrito. Também é importante conferir horários de vôos, localização e referência dos hotéis e aquelas letrinhas miúdas que falam de taxas extras de alimentação e transporte.

A viagem dos sonhos pode ser planejada durante anos, mas se faltar atenção na hora de comprar o pacote pode dar tudo errado. A relações-públicas Tatiana Viana vai para a Bahia. Ela ficou tão feliz na hora de acertar os detalhes que nem leu o contrato.

“Já tinha fechado um pacote uma vez com ele e não tive problemas. Eu sei que teoricamente tem que olhar todas as cláusulas o contrato todo, mas a gente acaba, às vezes, confiando no serviço”, comentou a relações-públicas Tatiana Viana.

Confiar na agência de turismo é importante, seja por uma viagem anterior ou por indicação de amigos. Mas boas referências não bastam. Antes de ir para casa arrumar as malas, é preciso ter alguns cuidados para as férias não se transformarem em um problema.

Um grupo de estudantes do Recife quase perdeu a viagem para os Estados Unidos. Até o dia do embarque, a agência não tinha comprado as passagens. “É muito triste”, comentou uma jovem.

A lua-de-mel dos advogados Cleber Perches e Ivana Achiles começou com separação: um em cada canto do avião.

“Fiquei muito nervosa. Já comecei a viagem angustiada”, disse a advogada Ivana Achiles.

O casal comprou o pacote em São Paulo em dezembro do ano passado. No dia do casamento, no fim de abril, a agência ligou informando que tinha mudado os planos deles.

“Em vez de ir para Miami, mandaram a gente para Atlanta”, conta o advogado Cleber Perches.

Eles ainda estão pagando as parcelas da viagem, que custou R$ 9,1 mil. “Nós vamos lutar pelos nossos direitos na Justiça”, afirmou o advogado.

Para o Procon, quem se sentir lesado deve sim entrar na Justiça, mas alerta que alguns cuidados podem evitar os problemas. Primeiro, é preciso conferir todos os serviços incluídos no pacote: transporte, alimentação e passeios. Além disso, é bom ter certeza de que não existem outras taxas a serem pagas durante a viagem.

A descrição do hotel é importante – qualidade e localização. Uma pesquisa na internet pode ajudar. Horários de saída e chegada devem ser cumpridos rigorosamente por quem vende o serviço. E o mais importante: tudo o que for combinado na agência deve estar no papel, escrito no contrato.

“É importante que o consumidor pegue isso por escrito, para quando ele for exigir o cumprimento da prestação do serviço, ele tenha documentado, tenha como demonstrar que aquilo foi oferecido a ele”, orienta o diretor de atendimento do Procon, Evandro Zulian.

Duas dicas importantes do Procon: verificar sempre se o local de destino exige vacinas e vistos e lembrar que os gastos feitos com cartão de crédito no exterior serão convertidos para reais no dia do fechamento da fatura.

A cotação da moeda pode variar bastante entre o dia da compra e o dia da cobrança. É bom ter isso em mente para não ser surpreendido depois.

Fonte: Bom Dia Brasil

Ariane-5 leva dois satélites de comunicação para a órbita da Terra

Lançamento ocorreu a partir da base da Guiana Francesa.

Serão colocados em órbita os satélites ProtoStar I e o BADR-6.



Depois de alguns adiamentos, o foguete europeu Ariane-5 lançou dois satélites a partir da base de Kourou, na Guiana Francesa. A missão é colocar em órbita o ProtoStar I, a ProtoStar, e o BADR-6, da Arabsat, ambos equipamentos destinados à transmissões televisivas.

Fonte: G1 - Foto: Agência Espacial Européia / AFP

Caça F5 cai no Irã

Um caça F-5 da Força Aérea do Irã (avião produzido pelos EUA) caiu no sudoeste do Khuzistão, no Ira, no domingo (07), matando os dois tripulantes a bordo.

O acidente ocorreu às 10:00 (hora local), hora local (0530 GMT) na base militar Omideh. Não foram dados detalhes sobre feridos ou as circunstâncias que levaram ao acidente.

A força aérea iraniana, foi duramente atingida pelo embargo à venda de peças sobressalentes e de novos jatos para realizado pelos Estados Unidos, o que significa que o país tem que trabalhar intensamente para encontrar peças sobressalentes para manter a sua frota no ar.

Muitos dos aviões do Irã em são de origem americana como os F-5 e foram comprados no período anterior a Revolução Islâmica de 1979.

O Irã tem também caças russos, mas ao longo dos últimos anos tem sido anunciando odesenvolvimento de um caça totalmente produzido no país, como o Saeqeh e o Azarakhsh.

F-5 de dois lugares e F-5 um assento

Fonte: Iran Daily - Foto: News Agency

Pequeno avião cai no Canadá matando o piloto

Um avião Vans RV3 caiu no domingo (06) no Aeroporto Regional Lake Simcoe, em Barrie, no Canadá matando o piloto.

Após o reabastecimento, o piloto estava praticando um "touch-down" processo que é comum para os pilotos amadores, quando de repente o avião mergulhou de nariz e incendiou-se.

Testemunhas no aeroporto presenciaram com horror quando o piloto começou a descer e, de repente, levantou o nariz tentando colocar potência e, em seguida, passou desceu de nariz para baixo caindo ao lado da pista. Segundos depois, o avião explodiu em chamas.

"A totalidade da área do cockpit foi reduzida a cinzas", disse Rae Simpson, um investigador da Transportation Safety Board. "Neste momento estamos tentando determinar se houve falha do piloto ou um problema técnico."

"Feito em casa"

Ele disse que há dezenas de fatores a considerar.

"Como esses modelos são construídos em casa (vendidos em kit para montar), mesmo um parafuso de tamanho errado pode criar um problema."

Foi a primeira ocorrência com morte no pequeno aeroporto.

Fonte: Toronto Sun - Foto: Tracy McLaughlin

Piloto veterano escapa de acidente sem nenhum arranhão

Um avião de pulverização agrícola Aero Commander S2R, prefixo N5519X, da Benson Air Ag, caiu no domingo (06) a cerca de 10 milhas a noroeste de Benson, Minnesota, nos EUA.

O piloto, Warren Jackson, 76, escapou sem nenhuma lesão. Ele tinha ido pulverizar um campo de trigo quando o avião atingiu uma linha de força, informaram as autoridades locais.

A esposa do piloto, Jan Jackson, informou que o marido vôo há quase 50 anos e que ele ligou para ela após sair do avião que pegou fogo em seguida, mas não chegou a explodir. Ela calcula que ele estava voando a cerca de 5 a 6 metros acima do campo a cerca de 120 milhas por hora durante a pulverização.

Fonte: StarTribune - Foto: Reed Anfinson (Swift County Monitor-News)

Varig provoca impacto negativo de US$ 318 milhões para a Gol

JANAINA LAGE
DA SUCURSAL DO RIO

MAELI PRADO
DA REPORTAGEM LOCAL


A compra da Varig teve um impacto negativo para a Gol de ao menos R$ 318 milhões, de acordo com cálculos de analistas. O valor representa a soma do efeito negativo da Varig sobre o lucro líquido da companhia nos balanços publicados dos dois últimos trimestres, de acordo com o padrão contábil norte-americano.

Somente a partir do quarto trimestre do ano passado a Gol passou a apresentar o impacto da Varig em separado nos seus resultados. Foram também dois períodos seguidos de prejuízo para a empresa de baixo custo e baixa tarifa. Na última teleconferência de resultados, o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, afirmou que a empresa investiu cerca de R$ 1 bilhão, entre a aquisição e os investimentos.

Segundo o vice-presidente de Marketing e Serviços da Gol, Tarcísio Gargioni, o principal fator a influenciar o desempenho foi o aumento do preço do barril de petróleo. "Jamais imaginávamos há cerca de um ano que o preço do petróleo fosse chegar a US$ 150", disse.

A escalada do preço do petróleo foi um dos fatores decisivos para que a Gol mudasse o foco na aquisição da Varig. Quando ela foi comprada, em março do ano passado, por US$ 320 milhões, a leitura do mercado era que a Varig seria usada para rotas de longo curso, especialmente para a Europa e os EUA. Em abril deste ano, a Varig anunciou a suspensão das linhas intercontinentais.

"Poderíamos ter mantido o foco nos vôos de longo curso, mas o preço do petróleo inviabilizou a operação com o Boeing-767", afirmou Gargioni. A empresa ainda faz vôos para Paris, mas a partir de setembro estará totalmente concentrada em rotas no mercado doméstico e para a América do Sul.

O principal prejuízo, segundo André Castellini, da consultoria Bain & Company, foi o econômico, mas não o único.

"A operação já estava mais deteriorada do que pensavam e a economia não ajudou, em termos de preço do petróleo. A Varig absorveu caixa da Gol, gerou perdas e voou com aviões bem mais vazios do que o imaginado. Mas a recente exposição na mídia também não é algo que tenha agradado à Gol, apesar de não lhe dizer respeito diretamente", disse o consultor, se referindo às acusações da ex-diretora da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) Denise Abreu sobre a venda da Varig para a VarigLog em 2006.

Para Caio Dias, analista do Santander, o principal problema da Varig foi a utilização de aeronaves velhas nos vôos de longo curso. "A companhia queria disputar mercado com a TAM, em busca do passageiro que valoriza a maior qualidade do serviço, mas começou com aviões velhos. Não havia avião disponível no mercado e a aeronave faz toda a diferença na percepção de qualidade de serviço", disse o analista.
Ele estima que a Varig só atingirá o "break even" (ponto de equilíbrio entre receitas e despesas) no final do ano.

Após registrar taxas de ocupação de até 52% no mercado doméstico em julho do ano passado, a Varig registrou em maio deste ano uma taxa de 70%, de acordo com dados da Anac.

A escalada do preço do petróleo fez com que a Gol revisasse as operações e procurasse novas formas de economia. Segundo Gargioni, a alta de preços elevou a necessidade de buscar aumento de eficiência nas operações.

A principal medida é a troca até o fim do ano de toda a frota de Boeings-737/300 por Boeings-737/700 e 737/800 Next Generation, que consomem menos combustível. Na Varig, a padronização deve ser concluída até o fim do ano com a saída dos Boeings-767, usados nas rotas de longo curso.

Outra medida de economia na ponta do lápis foi a redução da velocidade das aeronaves de 5 km/h a 6 km/h, o que diminui o gasto com combustível.

Fonte: Folha de S.Paulo (07/07/08)

Anac divulga participação de mercado das empresas aéreas brasileiras

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disponibilizou nesta segunda-feira (08) no site os dados relativos a junho e um comparativo de todo o primeiro semestre (http://www.anac.gov.br/estatistica/asspassi6.asp).

Os dados foram fornecidos pelas empresas. Nas linhas domésticas, em relação ao mesmo período do ano passado, o número total de assentos ofertados, por quilômetro, cresceu de quase 31,4 milhões para pouco mais de 36 milhões. Já a taxa de ocupação caiu três pontos percentuais, indo de 70% para 67%.

Das 19 companhias brasileiras, Tam, Gol, Varig, OceanAir e Webjet foram algumas das que contribuíram para esse número. A Tam subiu de 15 mil para 17 mil assentos, com variação da ocupação de 72% para 70%. No mercado, sua participação em assentos manteve os 47% e, em passageiros transportados, os 49%.

A Gol aumentou sua oferta de mais 12 mil para 14 mil lugares, e a ocupação caiu de 71% para 66%. Sua participação no mercado continuou como 38% em número de assentos e 39% em passageiros.

A Varig quase dobrou sua oferta, indo de 1,6 mil para 2,4 mil assentos por quilômetro. A taxa de ocupação também registrou crescimento, aumentando de 57% para 59%. Sua participação no mercado, portanto, variou postivamente: de 5,1% para 6,6% em lugares, e de 4,1% para 5,8% em passageiros transportados.

A capacidade oferecida pela OceanAir também duplicou, de 705 mil para 1,2 mil. O crescimento em ocupação foi significativo: 54% em 2007 e 64% em 2008. No mercado, a representatividade subiu de 2,2% para 3,3% em assentos, e de 1,7% para 3,2% em passageiros.

No marcado internacional, a oferta total subiu de 11,9 mil para 15,6 mil, e a ocupação, de 64% para 68%. Em assentos, a participação no mercado registrada nesse primeiro semestre foi distribuída da seguinte forma: a Tam liderou com 68%, seguida pela Varig, com 24%, pela Gol, com 9% e pela OceanAir, com 1,%. Já no quesito passageiros transportados, a participação da Tam foi de 70%, da Varig, de 18%, da Gol, de 9%, e da OceanAir, de 1%.

Fonte: Mercado & Eventos

Avião de Barack Obama faz pouso de emergência no Missouri

Aeronave teve de fazer um pouso não-programado na cidade de St. Louis.

Motivo teria sido um problema mecânico, que foi resolvido antes mesmo do pouso.


O MD-80 da Air Midwest alugado para a campanha de Obama após o pouso de emergência

O avião que levava o candidato democrata à presidência dos EUA, Barack Obama, teve de fazer um pouso de emergência nesta segunda (7) em St. Louis, Missouri, por causa de um problema mecânico, segundo a agência Reuters. De acordo com a agência, o avião pousou em segurança.

Dentro do avião da campanha de Obama, jornalista da CNN filma durante o pouso de emergência em St. Louis nesta segunda. (Foto: AP)

Quando o avião estava descendo, o piloto informou que o problema, no "controle de profundidade", havia sido resolvido. "Temos controle total da aeronave", disse o piloto durante os procedimentos de pouso.


Avião da campanha com Obama a bordo fez pouso de emergência em St. Louis, Missouri. Veja no mapa. (Foto: Arte G1)

Obama havia partido de Chicago, Illinois, com destino a Charlotte, Carolina do Norte, onde deve dar uma palestra sobre economia.

"Foi uma medida de precaução", disse a assessora sênior de Obama Linda Douglass sobre o pouso.

Obama e sua equipe estão a bordo de um an MD-80, que é o avião reserva da campanha.

O avião geralmente usado pelo candidato está na revisão.

Fontes: G1 / Reuters

Embraer entrega recorde de 97 aviões no 1o semestre

A Embraer anunciou nesta segunda-feira entregas de 52 aviões no segundo trimestre, elevando o total despachado nos primeiros seis meses do ano para um recorde de 97 unidades.

A terceira maior fabricante de aviões do mundo fechou o trimestre passado com uma carteira de pedidos firmes de 20,7 bilhões de dólares, ante 15,6 bilhões de dólares um ano antes, valor até então recorde para a empresa.

No segundo trimestre do ano passado, a Embraer havia entregue 36 aviões, num total de 61 unidades no primeiro semestre de 2007.

Em aviação comercial, a Embraer entregou 43 aviões no segundo trimestre, dos quais 21 unidades do modelo 190. O segmento, no acumulado do ano, tem entregas de 81 aparelhos.

A carteira total do setor comercial tem 1.762 pedidos firmes dos quais 478 em carteira.

Já na aviação executiva foram nove entregas do modelo Legacy 600 e no primeiro semestre de 16 unidades do mesmo avião.

A Embraer informou que a nova família de jatos executivos leves Phenom tem contratos firmes "se aproximando de 800 aeronaves".

A empresa manteve sua previsão de entregas no ano entre 195 e 200 unidades, "com tendência para o limite superior, além de dez a 15 jatos (executivos) Phenom 100", informou a companhia em comunicado ao mercado.

Às 11h30, as ações da Embraer subiam 3,53 por cento, enquanto o Ibovespa registrava valorização de 1,85 por cento.

Fonte: Alberto Alerigi Jr. (Reuters)

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Três mortos em acidente com avião de carga na Colômbia

Bombeiros tentam apagar incêndio nas ferragens de Boeing de carga que caiu nesta segunda - Foto: AFP

Policiais investigam os destroços do Boeing que caiu sobre casa na Colômbia - Foto: AP

Um Boeing 747 cargueiro caiu às 03:52 (hora local) a 20 km do Aeroporto Bogotá-Eldorado, na Colômbia. Até o momento estão confirmadas as mortes de três pessoas que estavam na área do impacto.

Nenhum dos oito ocupantes do avião morreram na queda numa fazenda em Mosquera, cidade vizinha a capital colombiana.

O avião transportava uma carga de flores para o Aeroporto Internacional de Miami (MIA). Ainda não foi confirmado, mas as primeiras informações indicam que a aeronave é o Boeing 747-209BSF, prefixo N714CK, da Kalitta Air, arrendado para a empresa Centurion Air Cargo.

O avião, que caiu na altura do quilômetro 17 da estrada para Mosquera nesta madrugada, se comunicou com a torre de controle de Miami. Bombeiros de Fontibon, Madrid e Mosquera foram para o local para controlar o incêndio que ocorria na parte frontal do avião.

Oito tripulantes ficaram gravemente feridos e foram levados para centros médicos.

As autoridades locais identificaram as primeiras vítimas como sendo Pedro Nel Suárez e seu filho de 14 anos de idade. A esposa desse homem ficou ferida no acidente.

Os restos da aeronave se encontram espalhados por uma área de cerca de 800 metros de um local conhecido como Casa Blanca. No acidente a fuselagem foi destruída em seis partes.

Órgãos ligados à avição civil colombiana estão no local e iniciaram as investigações para estabelecer as causas do acidente.

Fonte: Elespectador.com - Atualizado em 08/07/08 à 01:34 hs.